26 fevereiro 2010

O TAMANHO DA SAUDADE

Joaquim Pires Simões
PSarg. OPRADET/OPCART
da Força Aérea Portuguesa
02-04-1936 / 26-02-1999


Permanece no ar o teu sorriso sadio
E a ternura do teu olhar ainda hoje a sinto,
Resiste ao tempo o teu encanto luzidio
E com as tuas graças Paizinho eu já brinco.

Permanece no ar o teu suave perfume
E os conselhos que davas ainda os recordo,
Resiste ao tempo sem qualquer queixume
Aquele teu abraço quente e forte.

Permanece no ar a tua grandeza
Num apelo maior de um não à tristeza,
Paizinho Querido que amor tão presente...

Carrego no peito o tamanho em saudade
Da tua ausência já sem idade
Nesta viagem do tempo que o tempo não sente!


Ana Martins
Escrito a 22 de Janeiro de 2010

PAIZINHO 11 NOS JÁ SE PASSARAM, MAS TU CONTINUAS VIVO NOS NOSSOS CORAÇÕES E PENSAMENTOS, E ASSIM SERÁ ENQUANTO A VIDA ME ACORDAR!

5 comentários:

Mário Relvas disse...

Olá Ana Martins,

A vida tem destas coisas. Neste dia, 26 de Fevereiro, há 11 anos partiu o seu pai, que infelizmente não conheci. Junto-me a vós nesta recordação através deste seu poema sentido.
E neste dia, 26 de Fevereiro, há 22 anos, nasceu o meu querido filho Bruno.
Coisas da vida!

Um abraço

Beezzblogger disse...

A eterna saudade tem destas coisas, Amiga Ana, as minhas considerações e sentimentos por este dia triste para ti.

O Poema, como sempre está belo, e onde quer que esteja, o teu pai, estará a olhar por ti.

Estendo também os votos ao amigo Victor Simões, deixando-lhe aqui um forte abraço.

Ana Martins disse...

Mário Relvas,
parabéns ao seu Filho Bruno e que este dia se repita por muitos e longos anos, sempre com muita saúde, paz e amor.

Beezz,
muito obrigada, este dia nunca passará em vão, é a única coisa que neste momento posso fazer pelo meu Pai, recorda-lo e homenagea-lo da forma como merece.

Beijinhos, bom fim de semana e muito obrigada pela vossa atenção,
Ana Martins

david santos disse...

Olá, Ana!
A solidariedade não é coisa que nos recue no tempo, mas é a coisa mais sincera e humana que podemos repartir uns com outros.
O soneto está belo. A homenagem a isso convidava.
Agora vamos em frente.
Abraços.

Å®t Øf £övë disse...

Ana,
Quem se ama nunca morre, porque fica sempre a viver em nós.
Bjs.

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas