16 julho 2010

Para os que virão


Como sei pouco, e sou pouco,
faço o pouco que me cabe
me dando inteiro.
Sabendo que não vou ver
o homem que eu quero ser.



Já sofri o suficiente
para não enganar a ninguém:
principalmente aos que sofrem
na própria vida, a garra da opressão, e nem sabem.


Não,não tenho o sol escondido
no meu bolso de palavras.
Sou simplesmente um homem
para quem já a primeira
e desolada pessoa
do singular- foi deixando,
devagar,sofridamente,
de ser para transformar-se,
_ muito mais sofridamente_
na primeira e profunda pessoa
do plural.


Não importa que doa: é tempo
de avançar de mão dada
com quem vai no mesmo rumo,
mesmo que longe ainda esteja
de aprender a conjugar
o verbo amar.


É tempo sobretudo
de deixar de ser apenas
a solitária vanguarda
de nós mesmos.
Se trata de ir ao encontro.
(Dura no peito, arde a límpida
verdadede nossos erros.)
Se trata de abrir o rumo.


Os que virão,serão Povo,
e saber serão,lutando.


Thiago de Mello.

imagem-net

6 comentários:

david santos disse...

Lindo, Linda!
Brilhante!
"Se trata de ir ao encontro.
(Dura no peito, arde a límpida
verdade de nossos erros.)
Se trata de abrir o rumo".´
A nossa passagem é isto: tratar.
Ainda que no condicional, "Se trata de abrir o rumo".
E o verbo, ainda que haja quem não queira, terá, um dia, de aprender a conjugar: amar. Só temos que trabalhar com alguma boa vontade porque, um dia será tarde demais...
Abraços

Linda Simões disse...

Obrigada, David!


Os Estatutos do Homem,também de Thiago de Mello, é bem interessante ,pois o poeta chama a atenção para os valores simples da natureza humana.

É isso amigo,se trata de abrir o rumo,e sem demora.


Um abraço,


Linda Simões

Saozita disse...

Estimada amiga Linda. Belo poema com uma linda mensagem.
"É tempo sobretudo
de deixar de ser apenas
a solitária vanguarda
de nós mesmos." É importante que deixemos de ser sómente solidários, é preciso agir, colocar em prática, estar na luta presente, só assim poderemos um dia acreditar num mundo melhor.

Tem um bom fim de semana amiga.
Beijinho.

victor simoes disse...

Linda, este lindo poema é sobretudo um apelo, a uma necessária mudança de atitude, o assumir dos erros de forma a evoluirmos no sentido de uma sociedade mais forte, coesa e onde impere o respeito por nós mesmos humanos. Isso só será possível, respeitando a Natureza, todos os seres vivos e amando o próximo.

Tem um bom fim de semana.
Beijinhos

Linda Simões disse...

Beijos ao casal. Felicidade.

A poesia do Thiago é um inicio da caminhada.

Façamos nossa parte.


Bom final de semana,


Linda Simões

Claudia Lawrence disse...

hi linda, nice post & good blog, i think u must try this site to increase traffic. have a nice day !!!

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas