22 maio 2008

Bombeiros bem ou mal equipados?

Há poucos dia o Sr. MAI, com muita pompa e circunstância e o seu habitual «entusiasmo», afirmava que, este ano, os fogos florestais não iriam levar a melhor, não iriam ficar a rir da dificuldades dos bombeiros, no confronto com os «soldados da paz», e anunciava que estes foram dotados com mais meios modernos.

O povo bem intencionado, de brandos costumes, muito crédulo nas palavras dos senhores governantes, ficou mais tranquilo e convencido de que os grandes fogos de anos anteriores, foram coisa do passado. Mas já nesses anos ouvira iguais promessas e não viu melhoras significativas.

Mas, como balde de água fria, antes que os fogos anulassem a ilusão criada pelo Sr. ministro, caiu agora a notícia «bombeiros sem equipamento» no jornal gratuito Metro. Segundo ela, o comandante distrital de operações de socorro de Lisboa, Elísio Oliveira, referiu no dia 20 as necessidades de equipamentos individuais dos bombeiros. Disse que existem carências de «materiais de protecção individual para combate a incêndios urbanos, e sistemas de respiração». Curiosamente, o seu espírito de missão levou-o a dizer que, apesar disso, os bombeiros podem «responder a qualquer situação», mas certamente, com menor eficiência!

Depois de tais palavras, a governadora civil do distrito de Lisboa, Dalila Araújo, salta à estacada e garante que as corporações do distrito estão bem equipadas.

Perante isto, ficamos totalmente baralhados. Quem estará a falar verdade? Quem é tecnicamente mais credível para opinar sobre o assunto? O que concluir das palavras de Dalila a desmentir o comandante Elísio? Como reagirá este?

6 comentários:

victor simoes disse...

Caro João Soares, já sabemos como é,na verdade nem os bombeiros estão bem equipados, como agora a questão dos combustíveis piora a situação. Se já antes funcionavam com crédito, porque o Governo não cumpria a tempo e horas, que será daqui em diante?
Claro que se a Srª Governadora Civil confirmasse as palavras do CMDT Elísio Oliveira, estaria despedida a curto prazo. O CMDT, não sei o que lhe irá acontecer, mas tabém fica já marcado!
Cambada de mentirosos, os políticos antes de abrirem a boca, deveriam meditar.

A. João Soares disse...

Caro Víctor Simões
Todos os anos, entre Fevereiro e Maio, aparecem belas promessas de que nesse ano não há fogos! Pelo que não devemos dar muito crédito às promessas. Por outro lado os responsáveis pelas organizações não perdem oportunidade de fazer um choradinho, para terem uma desculpa quando a missão não é integralmente cumprida. Quanto à governadora, fez o seu papel de se colocar ao lado da tutela a fim de garantir o «tacho dourado», mas tecnicamente deve saber zero do que são os equipamentos dos bombeiros. Nestas condições, se eu tivesse de escolher em quem mais acreditar, apesar de tudo, iria para o comandante.
Se o comandante não tiver sido nomeado pelo governo não sofrerá muito com esta atitude, mas se tiver sido nomeado por confiança política, depressa saltará do lugar.
É sempre perigoso contrariar as manobras de acção psicológica dos governantes!!! E, cuidado, dentro em breve, serão utilizados no Ocidente os obstáculos à liberdade de expressão em uso nas ditaduras do terceiro mundo (Myanmar, Cuba, China, etc.), como se depreende do post «Futuro com graves ameaças à Liberdade» em Do Miradouro.

Um abraço
A. João Soares

Abraço

Agulheta disse...

Caro João.
desculpe esta minha entrada no espaço,mas gostei do que li e reli,mas o sr,ministro fala fala,mas não vê o que não quer ver! pois a GNR está muito bem munida de meios é verdade,mas os Bombeiros se não é a população,os imigrantes,do seu país tinham os parques a cair de podre,e falo nisto porque sei,como é
Abraço e BFS LISA

A. João Soares disse...

Cara Lisa,
Não tem que pedir desculpa. Eu é que tenho o dever de lhe agradecer. São sempre bem vindos comentários que venham ajudar a compreender melhor o assunto tratado, com seriedade e educação. Os bombeiros voluntários não têm recebido o apoio mais eficaz de muitas autarquias e vivem da generosidade do povo, das empresas. Por vezes também as próprias direcções das Associações não apoiam o corpo de combatentes pela paz, pensando apenas na ostentação da sua vaidade pessoal. Daí que tenha havido em muitas localidades atritos entre os comandantes e as direcções. Em tudo deve haver civismo, respeito e dedicação pela causa pública.
Abraço
A. João Soares

Fénix disse...

Sr João como sabe os bombeiros estão mal equipados, a nível do EPI de combate a incêndios urbanos e industriais, as coisas são dramática, desde a falta de fatos nomex e ARICAS, e os que existem estão fora de validade.

A nível dos incêndios florestais as coisas não são melhor, nenhum equipamento fornecido pelos governadores civis apresenta qualquer característica de protecção da chama nem ao calor, nenhum tecido usado é amolgado pela CEE, nada comparado com os adquiridos para a GNR, alguém anda a brincar com a vida dos Bombeiros Portugueses e ninguém tem coragem em trazer essas questões a publico, porque é que será

A. João Soares disse...

Caro Fénix.
Compreendo as suas preocupações. Colaborei na criação do Serviço Municipal de Protecção Civil de Loures, onde contactei de perto com as várias corporações de bombeiros do Concelho. Mais tarde, por razões alheias aos problemas do corpo de bombeiros, contactei com uma Associação de Bombeiros Voluntários de Lisboa. Nesses contactos apercebi-me do deficiente relacionamento entre as direcções das Associações e os Corpos de bombeiros. É aí que reside o problema do mau equipamento dos soldados da paz.
Qual o motivo de haver tanta luta para ser presidente de uma associação? Que benefícios ocultos obtêm? Que conhecimento tem o comandante do corpo de bombeiros das contas da Associação? Que prioridade é dada aos bombeiros nos destinos do dinheiro da associação?
O Governo e as autarquias, que fornecem dinheiro aos bombeiros, deviam exercer maior controlo sobre o emprego dessas verbas.
A solução deve começar a ser procurada internamente.
Um abraço
A. João Soares

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas