19 outubro 2009

Cancro do pulmão é muito mortífero

O cancro do pulmão é um dos mais fatais em Portugal, tendo, em 2006, causado a morte de 3599 pessoas. De acordo com os dados do Observatório Nacional das Doenças Respiratórias houve 31013 internamentos, embora só em 6870 casos o cancro do pulmão foi causa exclusiva.

Em cinco anos, houve uma subida de 21,9%, o que leva a concluir haver necessidade de parar o crescimento e reduzir as ocorrências, evitando o tabaco e a poluição atmosférica, nomeadamente nos locais de trabalho, a fim de se evitar inalar partículas perigosas, como as de teor cancerígeno.

Para saber mais sobre o assunto, ver o artigo de hoje do Diário de Notícias Cancro do pulmão matou 3599 e provocou mais de 30 mil internamentos.

18 outubro 2009

OS VENCIMENTOS, DOS PILOTOS, DA TAP...

Eu diria, em jeito de chacota, que esta gente anda toda maluca, e diria mesmo que se estão a “cagar” para o país e para os Portugueses. Recebi um e-mail de um amigo, que por sinal é pessoa informada deste assunto, que me escarrapachou as contas dos Salários do pessoal tripulante da TAP, Salários esses, que estes senhores andam a contestar por serem baixos. Atente-se ao desenlace desta história.

Vencimentos dos pilotos (PNT) da TAP

UM ESCÂNDALO IMENSO E UMA FALTA DE RESPEITO CHOCANTE

Os RF60 // RF61 // AD75/RF 62 etc., são os subsídios adicionais ao ordenado base, que ganham desde que se levantam!!!

A vergonha é que neste país, com um ordenado mínimo que não chega aos 500€, com um prejuízo de milhões que a empresa teve o ano passado, estes senhores sem dó nem piedade, só pensam na barriga deles. Se é para acabar com a empresa, acabem de uma vez!

Coitadinhos…. Realmente, de 2007 para cá o custo de vida aumentou, e eles têm de lhe fazer face, não é?

Notem bem a AD81 e a RE23

São retribuições diárias ! Fazendo as contas por alto, verifica-se que um Comandante aufere.
5321,00+565,00+80,00+107,00+142,00+126,00+1230,00(41,00×30dias)+2100,00(71,0
0×30) = 9.671,00 Euros

E fazem greve a exigir aumentos !!!!!! Quem os está a manipular, quem será ?????


@Beezz

14 outubro 2009

MAITÊ PROENÇA: VEJAM O VÍDEO E DIVULGUEM POR FAVOR!

A todos os leitores, amigos e visitantes deste espaço quero aqui formalizar a minha indignação pela atitude da actriz brasileira Maitê Proença, aquando da visita dela a Portugal.
Maitê Proença não se poupou a esforços para ridicularizar Portugal e portugueses, mas na verdade só demonstrou a sua total ignorância e ridícula foi ela.

Ana Martins

RECEBIDO POR EMAIL O TEXTO ABAIXO:



http://www.youtube.com/watch?v=1GCAnuZD7bk


Este vídeo foi para o ar no programa Saia Justa. A actriz (?) e escritora (?) Maitê Proença estava em Portugal por causa de uma peça teatral e aproveitou o seu momentos de horas vagas (?) para fazer algumas imagens para o quadro do semanal do canal GNT. A pergunta é: como isso foi para o ar? O tema? Aquele mesmo assunto pobre de sempre: gozar com os portugueses. Como isso ainda não basta, ela terminou o vídeo cuspindo. A pergunta é novamente: para quê? Será um laboratório para ela ser “o próximo chafariz” da nova novela da TV Record?

Todo o vídeo é uma ofensa a Portugal e aos portugueses. Começa por ir a Sintra para mostrar uma porta de uma casa aparentemente comum com o 3 virado para a direita e, sem perceber o significado esotérico, zoa com os portugueses, pois diz que aquilo demonstra que está em Portugal - os caras nem sabem colocar direito um algarismo numa porta! Só vai a Sintra, que tem imensos monumentos, castelos e palácios, para gozar com aquilo.
Depois goza com o Tejo ser, para os portugueses, o mar, quando na realidade ela está junto ao Estuário do Tejo, onde o rio desagua no mar e ambos se confundem. Fala também no Salazar, de que ela não sabe nada, imaginando que, por ter sido um ditador, foi igual a Hitler ou a Mussolini. Goza com o túmulo de Camões, com o estilo arquitectónico manuelino, enfatisando o Manuel, nome injuriado no Brasil nas piadas de português e fala também no episódio no Hotel com o seu PC, quando o Hotel tem áreas de Internet e se tinha problemas com o seu Computador pessoal, deveria usar o equipamento disponível no Hotel para os clientes. O Hotel não tem obrigação de reparar os equipamentos pessoais dos clientes, sejam PC's ou carros ou máquinas de barbear ou sei lá o quê.
Eu acho que ela vai ter muita vergonha quando souber das reacções dos portugueses ao vídeo e vai pensar duas vezes antes de voltar a falar do país e dos seus habitantes. Infame, só revelou ignorância e rancor, talvez dor de cotovelo.

Enfim... vejam o vídeo e, por favor, divulguem:



http://www.youtube.com/watch?v=1GCAnuZD7bk

10 outubro 2009

GRIPE A. ALERTAS CONTRA A VACINA

Pregar contra a vacina do H1N1
A história de... Teresa Forcades, freira beneditina catalã, doutorada em medicina
JN. 091010. 00h30m. Fernando Basto

A religiosa investigou sobre a gripe A e ficou alarmada com a informação recolhida. Gravou um vídeo de 60 minutos, que corre o mundo no YouTube. "Digam não à vacina" é o seu grito de alerta.

Graças à gripe A e ao YouTube, a freira beneditina espanhola Teresa Forcades tornou-se rapidamente conhecida por todo o Mundo. Num vídeo com a duração de aproximadamente 60 minutos, a religiosa "prega" ao mundo contra a vacina da gripe A, alerta para os riscos que ela comporta e defende que ninguém deva ser obrigado a vacinar-se.

Que conhecimentos tem uma freira beneditina para iniciar uma espécie de cruzada contra a vacina do vírus H1N1? No vídeo, a freira catalã - autora dos livros "Os crimes das grandes companhias farmacêuticas" e "A teologia feminista" - começa por dar conta da sua formação académica, não vá haver dúvidas. É doutorada em Medicina pela Universidade de Barcelona. Estudou Teologia na Universidade norte-americana de Harvard e tomou ordens no mosteiro de Sant Benet, próximo de Montserrat, próximo de Barcelona.
(...) ( Para ler todo o artigo faça clique aqui)

Este post foi copiado do Sempre Jovens, onde foi publicado por um colega e colaborador da Voz do Povo. Ao João peço que me desculpe por o ter divulgado aqui sem antes lhe pedir consentimento, mas penso ser pertinente divulga-lo o mais possível.

Ana Martins

07 outubro 2009

Depois do BPN, o sector automóvel à mama

Só isenção fiscal iria aumentar as vendas de automóveis
JN. 091007. Fernando Basto

Entrega de carros para abate diminuiu desde Agosto, apesar dos incentivos.
Os novos incentivos ao abate de carros usados, em vigor desde Agosto, não estão a ser suficientes para pôr fim à crise no sector automóvel. A isenção de impostos durante dois anos continua a ser a reivindicação das empresas.

"A ganância de obter dinheiro de imediato por parte do Governo é que está a impedir a recuperação do sector automóvel". É assim que Carlos Barbosa, presidente do Automóvel Clube de Portugal (ACP), comenta a falta de uma verdadeira inversão na venda de veículos novos. Acredita-se que 2009 feche com uma queda superior a 30% em relação ao ano passado.

Com efeito, para o presidente do ACP, os novos incentivos concedidos ao abate de veículos usados - e que se encontram em vigor desde 8 de Agosto - "não vieram dar o impulso às vendas que o sector automóvel precisa e há muito reivindica".

(Para ler mais faça clique aqui)

NOTA: O que chamam «crise no sector automóvel»? Uma diminuição de vendas de carros novos? Uma diminuição de abate de carros ainda em bom estado? Será que não vêem que esse abate só serve para aumentar o negócio dos grandes grupos de importadores e vendedores?

Acabar com essa dita «crise» não pode ser um objectivo nacional, mas apenas um proteccionismo aos importadores e vendedores de automóveis novos. De tais apoios a esses magnatas resulta prejuízo para o País que aumenta a dívida externa com mais importações, prejuízo para as pessoas que deixam de utilizar o carro enquanto pode funcionar com segurança e rentabilidade, prejuízo para os vendedores de peças e para as oficinas de manutenção e reparação. Quantos mecânicos de pequenas oficinas, por todo o país ficarão sem emprego?

E, quando se fala que a crise alertou para a necessidade de combater o consumismo, avançam em sentido contrário com esta medida que serve para o incentivar.
Será bom que os governantes não se debrucem apenas na defesa dos banqueiros e dos grandes importadores e representantes das marcas de automóveis. O bom povo deve ser ensinado a gerir os seus interesses e resistir aos apelos de vozes exploradoras das suas poupanças e dos dinheiros dos impostos. Os governantes devem conhecer melhor as realidades dos portugueses em geral e não se limitarem a dar ouvidos às sanguessugas capitalistas.

Será que Portugal tem necessidade de mais automóveis? Será que pretendem que haja mais do que um carro por pessoa?

Haja senso. Pense-se no nível de vida da maior parte dos portugueses.

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas