08 março 2010


História e Cultura : Curtos Circuitos,Longas Travessias


Antonio Paulo Rezende



Há três espécies de homens:os vivos,os mortos e os que andam no mar.


Platão


Cercados de história,construímos nosso cotidiano com regras,transgressões e improvisos. Não só as histórias que vivemos, que marcam cada passo que damos nas ruas e nas moradias que visitamos. As lembranças também de tantas informações que nos fazem mergulhar em tempos surpreendentes. A memória nos atiça. É difícil controlar e sistematizar tantas aventuras e qualificá-las. O tempo tem uma plasticidade e uma indefinição constantes. Firmamos certas verdades,para nos garantir de certezas indispensáveis para seguir adiante.

...Somos sociais,não há cultura sem intermediação,sem troca,sem sinalizações.Como seria possível nos comunicar se cada um se bastasse no seu isolamento inatingível?

...


Cultura Cidadania e Violência

Isabel Cristina Martins Guillen
Maria Ângela de Farias Grillo

1 comentário:

Mirão da Estrada disse...

Carta ao Excelentíssimo Presidente da Republica
Quando o sol cai e a noite escurece
Que de mansinho a lua aparece e a estrelas a reluzir
No infinito do céu cristalizando o reflexo
Da verde amazônica estampada na ondulação
Da pororoca,que por dentro de suas varreduras
Uma prancha leva contente o vulgo
Pelo norte e sul do Brasil
Cobiçado por entre mil,transbordando de uma riqueza infinita
Brasil verde e amarelo
Branco azul anil
Em cada cor uma alma,cada alma com mais resplendor
Alma da terra que onde se planta tudo nasce
Alma da terra que a água não foge
E da tua bravura não corre,não esconde
Com fortes braços este país erguestes
E agora nas migalhas do insensato
Tens por sobrevir um caos político
Dentro de uma estrutura social desmontada
Corrompida
Pela sobrevivência de um sonho que outrora
Realidade
Com pesares lastimáveis um nobre andarilho
Descreve-se por este Brasil de planaltos e planícies
Em busca da liberdade,suas pernas já cansadas imploram
Pelo bom senso que resta de um político metalúrgico
Que feraz com sutileza o pensamento desfaltez
Dos coronéis brasileiros...





Mirão da Estrada

Mirão da Estrada
Publicado no Recanto das Letras em 28/09/2007
Código do texto: T671758

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas