14 agosto 2010

Viva a Liberdade

          A Liberdade, cada vez é mais cerceada, as democracias actuais já não são livres, fazem-nos acreditar que sim, mas na verdade, não o somos. Estamos manietados controlados pelo novo sistema político, assente num denominado "Neoliberalismo político ", que não é mais que o recrudescimento de um "Neofascismo" encapotado que pretende dominar todas as sociedades e com base estratégica no clube de Bildenberg. Não sou adepto das teorias da conspiração, nem do pessimismo, mas sou forçado pelas evidências a analisar o que se passa ao meu redor, o que está a acontecer no nosso mundo à escala global.
          As nossas comunicações são escutadas, os nossos e-mails controlados, os nossos registos de dados circulam nas mãos de milhentas empresas, que nos sujeitam à maior tortura publicitária, somos obrigados a uma sem fim parafernália de proformes de controlo social.
         A política é controlada pelo poder económico, que se sobrepõem aos próprio Estados, a economia já não funciona como teorizou Adam Smith, pois os mercados já não se autoregulam, são intervencionados e manipulados por mãos bem visíveis, a livre concorrência não existe é asfixiada pelo poderio dos grandes grupos económicos! A nossa Liberdade assenta sómente em cada um per si e na sua relação com o actual mundo. Um mundo cada vez mais complicado, mais desprovido de humanismo, sentimento, valores morais e sociais, um mundo dividido, desigual, injusto! Aumenta a pobreza e com ela a miséria social e humana, as desigualdades são abismais e tudo por culpa da ganância do homem, e do capitalismo selvagem que impera na actual sociedade!
         Viver a Liberdade em liberdade hoje, é pois uma falácia. A Liberdade está portanto em cada um de nós, e no sentido que se lhe dá, e como atrás referi, vivida per si e em si com base na sua relação com o actual mundo!


Viva a Liberdade

 Existem proibições

para tudo e para nada,

existem limitações,

imposições, impostos, chips...

câmeras de vigilância

e quem não concordar com o sistema

é ostracizado,

é comunista,

é processado,

é multado,

preso e condenado!

Mas eu,

enquanto o Sol brilhar,

enquanto houver amizade,

enquanto eu respirar

enquanto eu tiver voz!

Gritarei sempre...

Viva a Liberdade!"




Um abraço!
Victor Simões!

7 comentários:

Luís Coelho disse...

Gostei destas observações e também já tinha percebido que novas correntes políticas nos roubam a liberdade.
Quem não estiver de acordo é penalizado.
O poema traduz a mesma ideia e está muito bem conseguido.
Enquanto puder e a voz me deixar
hei-de gritar liberdade.

A. João Soares disse...

Caro Victor,

Em 1971, no Curso Superior de Management organizado pelo INII que consistia em sessões de três dias, duas ou três vezes por mês durante um ano lectivo, ouvi o professor Rogério Ferreira Fernandes (ontem falecido, que repouse em paz) que orientou uma dessas sessões, dizer que era um «optimista preocupado».

Como o Victor conhece dos meus posts, uso uma capa de optimismo, de esperança, mas «preocupado», atento aos perigos que nos cercam e que têm tendência a agravar-se. Por isso concordo com o seu grito de alerta contra o cerceamento da liberdade e o apertar de controlos sucessivos, acrescidos e sobrepostos, de forma a nada escapar ao Poder oculto que domina o mundo através do «vil metal», com todas as pandemias que este acarreta.

Cada um de nós deve lutar pela liberdade, mas trata-se de uma luta muito desigual. O fosso já não é apenas de poder de compra, mas de cultura, de formação e, em breve, de capacidades racionais, condicionadas pela engenharia genética que Hitler não conseguiu levar até mais além por ainda não ter a força de uma ciência moderna, hoje já existente.

A filosofia do Bilderberg já está a ser seguida por muita gente ligada ao poder. Almeida Santos levou ao congresso do seu partido um papel sobre a eutanásia. Dentro de poucos anos, quem não produz será devidamente tratado, principalmente se precisar de apoio de saúde. Deixará de haver reformados, deficientes, desempregados duradouros, etc., o que será menos uma despesa social do Estado

E na sociedade haverá os bem preparados para funções directivas e os dotados de cérebro rudimentar para cumprir tarefas repetitivas sem necessidade de raciocinar.
Estamos a ir por esse caminho: já se fala em deixar de haver no ensino chumbos e repetições porque para os futuros trabalhadores naquele esquema não é preciso cultura.
Deixa de haver reivindicações organizadas e com perspectiva de obter êxito. O fosso será total.

Um abraço
João
Do Miradouro

Beezzblogger disse...

Ó amigo Victor, eu ando a dizer isto também, parabéns pelo Post, está magnífico. Mas eu também não me deixo controlar, na medida do possível, pois como diz o Amigo João, está cada vez mais difícil isso acontecer, e conseguir fugir à teia que eles nos andam a lançar.

Um Bom fim de semana, e até Setembro, altura que voltarei de férias, mas sem nunca deixar de por os olhinhos aqui.

Abraços do Beezz

Ana Martins disse...

Olá mano,
eis um grito legitimo e que precisa fazer-se ouvir!

VIVA A LIBERDADE!

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

Linda Simões disse...

Viva a Liberdade!

Enquanto houver amizade...

Enquanto tiver voz...


...


Beijinhos,



Linda Simões

Saozita disse...

A liberdade, é uma das nossas conquistas de Abril e devemos continuar a lutar por ela, sobretudo pelos nossos direitos, enquanto cidadãos de um Estado de Direito e Democrático. O que a meu ver será cada vez mais necessário, pois todos os dias são postos em causa por quem nos governa.

Beijinho

Tânia Marques disse...

Levei este post para um dos meus blogs: www.marquesiano.blogspot.com
Beijos

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas