03 fevereiro 2011

Hoje apetece-me rir





Hoje apetece-me rir,


da merda deste País, da ditadura reciclável


que nos impõem descaradamente


das mãos nojentas que nos metem nos bolsos


dos colarinhos brancos sujos até às entranhas


dos Pinochets disfarçados de bons samaritanos


das taxas irreais que nos cobram absurdamente



Hoje apetece-me rir,


dos rendimentos milionários dos burocratas


das pensões vitalícias dos corruptos


dos falsos tridentes, das mãos gordas


que nos tratam como dejectos



À foda-se,


hoje apetece-me rir,


do discurso do Sócrates


ao som do Cavaquinho


que nos pedem sacrifícios


em prol de um País pobrezinho



Hoje apetece-me rir,


da minha grande estupidez,


porque onde caga um português cagam logo


dois ou três.





Conceição Bernardino

1 comentário:

Luís Coelho disse...

Pois eu nem sei se hei-de rir ou se hei-de chorar...Isto é tudo a mesma malandragem....quem os ouviu na oposição e os ouve agora no governo parece que até mudaram de partido e de vontade política.....
Safa....

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas