01 janeiro 2011

Ensitel cai no inferno das redes sociais

Caríssimos, por achar bastante interessante aqui fica a história de uma consumidora que faz história na nossa blogosfera, pela sua preserverança e sobretudo por saber aproveitar os recursos que a internet coloca ao dispor dos cidadãos. Este é um objectivo de A Voz do Povo, denunciar as tropelias que todos os dias os cidadãos são vítimas, quer por parte de grandes consórcios empresariais, quer por parte dos organismos públicos, assim como manifestar o descontentamento ou contentamento, relativamente à forma como o nosso país é governado pelos políticos, esta é uma forma de luta, é também uma forma de exercer a cidadania.
Congratulo-me pois com a resolução deste caso anunciado já pela empresa Ensitel e pela Maria João Nogueira, no último dia do ano de 2010.

Um abraço, e votos de um Bom Ano de 2011

Victor Simões


Ensitel cai no inferno das redes sociais

por: Ana Rita Guerra, Publicado em 29 de Dezembro de 2010 no ionline

A cadeia de electrónica Ensitel está debaixo de fogo na internet e enfrenta uma das piores crises de reputação de que há memória em Portugal, depois de alegadamente se ter recusado a trocar um telemóvel avariado que ainda estava dentro da garantia.

O caso recua a 2009 mas explodiu ontem nas redes sociais porque a consumidora em causa, Maria João Nogueira, recebeu uma citação do tribunal intimando-a a constituir advogado. Motivo: escreveu vários posts a contar a experiência com o telemóvel e foi contactada pelos advogados da Ensitel para que apagasse esses textos, pedido ao qual não acedeu. Agora diz que a Ensitel quer ir para tribunal e forçá-la a retirar os sete textos que explicam em pormenor a saga do Nokia E71.

O problema é que estamos na era das redes sociais e Maria João Nogueira é nada menos do que a coordenadora da equipa de blogues do Sapo, e uma das bloguistas mais conhecidas da internet nacional. Ou seja, a história tornou-se viral em poucas horas. A contenda do jonasnuts (nome do blogue de Maria João Nogueira) era o tópico mais partilhado na comunidade portuguesa no Twitter e a página da Ensitel no Facebook foi entupida de insultos. Vários sites reportaram a história e os links que apontam para o blogue de Maria João Nogueira multiplicaram-se.

Entretanto, algumas centenas de utilizadores do Facebook começaram a queixar-se de que tanto os links para o jonasnuts como os seus comentários na página da Ensitel estavam a ser apagados. A blogosfera imediatamente gritou "censura", a palavra espalhou-se rapidamente e os insultos passaram a ser às dezenas por minuto. A empresa, que sofreu um autêntico festival de enxovalho na internet, acabou por emitir um comunicado a meio da tarde de ontem ( 28 de Dezembro ).

"A Ensitel não põe minimamente em causa qualquer tipo ou forma de liberdade de expressão, mas repudia, rejeita e não aceita ser alvo de uma autêntica campanha difamatória, assente em factos absolutamente falsos que têm como único intuito denegrir a imagem e boa reputação [...] apenas porque o cliente não se conformou com uma decisão judicial que lhe foi desfavorável", escreve.


A decisão a que se refere em comunicado é a do centro de arbitragem de conflitos de consumo de Lisboa, onde o caso chegou, e que foi no sentido de que a cliente deveria entregar o aparelho à Ensitel para que fosse arranjado - o que Maria João Nogueira recusou.



"A Ensitel está a precisar de contratar uma empresa de relações públicas, mais do que uma sociedade de advogados", escreveu a bloguista na segunda-feira, depois de referir o documento de 31 páginas que recebeu do tribunal. "Portanto, a Ensitel não gosta que os clientes expressem livremente a sua opinião. A liberdade de expressão é muito linda e coiso e tal, mas só quando não chateia", escreve.



O relato Toda a história pode ser lida nos sete posts publicados desde 27 de Fevereiro de 2009, em www.jonasnuts.com. A consumidora recebeu um Nokia E71 que, no segundo dia de uso, apresentava falhas na luz do ecrã. Foi à loja para trocá-lo mas informaram-na de que não havia mais em stock, pelo que devia ir à Nokia para que lho reparassem. A marca respondeu que era responsabilidade da Ensitel trocar o aparelho - e afinal apareceu outro em stock, mas numa segunda loja encontraram "um risco no ecrã" que, segundo a consumidora, era inexistente.

"Várias reclamações e quase dois anos depois, a Ensitel quer levar a consumidora a tribunal por causa dos posts no blogue e milhares de portugueses juram que nunca mais entram numa loja da marca. "


4 comentários:

L.O.L. disse...

Á pois é. E os meus últimos 3 posts falam disso mesmo. lol.
Bom ano.

Luís Coelho disse...

Parabéns à M. José Nogueira e também à empresa visada por reconhecer e aceitar os erros.
O consenso nunca poderá estar apenas de um lado.
Juntos e esclarecidos não iremos permitir que gozem connosco.

Conceição Bernardino disse...

E assim vai o mundo...

olá Victor peço-te desculpa mas uma vez que não te consigo enviar emails, queria pedir-te se me podias adicionar ao blog. tive problemas no meu pc o que fez com que perdesse acesso aos blogs.

obrigada
beijinho e bom ano

Jonas disse...

Obrigada pelo post e pela divulgação :)

(Só agora começo a ter tempo para pôr a leitura em dia :)

Bom 2011.

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas