11 julho 2010

"Ver a Paisagem" 36 anos depois da Revolução do 25 de Abril de 1974

Por Carlos Luís

in: Força Emergente    



Diz-se que uma imagem vale mais que mil palavras.

Aqueles que costumam ver a volta à França em bicicleta têm oportunidade de ter uma visão geral daquele País, muito particularmente o ordenamento a arquitectura e a paisagem de tantas aldeias, vilas e cidades por onde passa a caravana ciclista.

Quem vê essas imagens que nos são transmitidas, tem de sentir quão distantes estamos dessa outra Europa.

O nosso problema não é apenas o PIB, ou a divida externa, ou o fraco crescimento comparativo.

É acima de tudo um problema cultural que se reflecte na pobreza da paisagem urbana e numa população atrasada mais de cem anos relativamente ás gentes dessa outra Europa.

O problema grave resultante disso é que a classe politica mais evoluída e detentora do poder há muito que percebeu que as gentes deste povo embrutecido são o verdadeiro fermento que precisavam para fazerem do País aquilo que querem com a quase garantia que ninguém os irá contrariar.

É este atestado de pobreza intelectual ostentado por mais de 90% da população, que permite o lançamento de expectativas politicas pelos mesmos actores do PS e do PSd, mesmo quando já passaram mais de 30 anos a fomentarem a injustiça social e sem que este povo perceba que é deles a responsabilidade pela situação em que nos encontramos.

E se os incentivássemos a verem passar as bicicletas ?

Quem sabe se ao verem aquelas imagens, não começarão a pensar na razão porque é que não têm um País parecido com aquele.

E está logo a seguir a Espanha, numa altura em que já não há fronteiras.

Podemos estar integrados na U.E, mas isso é apenas um pormenor de decisão politica, desmentida pelo nosso urbanismo, a que acresce o atraso cultural que tão bem tem sido aproveitado por esta matilha de gente sem escrúpulos.

Enquanto esperamos pela evolução deste povo, confesso que vou continuar a ver a paisagem.

1 comentário:

Luís Coelho disse...

Concordo contigo nesta análise socio-política portuguesa.
Fiz um poema relacionada que podes ver no lidacoelho.
Andava com aquilo às voltas numa indecisão de publicar ou não.
Esta madrugada lancei-o para o espaço
Para quebrar o peso lancei logo a seguir outro que também estava em rascunho, mais leve e solto.
Espero não ser preso...mas andam por aí uns paisanos defensores acérrimos do PS...PSD...
Viva ALEGRE, que logo depois sobe a factura...

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas