30 dezembro 2009

Doentes recambiados

Esta notícia do Jornal de Notícias de que aqui deixo o título faz-me lembrar que o bastonário da Ordem dos Médicos não quer que sejam formados muito mais médicos.

Mas, apesar de já haver por cá muitos médicos estrangeiros a suprir a falta de nacionais, acontece isto «Doentes recambiados por falta de clínicos gerais».

Por mais que me esforce, não consigo compreender a teimosia corporativa de quem só olha para os médicos e ignora a situação da população e dos apoios de saúde que carece. Qual é o objectivo altruísta e patriótico? Ou apenas pensam no dinheiro que podem cobrar com a falta de concorrência? Expliquem com clareza o que se passa.

MENSAGEM DE FIM DE ANO

Um novo ano começa,
Uma década termina
E na azáfama da pressa
A terra definha.
A vida lentamente
Embriaga e conduz
Como quem sonha e sente
Na esperança a luz.
Eu sou o principio
De um Novo Ano
Trava o delito,
Emenda o engano...
Pensa e repara
Na tua linda terra,
Respeita o planeta,
Abomina a guerra!
Somos todos irmãos
Porquê tanto ódio,
Melhor é dar as mãos
E alcançarmos o pódio!

Ana Martins
Escrito a 28 de Dezembro de 2009

24 dezembro 2009

Viajar com segurança

Antes de viajar tome precauções. Veja este vídeo até ao fim. Procure não ensombrar a festa de natal. Tenha um Feliz Natal e um Ano Novo com tudo o que houver de melhor.



A notícia deste link Mais de 400 acidentes no primeiro dia da Operação de Natal mostra bem que os bons conselhos para a segurança na estrada nunca são demais. Falta de consciência do perigo causa danos a terceiros inocentes.

É indispensável ter a noção das condições do piso da estrada, das capacidades da máquina, dos conhecimentos e experiência do condutor bem como do seu estado psíquico e físico no início e durante a viagem.

Não estraguem o espírito festivo da vossa família e dos outros utentes da estrada.

23 dezembro 2009

ENTÃO É NATAL!!!!!

Imagem da net


Dobram os sinos
Que linda Estrela
De Paz e Luz
Nasceu o menino
Que zela por nós
E se chama Jesus.

Então é Natal
Haja alegria, Paz
E Amor profundo,
Nasceu o menino
E o seu esplendor
Abraça o mundo.

Então é Natal
Cantemos unidos
A uma só voz:
-Nasceu o menino
Que abraça o mundo
E zela por nós.

Ana Martins
Escrito a 22 de Dezembro de 2009

20 dezembro 2009

10 dicas para diminuir a quantidade de gordura ingerida


Cada nutriente libera uma determinada quantidade de calorias por grama. Os carboidratos, assim como as proteínas, liberam 4 cal, já a gordura libera 9 cal! Assim dá para perceber quem é o vilão na hora de pensarmos em emagrecer.Siga estas dicas e diminua a quantidade de gordura que você ingere diariamente:
1. Substitua o leite integral pelo desnatado, se não conseguir tente o semidesnatado. Faça o mesmo com os iogurtes.

2. Evite o chocolate, achocolatados e doces elaborados cuja preparação depende de creme de leite e leite condensado. Quer uma sobremesa, tente a gelatina.

3. Substitua queijos amarelos pelos brancos. Opte pelo requeijão light.

4. Evite alimentos embutidos como salsicha, linguiça, mortadela, salame, salaminho, presunto, apresuntado.

5. Retire a gordura aparente das carnes e a pele das aves.

6. Prefira salgados assados aos fritos, mas cuidado: croissant é assado e muito gorduroso!

7. Na hora do lanche dê preferência pelo pão integral e bolos simples, sem cobertura ou recheio.

8. Cuidado ao escolher o tempero usado na salada.

9. Se for preparar linguiça, hamburger ou nugget, utilize o forno. Algumas marcas podem ser feitas no micro-ondas.

10. Reduza ao mínimo o óleo utilizado para refogar os vegetais.
Fonte: IDMED

17 dezembro 2009

Em caso de sismo


Tenha em atenção que o comportamento das pessoas em situações de grande emergência é significativamente diferente do seu comportamento em situações normais. Assim conte que, durante uma catástrofe, por cada 100 pessoas: 1 a 3 ficam totalmente descontroladas (têm comportamentos irracionais e potencialmente perigosos); 50 ficam apáticas e necessitam de ordens; 22 a 24 ficam paralisadas (não se movem e precisam ser ajudadas); 25 não entram em pânico e podem tomar decisões pelo que podem tomar iniciativas de liderança e ajudar os outros.

No interior do edifício:

- Normalmente é melhor não tentar sair de casa a fim de evitar o risco de ser atingido, na fuga, pela queda de objectos.

- Permaneça calmo e preste atenção ao estuque, tijolos, prateleiras ou outras estruturas ou objectos que possam cair.

- Afaste-se de janelas, vidros, varandas ou chaminés.

- Abrigue-se rapidamente num local seguro, por exemplo, no vão de uma porta interior firmemente alicerçada, debaixo de uma mesa pesada ou de uma secretária; se não existir mobiliário sólido, encoste-se a uma parede interior ou a um canto e proteja a cabeça e o pescoço.

- Se estiver num edifício alto, não procure sair imediatamente pois as escadas podem estar cheias de pessoas em pânico e/ou haver troços de escada que ruíram;

- Não utilize o elevador pois a electricidade pode faltar e provocar a sua paragem;

- Se estiver num local amplo com muitas pessoas ou numa sala de espectáculos não se dirija para a saída pois muitas outras pessoas podem ter tido essa ideia.

- Abrigue-se debaixo de uma mesa, de uma secretária ou no vão de uma porta.

- Se tiver que abandonar o edifício faça-o cuidadosamente prestando atenção à possível queda de objectos. Procure com serenidade refúgio numa área aberta, longe dos edifícios, sobretudo dos velhos, altos ou isolados que possam ruir a uma distância de, pelo menos, metade da sua altura.

- Afaste-se de torres, postes, candeeiros de iluminação pública, cabos de electricidade ou de estruturas que possam desabar, como muros ou taludes; não corra nem vagueie pelas ruas.Se for a conduzir um automóvel, pare no lugar mais seguro possível, de preferência numa área aberta, afastada de edifícios, muros, taludes, torres ou postes. Não pare nem vá para pontes, viadutos ou passagens subterrâneas.

- Permaneça dentro da viatura até que o sismo termine. (Texto Adaptado)

16 dezembro 2009

A CAPACIDADE DE NEGOCIAÇÃO...

Muito se tem falado, estes últimos dias, do aumento, ou não no salário mínimo Nacional, para 475€ mensais, quanto a mim uma vergonha, mas isso é a minha opinião, estando já o patronato a delinear estratégias de combater este aumento, inclusive com ameaças de mais despedimentos. Somos um país do 3º mundo, que temos o privilégio de estar metidos na Europa, e dela sermos o seu caixote do lixo. Aqui ao lado, em Espanha, com a crise bem patente como em todo o mundo em geral, os salários na mesma qualificação, são 3 vezes mais do que os praticados aqui, e dou um exemplo:

A minha empresa, irá ser integrada a partir de Janeiro de 2010, numa economia de escala, criando-se assim a empresa IBÉRICA, que em conjunto com a mesma representante Espanhola, darão cobertura aos seus clientes da mesma forma até aqui, nada mudando para estes, mas aligeirando processos, e juntando recursos, quanto a isto nada a dizer. Em Outubro último, por causa da dita reestruturação, a empresa levou a cabo aqui e em Espanha, despedimentos colectivos, no seu total cá foram 41 trabalhadores, e em Espanha 180. É certo e sabido, que Espanha, regista cerca de 19% de desemprego, e Portugal cerca de 10,2%, compare-se no entanto a população activa de um e de outro. Compare-se ainda, o nível de vida e o custo deste, em que os bens essenciais são bem mais baratos do que cá, e os salários, como disse à pouco, bem mais superiores, na casa dos 1000€ mensais, na minha categoria (Vendedor), mas nas outras, chega a ser bem mais gritante a disparidade. Mas lá, em Espanha, os administradores da minha empresa, ganham menos do que os de cá, querendo dizer, que a riqueza é melhor redistribuída. O que fazer então, quando à 5 anos a esta parte, não tem havido aumentos na empresa, e o poder de compra tem-se vindo a degradar? Vamos então negociar.

O processo de negociação, passa por várias etapas, e é isso que quero aqui explicar, para se ser bem sucedido, ou pelo menos, se tirar maior rentabilidade de um negócio. “Um negócio só é bom, se for bom para ambas as partes“. Toda a gente sabe, que os sindicatos e as comissões de trabalhadores, são quem normalmente negoceia estas questões, e nesse campo não há nada a dizer. Mas os sindicatos e comissões de trabalhadores, são hoje reféns das empresas, e eu digo isto com conhecimento de causa, pois já fui delegado sindical, e este assunto é que levou ao meu abandono do dito sindicato.

1ª Etapa – Tentar perceber se existe vontade da administração em mexer nos pontos que queremos propor, ou ouvir a proposta da empresa para esse assunto. Ouvir os colegas, definir estratégias, negociar-mos entre nós o que queremos levar para a mesa das negociações, criar consenso, eleger a pessoa que irá representar o grupo e elaborar a dita proposta a apresentar (foi o que fizemos).

2ª Etapa – Esperar a oportunidade de apresentar a proposta, ou criar dentro da legalidade essa oportunidade, nomeadamente, convocando uma reunião com a administração da empresa (foi o que fizemos, numa reunião em que se tocou no assunto dos vencimentos)

3ª Etapa – Apresentar, de forma ordeira e sucinta, distribuindo à administração, cópia da mesma proposta, para que saibam bem do que propomos e as razões (foi o que fizemos).

4ª Etapa – Acompanhar de perto a evolução do desenrolar dos acontecimentos e movimentações, tentando perceber, se existe ou não, vontade de irem ao encontro das nossas pretensões.

Não esquecer, que um elemento importante deve ser tido em conta, nomeadamente, que se queremos alcançar os 10, teremos de pedir 20, para eles oferecerem os ditos 10 que pretendemos, claro que numa lógica sempre de negociação e conscientes de que o que se pede é perfeitamente aceitável, e razoável.

Na nossa negociação, a administração, não ficou muito satisfeita com esta forma de que nós adoptamos por negociar, pois no ano anterior, impuseram eles a forma e os aumentos que quiseram , e nós perdemos 44% face ao antigo sistema de comissionamento, e ficamos uns a falar para os outros, criando uma balbúrdia total, em que a empresa depois foi negociar individualmente com cada filial e seus respectivos vendedores, numa clara alusão ao “dividir para reinar” impondo assim o seu sistema. Mas desta vez, antevendo que se passaria o mesmo, antecipamos-nos e organizamo-nos, de forma a que não nos comam por lorpas mais uma vez. Ouvimos de tudo, desde que “Não pensava-mos que estávamos perante um sindicato de vendedores“, dizia um, outro ia mais longe, afirmando que tinha acabado a URSS, e o comunismo, e que não estávamos no tempo do PREC, e no 25 de Abril, todos estes, claro para espanto dos Espanhóis na sala, que são quem vai ficar a mandar nesta empresa nova IBÉRICA, boquiabertos com tamanha organização da nossa parte, não fazendo a mínima ideia dos salários e comissões aqui praticadas. Lamentáveis afirmações, as proferidas por alguns “Ratos Gordos”, que se pavoneiam com altas máquinas e salários “chorudos”, e o nosso parque automóvel, automóveis que servem para as nossas deslocações nas vendas, vendas essas que rendem milhares de euros para a empresa, está a degradar-se dia após dia.

Numa apresentação feita antes dessa reunião, foi-nos transmitido, que a “Limpeza”, referindo-se aos despedimentos colectivos anteriores, tinha mesmo assim, com indemnizações pagas, dado um resultado positivo para a empresa de 1,2 milhões de Euros, numa clara falta de respeito para com os colegas que foram dispensados, a sua grande maioria, numa idade em que são velhos para o trabalho e novos para a reforma. Mas como a mim ninguém me cala, coube-me a mim falar por todos, e assim, dar algumas chapadas de luva branca nos senhores administradores, que irão agora, pressionados pelo administrador geral Espanhol, rever todas as folhas salariais em vigor na empresa, resta-nos esperar para ver.

@Beezz
Carlos Rocha

09 dezembro 2009

Os Extra-terrestres e nós

Convido-o a puxar pelo cérebro num exercício de fantasia e de lógica futurista, lendo o post

ET. Um desafio e congeminações

http://domirante.blogspot.com/2009/12/et-um-desafio-e-congeminacoes.html

e depois escrevendo as suas fantasias, ou em comentário ou num post no seu blogue. O resultado poderá ser uma antologia com as nossas ignorâncias e as nossas congeminações, ou talvez visões que poderão vir a concretizar-se !!!

08 dezembro 2009

DÚVIDAS SOBRE O AÇÚCAR

POR QUE O AÇÚCAR É UM VILÃO?
R. O Açúcar branco, refinado, usado para adoçar os alimentos, é sim um vilão. Os prejuízos que ele causa no organismo são inúmeros. Primeiro, porque ele é uma substância extremamente concentrada. Para você ter uma idéia, uma colher de açúcar equivale a 90 cm de cana (quase 1m!), e todo produto concentrado desgasta e sobrecarrega o organismo. Além disso, durante o processo de refinamento, a cana perde todos os seus nutrientes, se tornando apenas fonte de calorias. Dessa forma, para ser assimilado, o açúcar “rouba” do organismo importantes vitaminas e minerais como o Cálcio, que é importante na fase de crescimento e na prevenção da osteoporose e a Vitamina B1, que é importante para a integridade do sistema nervoso. Sua deficiência causa alterações nervosas como irritabilidade, cansaço e perda de memória. O açúcar enfraquece o sistema imunológico, reduzindo a resistência do organismo à vírus e bactérias nocivas, deixando a pessoa mais propensa a gripes, rinite, cistite, cáries e desequilíbrio da flora intestinal. O açúcar também está relacionado ao aparecimento de Obesidade, Hipertensão, Diabetes e alguns tipos de Câncer como intestinos, mama, ovários, útero, próstata e rins.

• O CONSUMO DE AÇÚCAR CAUSA AUTOMATICAMENTE AUMENTO DE GLICOSE NO SANGUE?

R. Ao contrário dos açucares naturais, o açúcar refinado é absorvido muito depressa, causando um brusco aumento da glicose no sangue. O pâncreas é obrigado a produzir uma quantidade extra de insulina para baixar a glicemia. Essa reação é acompanhada de depressão e cansaço e a pessoa sente necessidade de um novo estimulante e acaba acorrendo um ciclo vicioso. Essas alterações na taxa de açúcar no sangue deterioram os mecanismos que regulam o metabolismo e esgotam o sistema nervoso.
• TODOS OS ALIMENTOS QUE CONTÊM AÇÚCAR ELEVAM OS NÍVEIS DE GLICOSE NA MESMA PROPORÇÃO?

R. Não, o corpo não absorve todos os tipos de açúcar na mesma velocidade. Por exemplo, os alimentos que contém açúcar refinado, como os doces em geral e as bebidas adoçadas com açúcar, elevam rapidamente a glicose no sangue, aumentando também rapidamente a produção de insulina, o que causa mal estar, dores de cabeça e fome poucas horas após sua ingestão. Por outro lado, os açúcares naturais contidos nos alimentos e a presença de fibras contribuirão para que a glicose vá para o sangue lentamente, contribuindo para maior saciedade e controle de peso. É o caso dos pães integrais, aveia, arroz integral, feijões, frutas, verduras e legumes.Todos esses alimentos contêm algum tipo de Carboidrato, que é o açúcar natural desse alimento.

• O AÇÚCAR CAUSA DIABETES?

R. O elevado consumo de açúcar aliado a uma alimentação pobre em fibras, provoca uma rápida elevação dos níveis de glicose no sangue e otimiza o depósito de gordura nas células, o que aumenta a resistência à insulina, obrigando o pâncreas a trabalhar mais e mais até que a insulina que ele produz deixa de ser suficiente e o Diabetes é instalado. Quando a alimentação for pobre em fibras, haverá uma maior propensão ao Diabetes.

• É INDICADO REDUZIR A INGESTÃO DE ALIMENTOS RICOS EM CARBOIDRATOS?

R. O Carboidrato é um nutriente essencial para o organismo, pois ele fornece glicose que é o combustível para todas as células, indispensável para a integridade do sistema nervoso. Por isso, ele deve representar 50 a 60% da alimentação diária.É necessário, portanto, escolher os Carboidratos que são absorvidos mais lentamente pelo organismo, presentes nos cereais integrais, sementes, grãos, feijões, frutas e hortaliças.

• QUAIS SÃO OS MELHORES SUBSTITUTOS DO AÇÚCAR REFINADO ?

R. O ideal seria reeducarmos o nosso paladar para apreciar o sabor natural dos alimentos, sem adição de açúcar. Algumas alternativas mais saudáveis são o mel, o melado e o açúcar mascavo ou demerara. Eles também têm uma rápida absorção, não podendo ser usados por pessoas que tem diabetes, mas sua vantagem está no fato de conterem vitaminas e minerais importantes que o açúcar refinado perdeu e por isso “rouba” cálcio e vitamina B1 do organismo
O AÇÚCAR VICIA? R. O açúcar aumenta os níveis de hormônios como a dopamina e a serotonina o que causa uma momentânea sensação de bem estar, mas com a liberação da insulina, esse estado de excitação passa, e a pessoa sente vontade de comer mais açúcar, portanto, o açúcar pode viciar.

• POR QUE GOSTAMOS TANTO DE DOCES?

R. A introdução do açúcar ocorre bem precocemente, já na mamadeira dos bebês, o que é totalmente inapropriado, uma vez que a criança, desconhecendo o açúcar, não sente sua falta.O uso do açúcar pelos bebês predispõe à diversas infecções e reações alérgicas como problemas respiratórios, infecções intestinais, cárie de mamadeira, além de deficiências nutricionais e atraso no desenvolvimento.Portanto, desde pequenos somos induzidos à dependência do açúcar.
FONTE: IDMD

07 dezembro 2009

Menino de 7 anos com ADL - Adrenoleucodistrofia


Gabriel Pollaco com 7 anos e é portador de ADL - Adrenoleucodistrofia - diagnosticado em 12/08/09 - doença esta pouco conhecida.

Diz a mãe que só conhecemos quando acontece em nossa família». A mãe criou o blog «Gabriel Pollaco - mais um caso de ALD no Brasil» «afim de entrar em contacto com outras pessoas que tiveram esta experiência de vida dolorosa, trocar informações e como forma de desabafo também, com muita Fé em Nosso Senhor Jesus Cristo vamos vivendo cada dia.»

Para quem estiver perto, ou mesmo de longe, e desejar conhecer mais pormenores e, se possível, enviar ajuda adequada, eis alguns endereços, além do link do blog atrás citado: Jackeline Depp, Novidades sobre o nosso amiguinho Gabriel, A Tulha do Atilio.

05 dezembro 2009

NÃO É A CRISE QUE NOS DESTRÓI. É O DINHEIRO...

Na sua forma peculiar de escrever, mordaz, inteligente e séria, Mário Crespo, mais uma vez, coloca o dedo na ferida, e diz-nos como vai este nosso cantinho à beira-mar plantado.







Nesta fase nada no mundo me faria revelar o nome de quem relatou este episódio. É oportuno divulgá-lo agora porque o parlamento abriu as comportas do dinheiro vivo para o financiamento dos partidos. O que vou descrever foi-me contado na primeira pessoa. Passou-se na década de oitenta. Estando a haver grande dificuldade na aprovação de um projecto, foi sugerido a uma empresária que um donativo partidário resolveria a situação. O que a surpreendeu foi a frontalidade da proposta e o montante pedido. Ela tinha tentado mover influências entre os seus conhecimentos para desbloquear uma tramitação emperrada num labirinto burocrático e foi-lhe dito sem rodeios que se desse um donativo de cem mil Contos "ao partido" o projecto seria aprovado. O proponente desta troca de favores tinha enorme influência na vida nacional. Seguiu-se uma fase de regateio que durou alguns dias. Sem avançar nenhuma contraproposta, a empresária disse que por esse dinheiro o projecto deixaria de ser rentável e ela seria forçada a desistir. Aí o montante exigido começou a baixar muito rapidamente. Chegou aos quinze mil Contos, com uma irritada referência de que era "pegar ou largar". Para apressar as coisas e numa manifestação de poder, nas últimas fases da negociação o político facilitador surpreendeu novamente a empresária trazendo consigo aos encontros um colega de partido, pessoa muito conhecida e bem colocada no aparelho do Estado. Este segundo elemento mostrou estar a par de tudo. Acertado o preço foram dadas à empresária instruções muito específicas. O donativo para o partido seria feito em dinheiro vivo com os quinze mil Contos em notas de mil Escudos divididos em três lotes de cinco mil. Tudo numa pasta. A entrega foi feita dentro do carro da empresária. Um dos políticos estava sentado no banco do passageiro, o outro no banco de trás. O da frente recebeu a pasta, abriu-a, tirou um dos maços de cinco mil Contos e passou-a para trás dizendo que cinco mil seriam para cada um deles e cinco mil seriam entregues ao partido. O projecto foi aprovado nessa semana. Cumpria-se a velha tradição de extorsão que se tornou norma em Portugal e que nesses idos de oitenta abrangia todo o aparelho de Estado.
Rui Mateus no seu livro, Memórias de um PS desconhecido (D. Quixote 1996), descreve extensivamente os mecanismos de financiamento partidário, incluindo o uso de contas em off shore (por exemplo na Compagnie Financière Espírito Santo da Suíça - pags. 276, 277) para onde eram remetidas avultadas entregas em dinheiro vivo. Estamos portanto face a uma cultura de impunidade que se entranhou na nossa vida pública e que o aparelho político não está interessado em extirpar. Pelo contrario. Sub-repticiamente, no meio do Freeport e do BPN, sem debate parlamentar, através de um mero entendimento à porta fechada entre representantes de todos os partidos, o país político deu cobertura legal a estes dinheiros vivos elevados a quantitativos sem precedentes. Face ao clamor público e à coragem do voto contra de António José Seguro do PS, o bloco central de interesses afirma-se agora disposto a rever a legislação que aprovou. É tarde. Com esta lei do financiamento partidário, o parlamento, todo, leiloou o que restava de ética num convite aberto à troca de favores por dinheiro. Em fase pré eleitoral e com falta de dinheiro, o parlamento decidiu pura e simplesmente privatizar a democracia.

@Beezz
Carlos Rocha

03 dezembro 2009

MEDIDAS ANTI CORRUPÇÃO, EXCESSIVAS!?!

O Governo, pela voz de Jorge Lacão, entende que a proposta de medidas anti-corrupção, são excessivas. Realmente, faz-me lembrar uma história hilariante, dos nossos tão bem conhecidos gatos, que podem ver aqui no vídeo abaixo:



E eu atrevo-me a mudar a letra do "Sketch", que quando eles perguntam onde é a TVI, eu colocava "Assembleia da Republica", quando eles chamam pelo Júlio Magalhães, eu colocaria "Governo e deputados do PS".

Só pode ser brincadeira, devem julgar estes senhores que irão ficar impunes toda a vida, só brincando com esta situação, e levando a coisa a rir, é que se consegue andar aqui e ir trabalhar, sustentar a família, e levar o nosso dia-a-dia, porque se for para levar a sério...

@Beezz
Carlos Rocha

01 dezembro 2009

A ARROGÂNCIA DOS JOVENS DE HOJE...

Eu, considero-me um jovem, mas a dado momento, questiono a "nossa" arrogância face à maneiro como encaramos este nosso mundo, e para demonstrar uma das muitas formas de arrogância, escrevo as seguintes linhas com exemplo concreto.

Um jovem muito arrogante, que estava a assistir a um jogo de futebol, tomou para si a responsabilidade de explicar a um senhor já maduro, próximo dele, porque era impossível a alguém da velha geração entender esta geração.
-Vocês cresceram num mundo diferente, um mundo quase primitivo! - o estudante disse alto e claro de modo que todos em volta pudessem ouvi-lo. - Nós, os jovens de hoje, crescemos com Internet, Telemóvel, televisão, aviões a jacto, viagens espaciais, homens a cominhar na Lua. Nós temos energia nuclear, carros eléctricos e a hidrogénio, computadores com grande capacidade de processamento e...," - fez uma pausa para beber outro gole de cerveja. O senhor aproveitou-se do intervalo do gole para interromper a liturgia do estudante na sua ladainha e disse:
- Você está certo, filho. Nós não tivemos essas coisas quando éramos jovens por que estávamos ocupados em inventa-las. E você, um arrogante dos dias de hoje, o que está a fazer, e a inventar para a próxima geração?
Foi aplaudido ruidosamente, de pé!


Quero com isto salientar, que devemos todos, e quando digo todos, digo novos e velhos, e homens, mulheres, crianças, todos temos a aprender uns com os outros, eu aprendo todos os dias com o meu filho de 9 anos, aprendo com o meu pai, aprendia com o meu avô, e irei com certeza aprender até morrer. Nada na vida é um dado adquirido, nada é eterno, devemos de nos compreender e de nos aceitarmos como somos, fincar pés na arrogância, só leva à estupidez, e à ignorância.


OBS: "A VOZ DO POVO" JÁ ESTÁ NO FACEBOOK, NO MEU PERFIL, VAMOS REVITALIZÁ-LA
Bom feriado

@Beezz
Carlos Rocha

28 novembro 2009

Em nome do défice, apertam o cinto as famílias, mas favorecem-se os capitalistas especuladores

O Ministério das Finanças (MF) está a estudar a hipótese de impor um limite máximo para as deduções de despesas com saúde em sede de IRS (imposto sobre rendimento singular). Ao mesmo tempo, o Governo não garante que seja aplicada ainda nesta legislatura a promessa que o primeiro-ministro José Sócrates fez em duas eleições, que consiste na tributação das mais-valias com acções.



Segundo o ‘Correio da Manhã’, o MF está a analisar todas as deduções fiscais, para ajudar a travar o défice evitando subidas de impostos, e pondera impor um limite máximo ao valor em despesas médicas que cada família pode apresentar. Actualmente, é deduzido em IRS 30% do total em despesas que o contribuinte apresentar.


Oficialmente, o Ministério não comenta a possibilidade de colocar um tecto máximo nas deduções. Apenas insistiu ao CM que não aumentará impostos em 2010.

Isso poderá estender-se aos lucros com a venda de acções. O gabinete do ministério tutelado por Teixeira dos Santos, admite ponderar os efeitos desta tributação, “designadamente em termos de deslocalização de capitais”. O MF disse ao ‘Jornal de Negócios’ que será preciso “fazer um levantamento exaustivo dos regimes vigentes noutros países e dos efeitos daí decorrentes em termos de competitividade económica; e uma avaliação das melhores práticas da OCDE [Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico]”.

De acordo com o mesmo jornal, o programa de Governo do Partido Socialista defende que se deve “aproximar o regime de tributação das mais-valias mobiliárias ao praticado na generalidade dos países da OCDE”. O regime português só é comparável com a Áustria, Bélgica, Suíça e Luxemburgo.
Se o executivo não avançar, seria a terceira vez que um Governo socialista deixaria cair esta ideia, a segunda de um com José Sócrates como primeiro-ministro.

25 novembro 2009

BASTA!


Imagem de Isabel Filipe



Já não me assusta o teu olhar
Com sabor a guerra
E as tuas mãos violentas
Já não amarrotam
O meu rosto amedrontado...
Hoje tenho a força
Que provém da terra,
Não guardo nem alimento
Negruras do passado...
Hoje estou aqui
Para te dizer que foste
O meu maior erro,
O pior engano,
Rasguei no meu diário
As páginas com gosto
à dor incendiaria
Do louco e do profano!
Já não há na história
Que um dia eu vivi
A cavilosa e malfadada inglória
Que me unia a ti...
Rasguei ao sabor do vento
As prosas de cativeiro
E hoje digo sem tormento
Não foste amor certeiro!...


Ana Martins
Escrito a 12 de Agosto de 2009


Alertas (se fores vítima...se fores testemunha)
Não ter medo de denunciar!! Ligar em caso de urgência 800202148.
Apresentar queixa às autoridades competentes.
Pedir apoio à APAV- Associação de Apoio à Vítima
Telef. 707200077 - Podes também enviar um email: apav.sede@apav.pt



23 novembro 2009

Processos judiciais encontrados no lixo!!!

Parece incrível, pura ficção, coisa imprevisível mesmo num país dos mais atrasados do terceiro mundo.

«Escrituras com nomes e respectivos contactos (moradas e telefones), relações de heranças, notificações para audiências ou peritagens de seguradoras com a identificação das viaturas são alguns exemplos dos documentos confidenciais encontrados pela Agência Lusa dentro de contentores, colocados nas traseiras do Palácio da Justiça, em Lisboa.»

Como é possível??? Quem está responsável pela guarda de tais documentos? Como é controlado o trabalho de tais pessoas? Como foram admitidas, por concurso público ou por confiança política ou cunha de um amigo do partido? Como é feita a avaliação do desempenho nesses serviços? Que regras estão estabelecidas?

Surgem tantas dúvidas acerca de notícias como estas que não sabemos em que instituições e pessoas podemos acreditar. Será que nós, portugueses, nos transformámos em imbecis irresponsáveis, incapazes de executarmos com rigor as mais fáceis tarefas?

Para conhecer mais pormenores clique aqui Processos judiciais nos caixotes do lixo do Palácio da Justiça de Lisboa

21 novembro 2009

FALECEU JORGE FERREIRA...

Faleceu hoje, vítima de doença prolongada, conforme notícia no Facebook, e no "DELITO DE OPINIÃO", Jorge Ferreira, autor do blog "TOMAR PARTIDO", e também um seguidor deste espaço, algumas vezes comentando, e outras divulgando. O seu espaço, estará eternamente na blogosfera. Cabe-me a mim enquanto autor, enviar as condolências à sua família e amigos. Paz à sua alma.

Jorge Ferreira, foi lider da bancada do CDS/PP, e fundador do PND, faleceu hoje com 48 anos de idade, de doença prolongada (estaria doente à 2 anos).

@Beezz
Carlos Rocha

18 novembro 2009

Derrapagem da ponte Europa em Coimbra

Segundo notícia de hoje, a obra da ponte Europa sobre o Mondego, em Coimbra teve uma derrapagem de 288%, isto é, custou quase o quádruplo do preço previsto no orçamento (3,88 vezes). Perante a envolvência do caso Face Oculta, como é provável que não se trate de um caso isolado, surgem as perguntas:

- Como foi distribuído esse excesso de custo?
- O prejudicado foi Portugal, fomos todos nós, e quem foram os beneficiados?
- Em cada decisão imprevista quantas entidades foram bafejadas pelos presentes e atenções?
- E quem beneficiou para que o projecto inicial tivesse sido aprovado sem contar com os «pormenores» que foram aditados durante a construção?

Mas tudo isso está ao abrigo do «segredo» profissional, de justiça, bancário, de privacidade, etc. E, aberrantemente, os que nestes casos, mais defendem o «segredo» são os mesmos que noutros cenários tecem loas, em tom firme a querer ser convincente, à «transparência».

Decidam o que é que querem, porque transparência e segredo não podem casar-se, nem pelo «casamento» que querem por aí criar. Há que escolher: ou segredo ou transparência, com a certeza de que, sem esta, haverá sempre suspeita, dúvida, boatos, calúnias, que podem ofender eventuais políticos que estejam inocentes dos males de que hoje tanto se fala.

13 novembro 2009

Vara não pediu a suspensão

O Sr. Dr. Armando Vara pediu a «suspenção» que ninguém no BCP sabe o que é e, depois de buscas pelos dicionários, não obtiveram qualquer esclarecimento. Veja-se aqui.

08 novembro 2009

A luta de massas pode acontecer

aqui, por várias vezes, em posts e em respostas a comentários, foi manifestado receio de que, se o ambiente sócio-político não se tornar mais conforme com a moral e a ética e o Poder não se direccionar mais para os interesses nacionais, isto é, de todos os portugueses, criando mais justiça social, possam surgir formas de luta mais ou menos violentas para repor a estabilidade social, que agora é apenas aparente.

O artigo do Público online «Jerónimo de Sousa diz que luta de massas será incontornável», vem confirmar que esse receio não era lunático nem fantasista, mas apenas fruto da observação das realidades do País. Do artigo ressalta que à estabilidade social deve ser concedida mais alta prioridade do que à estabilidade governativa. Daquela resulta benefício para Portugal, desta apenas resulta benefício para o partido do governo e para os seus protegidos.

Segundo o artigo, os governantes têm de saber aprender a ouvir o povo, as pequenas e médias empresas, os funcionários, os trabalhadores por conta de outrem, os policiais e os militares, naquilo que são os seus legítimos anseios, as suas reivindicações, os seus direitos.

E têm que fazer tudo para acabar com o enriquecimento ilícito, a corrupção e o tráfico de influências que estão a corroer os alicerces da necessária confiança entre todos os portugueses. Para isso ter bom resultado é preciso também reduzir a burocracia ao mínimo indispensável.

Para os interessados no tema, aconselha-se a leitura do artigo cujo título, três parágrafos acima, serve de link.

03 novembro 2009

A Elite e a arraia miúda

Transcrevo este artigo do JN de hoje, porque sinto que o caso focado tem um significado mais extenso, sendo mais um sintoma daquilo que está a ser esboçado, de forma um tanto difusa, para a sociedade moderna, como refiro na Nota final.

Os "essenciais" e os outros
JN. 091103. 00h44m. Por Manuel António Pina

Depois dos deputados, também os funcionários dos partidos foram considerados pela Direcção-Geral de Saúde (DGS) "imprescindíveis" para o "normal funcionamento da sociedade" e, por isso, incluídos na 1ª fase da vacinação contra a Gripe A, à frente de doentes crónicos, grávidas, profissionais de saúde em contacto directo com doentes, crianças, etc., que, sendo "substituíveis", terão que esperar pelas fases seguintes, rezando para que o vírus use os mesmos critérios da DGS e não se lembre deles.

Compreende-se que gente dos partidos e deputados sejam, como diz a DGS, "essenciais ao normal funcionamento da sociedade". Pode perguntar-se é como, sem padeiros que lhes façam o pão, sem motoristas que os levem ao Parlamento e às sedes, sem pessoal das águas e da electricidade que lhes garanta o banho diário, a energia para os computadores e a luz para estudar os dossiês, sem educadoras e auxiliares de infantários que lhes tomem conta dos filhos enquanto trabalham e toda a mais gente não "imprescindível" nem "essencial ao normal funcionamento da sociedade", uns e outros poderão cumprir as suas funções.

NOTA: Como o autor evidencia, é difícil e não deixa de ser injusto, dividir a sociedade em elite e arraia miúda, em essenciais e os «outros», em activos e pensionistas, em saudáveis e em doentes, em bons e em maus. Há poucos meses, houve um dirigente histórico e ainda com poder de opinião no partido que apresentou uma proposta sobre a eutanásia, ou talvez a máscara suavizante do suicídio assistido, as pensões e outros apoios a pensionistas têm sofrido consecutivos «apertos de cinto», as medidas de saúde para doentes com doenças prolongadas são insuficientes.

O panorama que pessoas pensantes está a recear é que seja ainda nas suas vidas que comece uma discreta eliminação dos não activos, para aliviar o serviço de saúde, as despesas de assistência social, as reformas, os lares do Estado, etc. E os avanços das ciências biológicas do domínio da engenharia genética vão facilitar as decisões semelhantes à da vacina, de separar os «essenciais» dos «outros», isto é, o oligarquia política e a plebe, aqueles a quem é reconhecido o direito de imunidade e impunidade para cometerem todas as aldrabices e os «outros», sem apoios, abandonados e explorados e que pagarão cada vez mais multas para que os polícias sejam bem avaliados para progresso na carreira.

Os «outros» que acordem e que manifestem a sua discordância!!!

19 outubro 2009

Cancro do pulmão é muito mortífero

O cancro do pulmão é um dos mais fatais em Portugal, tendo, em 2006, causado a morte de 3599 pessoas. De acordo com os dados do Observatório Nacional das Doenças Respiratórias houve 31013 internamentos, embora só em 6870 casos o cancro do pulmão foi causa exclusiva.

Em cinco anos, houve uma subida de 21,9%, o que leva a concluir haver necessidade de parar o crescimento e reduzir as ocorrências, evitando o tabaco e a poluição atmosférica, nomeadamente nos locais de trabalho, a fim de se evitar inalar partículas perigosas, como as de teor cancerígeno.

Para saber mais sobre o assunto, ver o artigo de hoje do Diário de Notícias Cancro do pulmão matou 3599 e provocou mais de 30 mil internamentos.

18 outubro 2009

OS VENCIMENTOS, DOS PILOTOS, DA TAP...

Eu diria, em jeito de chacota, que esta gente anda toda maluca, e diria mesmo que se estão a “cagar” para o país e para os Portugueses. Recebi um e-mail de um amigo, que por sinal é pessoa informada deste assunto, que me escarrapachou as contas dos Salários do pessoal tripulante da TAP, Salários esses, que estes senhores andam a contestar por serem baixos. Atente-se ao desenlace desta história.

Vencimentos dos pilotos (PNT) da TAP

UM ESCÂNDALO IMENSO E UMA FALTA DE RESPEITO CHOCANTE

Os RF60 // RF61 // AD75/RF 62 etc., são os subsídios adicionais ao ordenado base, que ganham desde que se levantam!!!

A vergonha é que neste país, com um ordenado mínimo que não chega aos 500€, com um prejuízo de milhões que a empresa teve o ano passado, estes senhores sem dó nem piedade, só pensam na barriga deles. Se é para acabar com a empresa, acabem de uma vez!

Coitadinhos…. Realmente, de 2007 para cá o custo de vida aumentou, e eles têm de lhe fazer face, não é?

Notem bem a AD81 e a RE23

São retribuições diárias ! Fazendo as contas por alto, verifica-se que um Comandante aufere.
5321,00+565,00+80,00+107,00+142,00+126,00+1230,00(41,00×30dias)+2100,00(71,0
0×30) = 9.671,00 Euros

E fazem greve a exigir aumentos !!!!!! Quem os está a manipular, quem será ?????


@Beezz

14 outubro 2009

MAITÊ PROENÇA: VEJAM O VÍDEO E DIVULGUEM POR FAVOR!

A todos os leitores, amigos e visitantes deste espaço quero aqui formalizar a minha indignação pela atitude da actriz brasileira Maitê Proença, aquando da visita dela a Portugal.
Maitê Proença não se poupou a esforços para ridicularizar Portugal e portugueses, mas na verdade só demonstrou a sua total ignorância e ridícula foi ela.

Ana Martins

RECEBIDO POR EMAIL O TEXTO ABAIXO:



http://www.youtube.com/watch?v=1GCAnuZD7bk


Este vídeo foi para o ar no programa Saia Justa. A actriz (?) e escritora (?) Maitê Proença estava em Portugal por causa de uma peça teatral e aproveitou o seu momentos de horas vagas (?) para fazer algumas imagens para o quadro do semanal do canal GNT. A pergunta é: como isso foi para o ar? O tema? Aquele mesmo assunto pobre de sempre: gozar com os portugueses. Como isso ainda não basta, ela terminou o vídeo cuspindo. A pergunta é novamente: para quê? Será um laboratório para ela ser “o próximo chafariz” da nova novela da TV Record?

Todo o vídeo é uma ofensa a Portugal e aos portugueses. Começa por ir a Sintra para mostrar uma porta de uma casa aparentemente comum com o 3 virado para a direita e, sem perceber o significado esotérico, zoa com os portugueses, pois diz que aquilo demonstra que está em Portugal - os caras nem sabem colocar direito um algarismo numa porta! Só vai a Sintra, que tem imensos monumentos, castelos e palácios, para gozar com aquilo.
Depois goza com o Tejo ser, para os portugueses, o mar, quando na realidade ela está junto ao Estuário do Tejo, onde o rio desagua no mar e ambos se confundem. Fala também no Salazar, de que ela não sabe nada, imaginando que, por ter sido um ditador, foi igual a Hitler ou a Mussolini. Goza com o túmulo de Camões, com o estilo arquitectónico manuelino, enfatisando o Manuel, nome injuriado no Brasil nas piadas de português e fala também no episódio no Hotel com o seu PC, quando o Hotel tem áreas de Internet e se tinha problemas com o seu Computador pessoal, deveria usar o equipamento disponível no Hotel para os clientes. O Hotel não tem obrigação de reparar os equipamentos pessoais dos clientes, sejam PC's ou carros ou máquinas de barbear ou sei lá o quê.
Eu acho que ela vai ter muita vergonha quando souber das reacções dos portugueses ao vídeo e vai pensar duas vezes antes de voltar a falar do país e dos seus habitantes. Infame, só revelou ignorância e rancor, talvez dor de cotovelo.

Enfim... vejam o vídeo e, por favor, divulguem:



http://www.youtube.com/watch?v=1GCAnuZD7bk

10 outubro 2009

GRIPE A. ALERTAS CONTRA A VACINA

Pregar contra a vacina do H1N1
A história de... Teresa Forcades, freira beneditina catalã, doutorada em medicina
JN. 091010. 00h30m. Fernando Basto

A religiosa investigou sobre a gripe A e ficou alarmada com a informação recolhida. Gravou um vídeo de 60 minutos, que corre o mundo no YouTube. "Digam não à vacina" é o seu grito de alerta.

Graças à gripe A e ao YouTube, a freira beneditina espanhola Teresa Forcades tornou-se rapidamente conhecida por todo o Mundo. Num vídeo com a duração de aproximadamente 60 minutos, a religiosa "prega" ao mundo contra a vacina da gripe A, alerta para os riscos que ela comporta e defende que ninguém deva ser obrigado a vacinar-se.

Que conhecimentos tem uma freira beneditina para iniciar uma espécie de cruzada contra a vacina do vírus H1N1? No vídeo, a freira catalã - autora dos livros "Os crimes das grandes companhias farmacêuticas" e "A teologia feminista" - começa por dar conta da sua formação académica, não vá haver dúvidas. É doutorada em Medicina pela Universidade de Barcelona. Estudou Teologia na Universidade norte-americana de Harvard e tomou ordens no mosteiro de Sant Benet, próximo de Montserrat, próximo de Barcelona.
(...) ( Para ler todo o artigo faça clique aqui)

Este post foi copiado do Sempre Jovens, onde foi publicado por um colega e colaborador da Voz do Povo. Ao João peço que me desculpe por o ter divulgado aqui sem antes lhe pedir consentimento, mas penso ser pertinente divulga-lo o mais possível.

Ana Martins

07 outubro 2009

Depois do BPN, o sector automóvel à mama

Só isenção fiscal iria aumentar as vendas de automóveis
JN. 091007. Fernando Basto

Entrega de carros para abate diminuiu desde Agosto, apesar dos incentivos.
Os novos incentivos ao abate de carros usados, em vigor desde Agosto, não estão a ser suficientes para pôr fim à crise no sector automóvel. A isenção de impostos durante dois anos continua a ser a reivindicação das empresas.

"A ganância de obter dinheiro de imediato por parte do Governo é que está a impedir a recuperação do sector automóvel". É assim que Carlos Barbosa, presidente do Automóvel Clube de Portugal (ACP), comenta a falta de uma verdadeira inversão na venda de veículos novos. Acredita-se que 2009 feche com uma queda superior a 30% em relação ao ano passado.

Com efeito, para o presidente do ACP, os novos incentivos concedidos ao abate de veículos usados - e que se encontram em vigor desde 8 de Agosto - "não vieram dar o impulso às vendas que o sector automóvel precisa e há muito reivindica".

(Para ler mais faça clique aqui)

NOTA: O que chamam «crise no sector automóvel»? Uma diminuição de vendas de carros novos? Uma diminuição de abate de carros ainda em bom estado? Será que não vêem que esse abate só serve para aumentar o negócio dos grandes grupos de importadores e vendedores?

Acabar com essa dita «crise» não pode ser um objectivo nacional, mas apenas um proteccionismo aos importadores e vendedores de automóveis novos. De tais apoios a esses magnatas resulta prejuízo para o País que aumenta a dívida externa com mais importações, prejuízo para as pessoas que deixam de utilizar o carro enquanto pode funcionar com segurança e rentabilidade, prejuízo para os vendedores de peças e para as oficinas de manutenção e reparação. Quantos mecânicos de pequenas oficinas, por todo o país ficarão sem emprego?

E, quando se fala que a crise alertou para a necessidade de combater o consumismo, avançam em sentido contrário com esta medida que serve para o incentivar.
Será bom que os governantes não se debrucem apenas na defesa dos banqueiros e dos grandes importadores e representantes das marcas de automóveis. O bom povo deve ser ensinado a gerir os seus interesses e resistir aos apelos de vozes exploradoras das suas poupanças e dos dinheiros dos impostos. Os governantes devem conhecer melhor as realidades dos portugueses em geral e não se limitarem a dar ouvidos às sanguessugas capitalistas.

Será que Portugal tem necessidade de mais automóveis? Será que pretendem que haja mais do que um carro por pessoa?

Haja senso. Pense-se no nível de vida da maior parte dos portugueses.

24 setembro 2009

Justiça. O que se passa com ela?

Transcrição do início de artigo do Jornal de Notícias. O título do artigo serve de link para se ver todo ele.

Apanhada outra vez a conduzir sem carta

JN. 090924. 00h30m

A PSP de Coimbra deteve ontem, pela 38.ª vez, uma mulher de 48 anos por conduzir sem carta. A antiga feirante tinha sido condenada a um ano de prisão no dia 10 deste mês por ser reincidente neste tipo de infracção. (...)

NOTA: dispensa comentário.

Voto, problema difícil de resolver ?!

Votar em quem?
CM. 24 Setembro 2009 - 00h30

Nenhum partido parlamentar me cativa. Não vou votar PS porque governou mal. Porque exibiu como ministros figuras trágico-cómicas: Jaime Silva, Lino & Pinho e aquele senhor que anda pela Justiça. E porque não se admite um primeiro-ministro com um passado tão dúbio, formal e moral.

Não votarei PSD porque não soube ser Oposição. Porque desuniu em vez de congregar. Porque Ferreira Leite é má demais para ser levada a sério.

Não vou votar no CDS porque não se soube reciclar após a derrota de 2005. É o mesmo Paulo Portas apenas mais embaciado, repisado e cansativo.

Não votarei à esquerda porque BE e CDU são forças conservadoras que só sabem idolatrar o Estado.

Ganhe quem ganhar continuaremos a ser mal governados. Vou votar, mas, por cá, até isso é difícil.

Carlos de Abreu Amorim, Jurista

NOTA: Oh Sr Doutor, faz muito bem em não se abster, porque isso seria mau sinal acerca da sua dedicação aos problemas dos portugueses. Não ceda à tentação de ficar a pisar o maple em frente da TV e vá votar e, como não vê em nenhuma lista candidata o merecimento do seu voto, da sua procuração com todos os poderes para gerir o País, então siga o conselho que por aí circula, vote em branco, que o mesmo é dizer que não confia neste tipo de cocheiros ou boleeiros que conduzem aos zigue-zagues o coche em que somos levados, para nossa miséria e para o enriquecimento e luzimento deles, dos familiares e dos amigos. Não há ex-político sem-abrigo, mas todos constam nas listas dos mais ricos.

23 setembro 2009

FALSA DEMOCRACIA!

Amofinam-se-me os sentidos
Quando sinto que é de gritos
Esta falsa Democracia,
Resta ao povo sapiência
Para agir com clareza
Pondo fim à hipocrisia.

Amofinam-se-me os sentidos
Quando vejo os Senhores vestidos
De tão estranha simpatia,
E com acordes de esperança
Fala-se de labor e bonança
Com enganosa maestria.

Amofinam-se-me os sentidos
Sempre que por fim a vitória
Gera aplausos e sorrisos,
Mas inglória está a história
Dos Senhores que sem memória
Esquecem sim o prometido!


Ana Martins
Escrito a 23 de Setembro de 2009

20 setembro 2009

ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS. HORA DE ACORDAR

É surpreendente, pessoas do mundo todo já inscreveram 1000 eventos em 88 países para a "Hora de Acordar"na próxima segunda-feira!

Mil eventos é um número impressionante, mas levar centenas de milhares de pessoas às ruas -- será mais incrível ainda. Esta mobilização, em uma escala inédita, terá uma forte repercussão nos meios de comunicação e para os nossos governantes, deixando claro que exigimos deles um compromisso sério com o clima. Você já pode participar de um evento perto de você, clique abaixo para ver as cidades onde há eventos cadastrados:

http://www.avaaz.org/po/tcktcktck_map/

Os líderes e a mídia já estão prestando atenção ao que iremos fazer no dia 21 de Setembro. A imprensa demonstra que precisamos de negociações urgentes para definir o novo acordo climático, mas infelizmente nossos governantes não estão comprometidos. Eles estão sendo mais pressionados pela indústria energética do que por cidadãos preocupados em reverter a crise climática. O dia 21 de Setembro é a nossa chance de mostrar que o mundo todo está demandando um tratado climático forte!

Faça parte e ajude a divulgar a Hora de Acordar. Haverão eventos de todos os tipos - bicicletadas, plantio de árvores, maracatu, samba, estudantes, comunidades indígenas e muito mais! O importante é levar a mensagem da campanha "Hora de Acordar", telefonar para nossos chefes de estado e assinar o abaixo assinado pelo clima. As imagens dos eventos no mundo todo serão editados em um clip que será apresentado para chefes de estado na ONU.

Faça parte deste incrível movimento climático - seleccione um evento no mapa clicando no link, confirme sua participação e divulgue aos seus amigos:

http://www.avaaz.org/po/tcktcktck_map/

A campanha demanda que os líderes globais assinem um tratado climático ambicioso, justo e vinculativo capaz de impedir uma catástrofe climática. O encontro da ONU e G20 na semana que vem será o último encontro de governantes antes da reunião final em Copenhague em Dezembro! Depende efectivamente de nós pressionar nossos governos para que as suas negociações não sejam um desastre. Vamos surpreendê-los!

Vemos você no dia 21 de Setembro!

Paul, Iain, Graziela, Ricken, Alice J, Ben, Milena, Brett, Taren, Pascal, Paula, Benji, Alice W, Luis, Milena, Veronique, Chris, Margaret, e toda a equipe Avaaz.

===============

P.S.: O vídeo da "Hora de Acordar" será exibido em 700 cinemas na estreia global do filme "A Era da Estupidez" dia 22 de Setembro em 40 países! Você pode encontrar as exibições no nosso mapa: http://www.avaaz.org/po/tcktcktck_map Site do filme "A Era da Estupidez" acesse: http://www.ageofstupid.net/.

P.P.S.: A "Hora de Acordar" global é um dia aberto de acções que dependem de nossa energia e criatividade -- portanto cada um de nós é responsável por "fazer e acontecer"! Se você tem um grupo de teatro, dança ou arte que poderia actuar por um momento para chamar a atenção das pessoas num local público; se você participa de ONGs, grupos estudantis, igrejas, clubes, ou qualquer outro tipo de associação, convide os seus colegas a participarem! Ainda dá tempo de inscrever um evento: http://www.avaaz.org/po/sept21_hosts

SOBRE A AVAAZ

Avaaz.org é uma organização independente sem fins lucrativos que visa garantir a representação dos valores da sociedade civil global na política internacional em questões que vão desde o aquecimento global até à guerra no Iraque e direitos humanos. Avaaz não recebe dinheiro de governos ou empresas e é composta por uma equipe global sediada em Londres, Nova York, Paris, Washington DC, Genebra e Rio de Janeiro. Avaaz significa "voz" em várias línguas europeias e asiáticas. Telefone: +1 888 922 8229

Você está recebendo esta mensagem porque você assinou "Mudanças Climáticas: a liderança européia afunda" no 2008-12-13 usando o email leonormfurtado@sapo.pt. Para garantir que os nossos alertas cheguem na sua caixa de entrada, por favor adicione avaaz@avaaz.org na sua lista de endereços.

Para entrar em contacto com a Avaaz não responda para esse email, escreva para info@avaaz.org. Você pode nos telefonar nos números +1-888-922-8229 (EUA) ou +55 21 2509 0368 (Brasil). Se você tiver problemas técnicos visite http://www.avaaz.org/

Participe da Hora de Acordar segunda-feira dia 21 de Setembro -- com mais de 1000 eventos em 88 países, já somos um verdadeiro movimento climático para pressionar nossos governantes a se responsabilizarem pelo clima do planeta!

Veja no mapa os eventos no mundo todo e participe de um evento perto de você. Faça parde desta mobilização climática extraordinária:
Veja o mapa e participe agora


Por achar este tema de máxima importância, este post foi copiado do blogue DO MIRANTE, que pertence ao nosso colega e amigo João Soares

15 setembro 2009

PELAS VÍTIMAS DE ABUSO SEXUAL

Acender um milhão de velas
Pelas vítimas de abuso sexual

As vítimas inocentes de abuso sexual da Internet não podem falar por elas próprias.
Mas você pode. Com a sua ajuda, nós podemos erradicar este negócio perverso.
Não precisamos do seu dinheiro.
Nós precisamos que acenda uma vela de apoio .
Quantas mais velas acendermos, mais poderosas se tornarão as nossas vozes.
Esta petição será usada para encorajar os governos, os políticos, as instituições financeiras, as organizações com dinheiro, os servidores de serviços da Internet, as agências de coação e de justiça a erradicar a viabilidade comercial do abuso de crianças online.

Eles têm o poder de trabalhar juntos. Você tem o poder de os forçar a agir.
Por favor, acenda uma vela na lightamillioncandles.com ou mande por e-mail o seu apoio para light@lightamillioncandles.com

Juntos pudemos destruir a viabilidade comercial dos sites de abuso de crianças, os quais estão a destruir as vidas de crianças inocentes.
Por favor envie um e-mail a todos os seus amigos, parentes, colegas ou por todas as formas viáveis para que todos possamos acender uma vela.

12 setembro 2009

Protestar de forma eficaz

O rapaz (músico) viajou de avião nos EUA. No fim da viagem verificou que a United Airlines, com toda delicadeza das Companhias Aéreas, quebrou o violão dele.
Tentou de todo o jeito ser indemnizado. O conserto ficava em cerca de € 200,00.

Depois de várias tentativas e muita canseira, desistiu (conhecemos isso...)

Então, fez um clip baratinho e postou no YouTube.
Mais de 5 milhões de acessos. Virou hit! (a letra da música é muito esclarecedora do facto).
Agora a United Airlines quer de todo jeito pagar o que ele quiser para tirar o clip do ar.

http://www.youtube.com/watch?v=5YGc4zOqozo

11 setembro 2009

Parasitas em quarentena



Carrego no corpo
os ossos desumanos da fome,
rasgam-me a pele quase finda.

As moscas alimentam-se do meu olhar
que já nada vê,
dobro-me em dores
enquanto a morte não chega.

A condição humana
sentencia-me sem julgamento.
E outros tantos como eu
são agrilhoados como vermes,
parasitas em quarentena
no jejum de terras férteis.

Maldita eutanásia
que nos esconjura, amamenta
em ventos secos involuntários
como a ânsia, de quem os concebe
a sangre frio.


Conceição Bernardino

10 setembro 2009

DURÃO, ASNAR, MFL, BUCH, BLAER E OUTROS ASSASSINOS, NUNCA MAIS!!!!!

Eu estou espantado! Nunca esperei ouvir do Francisco Louça aquilo que disse sobre os direitos dos pobres e de alguma média burguesia, esta já muito pouca. Então se nós, os pobres, não tivermos direito ao reembolso do pouco de IRS que a Entidade Patronal nos retira da folha do salário, que vamos fazer: vamos roubar os livros escolares para os nossos filhos frequentarem as escolas e pagar a dobrar o IRS? Ou melhor; vamos pagar livros e IRS? Que País, meu Deus, que País!
Francisco, Francisco! Os meus anos já não serão muitos, mas cada dia que passa sinto mais que a esquerda anda atrás de votos e de classificações. Não foi para isto que a verdadeira esquerda nasceu.
Também gostaria de falar acerca de Alberto Jardim, fascista e bandido sem cura, mas estou cansado. Estou a ver alguma esquerda muito confusa e capaz de dar o poder à direita por uns votos ou por um lugar a meio da "tabela". QUE VERGONHA! Estou indignado. Não andem a fazer fretes: Jardim é fascista com todas as letras. É um bandido, tal como Sá Carneiro e outros, que apoiaram as guerras ditas ultramarinas. Nunca gostei de esquerda envergonhada nem de esquerda que goste de fazer uma "perninha" com a direita. Que trinta diabos me levem, pois já vou tendo idade para ir caminhando, mas que não me deixem continuar a ver o que estas esquerdas, a troco de mais uns votos ao na tentativa de apanhar a medalha de bronze, tudo fazem, menos entrar em actividades a que se possam chamar de esquerda.
Quem foi e quem é o PSD? O PSD foi um grupo político nascido dentro do parlamento fascista e que apoiou as guerras ditas do Ultramar. Guerras essas onde ficaram milhares de jovens portugueses. O PSD é uma seita de malfeitores: Dias Loureiro e...Tantos que nunca mais param. Muitos até são oriundos do exército cobarde e fascista que deixou milhares para trás, sem apoio de ninguém e entregues ao seu destino: A MORTE.
Nunca fui homem de obediência a qualquer partido. Penso ser muito feio e deitar-se fora parte da nossa liberdade, como nas religiões ou credos. Contudo, eu votei sempre em partidos de esquerda. Quanto mais pequeno era o partido, mais garantidamente, tinha o meu voto. Desta vez não. Desta vez vou pôr toda a minha força e os meus parcos meios a fazer com que a direita não chegue ao poder. Eu ainda sou dos que tem medo da direita.

DAVID SANTOS

09 setembro 2009

SONDAGENS, ELEIÇÕES PARLAMENTARES 2009

Se será assim ou não, temops que esperar.

Sondagens e tendência.

PS 34,50%TENDÊNCIA +
PSD 28.90%TENDÊNCIA -
CDS 8.10%TENDÊNCIA +
CDU 7,10%TENDÊNCIA -
BLE 10,40%TENDÊNCIA -

06 setembro 2009

Brava gente brasileira, longe vá temor servil!


Caríssimos, mais uma vez estamos a aderir a uma campanha blogger, esta adesão do nosso "A Voz do Povo", tem um valor simbólico dentro deste mundo global em que vivemos. Apesar de sermos um blogue exterior ao Brasil, não somos alheios ao que lá se passa, pelas circunstâncias históricas de país irmão, pela enorme comunidade portuguesa que lá vive, pela comunidade brasileira residente em Portugal.

Por tudo o que acima referi, e também tendo em conta os leitores e colaboradores brasileiros que participam no "A Voz do Povo", são fundamentos e motivos para esta adesão solidária à campanha dos bloggers do país irmão!

Constatamos, que a preocupação deles é a mesma que a nossa, a corrupção que grassa nos políticos, a elegibilidade de políticos com ficha criminal, a segurança, educação, os direitos dos trabalhadores face às políticas neo-liberais... enfim a luta por um país mais justo, democrata e livre!

29 agosto 2009

UMA NOVA ERA...

Não consigo compreender, e se calhar o defeito é meu, ou até compreendo mas finjo o contrário, é esta dança de cadeiras, este tentar o poder a todo o custo, visto que está relançado o debate sobre as eleições de 27 de Setembro. José Sócrates, diz não aceitar "Uma segurança Social em que esteja cada um por si", como parece querer o PSD. Ora todos sabemos, que a discórdia entre o PS e o PSD, apenas tem conotações de nome e sigla, o que não deixa de ser normal, ainda para mais o acordo ortográfico está aí. O que me espanta, é que José Sócrates, veste agora a pele de cordeiro perante os Portugueses, e mostrando a sua raça de Lobo Mau direccionado ao partido que ele, e o PS entenda-se ajudou "enterrar-se" e criar divisões internas ao longo destes últimos anos, fazendo as suas mais elementares políticas, sob o lema "dividir para reinar".

Nunca houve alguém, em Portugal na governação, com "tomates" como Sócrates, para mexer naquilo em que ele mexeu, é um facto. Nunca estivemos outrora, com uma recessão destas, nem saberemos quando iremos sair, outro facto. Mas as políticas anti-sociais, dum partido dito "Socialista", as reformas da administração pública, o estatuto da carreira docente, o ataque aos direitos dos funcionários públicos, o congelamento dos seus salários, o novo código do trabalho, tudo isto e mais alguma coisa, direccionado a governar à direita, deixando o PSD sem o seu espaço, encostando-se muitas vezes ao CDS/PP com as suas políticas, tanto que alguns já diziam que haveria coligação PS/CDS-PP imagine-se. Inteligente, o sr. José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa. Tão inteligente, que se forma numa cadeira de Inglês Técnico, a um Domingo, também ajudado por um amigo militante do PS e com ligações e interesses no Partido, e surgindo o nome noutro escandaloso caso, o "Freeport". Tirem as vossas conclusões, eu já tirei a minha, mais do mesmo, Não obrigado!

Enquanto alguns, que respeito, apelam ao voto "NULO" ou em "BRANCO", eu apelo ao voto útil, esse à direita ou à esquerda, mas uma chapada no charco e marasmo deste bloco central de interesses, que nos tem desgovernado ao longo destes anos. Eu, sendo fiel aos meus princípios, assalariado que sou, da classe pobre, só poderei votar útilmente à esquerda, mas compreendo os que querem e vão votar à direita, são defensores do estatuto que tem e do seu lote de interesses a defender, como eu, defendendo os meus. Mas aos indecisos, apelo ao voto útil.

Portugal, corre o risco de continuar a ser desgovernado por este conjunto de factores, que nada de bom nos tem trazido.

@Carlos Rocha
Beezz

27 agosto 2009

Energias alternativas. Poupança

Transcrição de interessante post de Fernanda Ferreira que demonstra a necessidade de coerência e abrangência nas políticas do aproveitamento das energias alternativas, em toda a sua dimensão, evitando limitar-se apenas a casos em que haja interesses parcelares.

Cogeração – Poupança Energética a Passo de Caracol

Na nossa pequena cidade, chamada Vila Nova de Famalicão, temos um dos melhores exemplos de poupança energética do País: a Continental-Mabor. O sistema utilizado é a cogeração. A cogeração é o reaproveitamento das energias utilizadas na produção.

A Mabor tem um rendimento 50% superior a qualquer outra indústria, associada na Cogen, ou seja, enquanto as outras conseguem um rendimento na ordem dos 30% de energia, em média, a Mabor consegue 80% de rendimento. Sabendo que para isso, é única a utilizar turbinas de avião e pessoal inteiramente especializado. Com este exemplo único, neste nosso rectângulo à beira mar plantado, já podemos orgulhar-nos de algo. O que quer dizer, que a Mabor Continental evita, por ano, 6 toneladas de CO2, 20% na factura de gás natural e ainda vende a energia restante, à rede nacional de electricidade.

Foi pioneira obtendo acesso, ou direito a esta rede nacional em 2005. Posteriormente outras se lhe juntaram, dando nome à associação COGEN. Indústrias como as cerâmicas, têxteis, alimentar e até centros comerciais, onde os gastos energéticos são elevados, fazem parte desta associação.

O que não se admite, é que desde 2006 a iniciativa da COGERAÇÃO, tenha estagnado por completo. Mais PME´s se lhes querem juntar mas o acesso à Rede Nacional, o Direito de Interligação, está vedado por completo, devido às novas directivas Europeias emitidas em 2006, vejam bem, em 2006! temos na TSF, a entrevista onde explica por completo o problema da COGERAÇÃO em Portugal. Até hoje e passados três anos, o Ministério do Ambiente e o Governo nada fizeram. Aquele Governo, que se diz completamente virado e dedicado às energias renováveis!

Mais um exemplo, do que está ainda por fazer neste País. Um exemplo, onde mais uma vez as Médias e Pequenas Empresas, foram completamente postas de parte, onde se preferiram as aeólicas, hídricas, para benefício das gigantes internacionais como Iberdrola, Gamesa e nacionais como a EDP. Como sempre beneficiam-se as Empresas estrangeiras, em detrimento das Empresas portuguesas. Ouvi também, que todos os esforços foram feitos, por parte da TSF e COGEN, para que um representante do Ministério do Ambiente, estivesse presente nesta entrevista, nem sequer resposta mereceram... é para verem como estão interessados , os políticos, em satisfazer as necessidades dos cidadãos. Nunca é demais e ainda por cima, em época de eleições, denunciar a hipocrisia dos nossos governantes, no que concerne à ecologia.

Outra matéria que gostaria de mencionar, é que os grandes Lobbies, EDP, GALP, BES, já tomaram para si, este tão melindroso tema: A SUSTENTABILIDADE, como se fossem os salvadores das Espécies e do Planeta, esquecendo-se porém, que andam aí portugueses, de menor "envergadura" económica, a gritar para o vazio e a ouvir apenas o seu próprio eco! Querem colaborar e todos os acessos lhes são vedados. Isto, é que é preciso denunciar!

Sr. Ministro, ouça a voz dos que querem participar, para melhorar a qualidade de vida do nosso País, como a COGEN, que segundo a TSF, só terá a 12ª conferência com o Poder Político em Novembro, (do ano que passou!) sem esperança à vista, de que façam algo para, que possam aceder à Interligação da Rede Nacional. E acertaram! Até hoje!... Nada! Mesmo agora, (2009) que vai ser construída uma fábrica, de componentes aeronáuticos, no Alentejo! Uma forma eficaz de poupar energia e criar postos de trabalho! Vamos deixar entrar uns raios de sol no nosso País, sim?

TSF : "Mais Cedo Ou Mais Tarde" entrevista em 6 Junho 2008 - Cogeração
Publicada por Fada do bosque no Blogue sustentabilidade não é palavra é acção

NATO prepara golpe

À medida que se aproxima a cimeira de Lisboa da NATO, os círculos do grande capital procuram preparar a opinião pública para aceitar o reforço do papel de polícia mundial daquela aliança militar. Com o pretexto do combate à «pirataria marítima», o ministro da Defesa da Alemanha, o democrata-cristão Jung, acaba de exigir o fim do princípio constitucional da separação das funções da polícia e das forças armadas. Mas, até no sindicato da polícia e no próprio Governo levanta-se forte oposição contra uma proposta que a concretizar-se aproximaria o parlamentarismo alemão dos regimes militares. Mas convém estar atento, porque não é inocente a algazarra que se está a fazer em torno da revisão constitucional em vários países europeus. Sobretudo, depois do fiasco da chamada «constituição europeia».

Convém ter presente que foi o presidente Clinton e os governos socialistas e social-democratas europeus que em Rambouillet rasgaram a Carta das Nações Unidas e as constituições de vários estados membros da NATO para atacar a Jugoslávia e aprovar o chamado «novo conceito estratégico» agressivo. Foram estas forças que abriram as portas à posterior agressão militar contra o Iraque, desencadeada por Bush, Blair e Aznar com Durão Barroso a desenrolar o tapete nos Açores. Desde a última cimeira de Estrasburgo e com o pretexto do «combate ao terrorismo», a NATO, instigada pelo actual presidente norte-americano, Obama, e pela ofensiva militar no Afeganistão, tem vindo a preparar o terreno para dar mais machadadas na Carta da ONU. A concretizar-se a marginalização e o esvaziamento do papel das Nações Unidas e a concentração nas mãos da NATO do poder militar e de decisão à escala planetária estaríamos face a um verdadeiro golpe contra a ONU. O consenso que parece já existir entre os Estados Unidos e as potências da União Europeia de que «a NATO terá de ser um fornecedor de segurança mundial» («do Kosovo a Cabul», Público, 02.08.09) aponta nessa direcção. Mas se o artigo 1.° da Carta da ONU diz que o primeiro objectivo das Nações Unidas é «manter a paz e a segurança internacionais» porque pretende a NATO arrebatar-lhe tais funções, aceites e aprovadas pelos 192 estados membros da ONU?

A explicação é simples. A segurança de que fala a NATO é a segurança dos
grandes monopólios internacionais. Os governos que empurram os militares dos seus países para guerras e agressões no estrangeiro com o pretexto de que tais operações dão prestígio internacional, estão a degradar as forças armadas para uma espécie de contingente mercenário que garanta o saque do petróleo, das matérias primas e os interesses geoestratégicos das grandes potências. Estão a desprestigiar os seu países junto dos povos que prezam a sua soberania.

Em Portugal, as Forças Armadas estão ao serviço do povo e do País e não devem ser subvertidas na sua função constitucional nem utilizadas como braço armado de uma ordem mundial cada vez mais injusta e opressora ou como instrumento de um sistema capitalista em profunda crise económica, social, política e moral. A paixão do PS pela NATO é uma afronta aos nossos princípios constitucionais e à própria dignidade das Forças Armadas Portuguesas. Mas, para os partidos que no plano interno dão prioridade aos interesses do grande capital é evidente que o militarismo e a subserviência face aos interesses das potências que pretendem dominar o mundo são também o resultado dessa sua opção de classe e da sua total ausência de patriotismo.

Rui Paz

24 agosto 2009

SONDAGENS ELEIÇÕES PARLAMENTARES 2009

Bem, eu nunca me meti numa coisa destas. Até, ao contrário, fui sempre contra este engodo, sondagens. Pois se não foi sempre, quase sempre me enganaram. Contudo, e a pedido de uma Empresa que se dedica a este tipo de trabalho, foi-me pedido, por um amigo meu, do qual não tenho dúvidas da sua honrabilidade, o que não acontece com os resultados. Pois destes, ainda que me pintem de amarelo às riscas, só no final, melhor; depois dos votos contados é que eu posso acreditar, mentira ou verdade.

MAS COMO PROMETI CUMPRO: EIS OS RESULTADOS PARA O PARLAMENTO PORTUGÊS EM 27/09/2009.

ESTES RESULTADOS NÃO ESTÃO FIXOS. VÃO ALTERANDO CONFORME O + OU - à frente dos respectivos valores. Caso os resulttados estejam de acordo ou não com o que vier aconter em 27/09/2009, eu próprio denunciarei aqui a Empresa e os seus colaboradores.

Mas vamos às sondsgens a um mês o acto eleitoral:


PS 37,25%a 38,25% TENDÊNCIA +
PSD 30.00%a 31.00% TENDÊNCIA -
CDS 9.25 a 8.80% TENDÊNCIA +
CDU 7,20 a 8.30% TENDÊNCIA -
BLE 7,15 a 8,25% TENDÊNCIA -
________________________________
Na próxima semana volto a trazer mais resultados actulizados.
Esoero que na próxima semana apareçam mais partidos como candidatos a deputados. É que não sou nada apologista de sempre os mesmos.

Eu não sou responsável por este trabalho. Mas confio em quem o está a fazer. É muito arriscado, mas vou esperar.

David Santos

21 agosto 2009

O mito das duas luas

Os abusos da Internet são muito frequentes utilizando spams, falsos pedidos de ajuda, notícias erradas, brincadeiras que, além de entupirem os canais da informação, levam as pessoas em erros por vezes muito inconvenientes.

Agora está a circular a mensagem de que em 27 de Agosto, será possível vislumbrar duas luas, devido à aproximação de Marte à Terra, o que segundo os especialistas não pode ser mais errado, como é divulgado na notícia. «Duas luas? É um mito, dizem os especialistas».

O Núcleo Interactivo de Astronomia (NUCLIO) esclarece «Isto nunca se verifica», «Mesmo nos momentos de maior aproximação Marte nunca deixa de ser somente um ponto brilhante no céu», estando muito longe de igualar a dimensão da lua aos nossos olhos.

Segundo os especialistas, «este tipo de mensagem começou a circular em 2003 quando ocorreu uma oposição de Marte (a altura em que Marte e a Terra mais se aproximam) particularmente próxima, uns meros 56 milhões de quilómetros. Essa oposição ocorreu no dia 27 de Agosto de 2003 e foi amplamente noticiada por todo o mundo. Desde então, a história volta a circular por esta altura do ano, mencionando o dia 27 de Agosto, apesar das oposições não ocorrerem nas mesmas datas», frisou o NUCLIO.

Este ano irá registar-se uma aproximação máxima, mas a 24 de Dezembro, e terá apenas 88 milhões de quilómetros, o que fica muito longe dos 56 registados em 2003. Pois bem, a Lua vai estando a 400 mil quilómetros e, por isso, bem mais visível.

Segundo os especialistas, algo similar ao que sucedeu em 2003 só acontecerá a 31 de Julho de 2018, altura em que Marte vai estar a 57,59 milhões de quilómetros de distância da Terra.

Convém que deixe de haver pessoas ingénuas que entrem no jogo mal intencionado dos que pretendem encher as nossas caixas de entrada dos e-mails com lixo e erros grosseiros.

17 agosto 2009

Eleições negócio de clãs

Seria desejável que os políticos pensassem nos interesses do País e na forma de o desenvolver para aumentar as condições de vida, o bem-estar e as comodidades dos cidadãos e que, depois de serem escolhidos pelos votos, colocassem em acção todas as suas capacidades para a obtenção desse fim superior.

Mas, infelizmente para todos os portugueses, a realidade mostra que os políticos pautam as suas decisões pelos seus próprios interesses e os do seu partido. Em concordância com estas ideias surge hoje a notícia «Familiares ‘enchem’ listas do PSD» em que se referem casos concretos do negócio de clã em que a política está transformada.

Mas isto não se passa apenas no partido referido na notícia acima citada. Também hoje se lê a notícia «Parque Escolar: Estado pagou a arquitectos mais de 20 milhões de euros sem concurso». Não é o primeiro caso noticiado deste facilitismo usado na manipulação do dinheiro público. E ficam por esclarecer dúvidas como as seguintes: Qual será o elo de ligação, familiar, de amizade, de partido ou outros que unem esses arquitectos aos governantes. O Ministério da Educação já fez uma negociata que deu que falar com o Dr. João Pedroso, irmão do deputado PS Paulo Pedroso, agora candidato à Câmara de Almada, e também com o Magalhães, com a TLEBS…

Também hoje, no artigo «A Taxa de Roubo», são referidas várias irregularidades referentes a várias situações como, por exemplo, nos mega-projectos que, antes de começar já assinalam derrapagens indiciadoras de que a componente PPF (Pagamentos a Partidos e Figurões) que por vezes acabam por atingir valores que ultrapassam a percentagem, para passarem a ser múltiplos do valor orçamentado. E como nem tudo é transparente e visível, há o factor NSP (Nível de Sonegação Pura), que inclui tudo o que seja trocas em dinheiro vivo em malas, e o GDC (Grau de Desfalque Contabilizável), e financiamentos através dos off-shores.

Será oportuno ler também os artigos «Um governo prometedor» e «Comigo na lista, não mudo»

Enfim notícias alarmantes que fazem pensar seriamente no estado em que o País se encontra e que, por atingirem vários sectores do leque político, não surpreende que venham a ser qualificadas como sendo elementos de campanhas negras, uma contra cada partido!!! E viva o circo.

06 agosto 2009

Limpar Portugal é imperioso e urgente

Todos devemos apoiar e colaborar, na medida das nossa forças, a campanha em andamento para tornar Portugal habitável de forma sustentada e sustentável. Limpar e manter limpo é benéfico para todos nós.

Visite o site Limpar Portugal e decida inscrever-se. Cumpra o dever de cidadania de dar o máximo de colaboração. O ambiente e, principalmente, os vindouros agradecem.

05 agosto 2009

Super-gajo modelo nacional

É curiosa a generalizada facilidade com que se criticam os governantes, pobres indivíduos que não dormem nem descansam a pensar nos muitos problemas que têm que resolver em benefício do povo que se mostra descontente e ingrato. O ministro das Finanças quando passou a acumular com a pasta da Economia foi bem claro ao referir esse esforço hercúleo.

Por outro lado, à mínima falha ou «discrepância», elevam-se as vozes populares a dizerem tudo o que andavam a recalcar desde que procuravam esquecer a última situação confusa. Os políticos, saídos do povo e nem sequer tendo sido escolhidos os mais dotados de qualidades cívicas e intelectuais, acabam por ser uma amostra de um determinado escalão da sociedade de origem. Ora, o português tem desenvolvido o culto pelo «gajo», principalmente, pelo «gajão», o «super-gajo», aquele que, no relvado, consegue rasteirar o adversário sem que o árbitro veja, ou ao mínimo encosto se atira para o chão a queixar-se da suposta falta que o adversário cometeu sobre ele. Também é admirado o sortudo que diz ter ganho várias taludas ou o euromilhões ou aquele que consegue vender uns quadros por dez vezes o seu preço normal, etc.

E olhando para estas características, não custa compreender os resultados das últimas eleições autárquicas em que candidatos sob suspeitas de crimes graves, e sem apoio dos partidos a que tinham pertencido, conseguiram ganhar as eleições como independentes. São indivíduos da classe dos «super-gajos, ídolos do povo, modelos de habilidade e esperteza que todos tentam imitar. E daí que um dos partidos mais significativos no leque político do País, embora concorde que não devem candidatar-se aqueles que estão sob suspeita pública de crimes, não hesitou em escolher para as listas indivíduos arguidos de crimes relacionados com as suas funções. São modelares «super-gajos», os tais que são apontados ao povo como exemplos.

Mas se tudo isto é coerente com o modo de ser do português médio e os dirigentes políticos estiverem a agir com inteligência, já o mesmo não acontece com o caso da Joana que mostrou mentiras nítidas que nos foram atiradas aos olhos misturadas com areia para impossibilitar a visão. Não houve convite oficial? Nisso acreditamos. A sua oficialização seria apenas o encerramento de negociações que decorrem durante mais ou menos tempo. O convite existe desde o primeiro momento, a aceitação e a oficialização vem depois. O pedido de namoro é um «convite» de casamento que poderá vir a realizar-se mais tarde. E essa mentira a respeito de Joana acabou por ficar bem clara.

Um outro aspecto dos políticos «super-gajos» saltou mais uma vez da caixa. Autarcas que se consideram acima da lei, acima dos tribunais onde desrespeitam juízes (há vários casos). Também a forma descortês com que se referem ao PR, ao Tribunal de Contas, ao Provedor, ao PGR, aos políticos de outros partidos, são um mau exemplo para o cidadão. Olhando para isso, ficamos sem saber se devemos respeitar alguém. Perante este ambiente que tem muitos outros matizes, parece que da classe política, salvo eventuais excepções, ninguém merece o nosso respeito. Mas merecem, isso sim, o nosso esforço de irmos às urnas entregar o boletim virgem, imaculado, sem um pinta de tinta, em branco.

QUE SEITA, MEU DEUS, QUE SEITA!!!

Manuela Ferreira Leite reuniu a ninhada toda. Estão lá todos. Desde de Cavaco, até à badalhoca da Nogueira Pinto. A tal que não quer aumentos para os reformados, porque "o dinheiro é para copos e para ser roubado pelos filhos", dos reformados, claro está.
De arguidos, só faltam os que andam de coleira ao peito. Mas atenção, um dia destes, ainda que possa custar alguns dissabores a alguns membros da seita, pode aparecer por aí algum de coleira ao peito e polícia ao alto com a chave, da coleira, claro está.
Que País, meu Deus, que País!

David Santos

28 julho 2009

Crimes ambientais. Limpar Portugal

Segundo o relatório anual do Serviço de Protecção da Natureza e Ambiente (SEPNA), a Guarda Nacional Republicana (GNR) registou 5877 denúncias de crimes ambientais em 2008, o que representa um crescimento de 23 por cento comparativamente a 2007, com 4513 ocorrências.

Isto revela "uma maior sensibilização do cidadão para as questões do ambiente", conforme refere o autor do relatório.

Estes, como muitos outros tipos de crime, exigem a denúncia de quem deles tenha conhecimento ou que deles tenha suspeitado por ter observado indícios. Cabe depois á autoridade a investigação e adopção de medidas adequadas previstas na lei.

Dentro do mesmo espírito, chama-se a atenção para o apoio a dar ao movimento Limpar Portugal que se propõe limpar a floresta portuguesa num só dia. A Natureza - o ambiente precisa de ser preservada e mantida no melhor estado de limpeza para, de forma sustentada, permitir a vida nas melhores condições.

"CADA UM É COMO CADA QUAL"

Há pessoas, que por ignorância ou por vontade de ser o que aparentam, tornam-se, na minha perspectiva, claramente fascistas. Embora não seja isto que aqui quero admitir. Quero apenas e só lembrar como algumas pessoas se tornam numa fracção de segundo, naquilo que não aparentam.
Um dia destes escrevi, já nem sei bem onde, que Alberto João Jardim é um fascista e, não admitindo haver fascistas bons, era um grande bandido. Disse-o por que motivo? Para quem não tenha lido o que na altura escrevi, aqui vai: este Alberto João foi membro da “ala liberal fascista” naquele tempo. Contudo, e como se isto não bastasse, foi dos que, juntamente com Sá Carneiro e outros “fascistas” apoiou a guerra do Ultramar. Daí, ele não ser apenas um fascista, o que por si só já não era pouco, mas também bandido. Bem, vou deixar o dono da Madeira e falar acerca de outro, que agora “arvorado” em democrata, toma atitudes claramente fascistas. Bom, mas este não é fascista. Anda apenas a mostrar uma face que eu não lhe conhecia. Contudo, espero, que ao ler este meu texto, tome juízo e se deixe de ser dono. Sim, ao ler este texto, porque sei que o irá ler e tirar dele as melhores ilações. Espero.
Doutor Francisco Louçã será que o senhor quer ser dono da vontade dos militantes ou quer ser dono do Be?
Não. Eu não vou entrar na discussão em redor daquela cachopa que dá pelo nome de Ana Amaral Dias. Não. Nada disto. Nem na conversa entre Louçã e Sócrates. Não porque Sócrates me mereça alguma confiança. Mas Louçã, só por aquilo que tenho lido e ouvido ultimamente, não me merece, mesmo nenhuma. O que tenho ouvido e lido deste, ultimamente, leva-me a considerá-lo um fascista da nova vaga, que mais parece um galo de crista levantada para sentir de que lado vem o Vento.
Tenha vergonha! Não está a compreender que estas suas atitudes lhe dão um aspecto de fascista e de dono? Sabe mesmo o que é ser antifascista? Nunca soube, já entendi!
Tenha vergonha! Admitindo que Sócrates a convidou para mudar de clube, o que tem o senhor com isso? Atrás do que é que andam? Trabalho? Não! Não brinque comigo…
Tenha vergonha! Mas no caso de a cachopa não ter sido convidada por Sócrates, mas ter sido convidada por Aberto da Ilha, por exemplo, será que é alguma coisa consigo?
Tenha vergonha! Não queira mandar onde não deve nem queira fazer do BE um agrupamento de carácter religioso, em que nada pode ser feito sem ordem expressa do dono da seita.
Tenha vergonha! Se a cachopa quer e se é ou não convidada, seja por quem for, onde está o problema?
Tenha vergonha! Se a cachopa quer, ou não quer, pouco importa! O que é que o senhor Doutor Louçã tem com a vida dela?
Tenha vergonha! Olhe agora para o que lhe havia de dar: ter um clã e ser dono.
Bom, ficamos por aqui. Espero não voltar a ter de escrever sobre esta borrifada. É que comigo, não há peias… Eu não quero nenhum lugar na política, ok?

David Santos

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas