17 fevereiro 2009

DESAJUSTES DIRECTOS EM PORTUGAL...


Portugal, País de grandes tradições e brandos costumes… pelo menos é que muitos pensam ser verdade… até abrirem os olhos, eu pelo menos, tento-os abrir, há quem não queira, mas “A MIM NINGUÉM ME CALA!!!”

Agora, expliquem-me, porque eu devo estar a ver mal, como é que se justifica:

1) gastar mais de 10.000,00 euros num GPS para um instituto público - quando nos dizem que não há dinheiro para baixar as propinas aos alunos.

2) Aquisição de:1 armário persiana; 2 mesas de computador; 3 cadeiras c/rodízios, braços e costas altas - pela módica quantia de 97.560,00 EUROS (!!!)

3) Em Vale de Cambra , vai-se mais longe… e se pensam que o Ferrari do Cristiano Ronaldo é caro, esperem para ver quanto custa um autocarro de 16 lugares para as crianças : 2.922.000,00 €
É isso mesmo: quase 3 milhões de euros???

4) No Alentejo , as reparações de fotocopiadoras também não ficam baratas:
Reparação de 2 Fotocopiadores WorkCentre Pró 412 e Fotocopiador WorkCentre PE 16 do Centro de Saúde de Portel: 45.144,00 €

5) Ao menos em Alcobaça , a felicidade e alegria as crianças fala mais alto: 8.849,60€ para a Concentra em brinquedos para os filhos dos funcionários da câmara!
Crianças… se não receberam uma Nintendo Wii no Natal, reclamem ao Pai Natal, porque alguém vos atrofiou o esquema!

6) Mas voltemos ao Alentejo, onde - por uns meros 375.600,00 Euros se podem adquirir: ” 14 módulos de 3 cadeiras em viga e 10 módulos de 2 cadeiras em viga

Ora… 14×3 + 10×2 = 62 cadeiras… a 375.600,00 euros dá um custo de… 6.058,00 Euros por cadeira!
Mas, pensando bem, num país onde quem precisa de ir a um hospital passa mais tempo sentado à espera do que a ser atendido - talvez justifique investir estes montantes no conforto dos utentes…

7) Em Ílhavo , a informática também está cara, 3 computadores e mais uns acessórios custam 380.666,00 €
Sem dúvida, uns supercomputadores para a Câmara Municipal conseguir descobrir onde andam a estourar o orçamento.

8) Falando em informática, se se interrogam sobre o facto da Microsoft ser tão amiga do nosso País, e de como o Bill Gates é/era o homem mais rico do mundo… é fácil quando se olham para as contas: Renovação do licenciamento do software Microsoft: 14.360.063,00 €
Já diz o ditado popular: Dezena de milhão a dezena de milhão, enche a Microsoft o papo!
(Já agora, isto dava para quantas reformas de pessoas que trabalharam uma vida inteira?)

9) Mas, para acabar em pleno, cagar na capital fica caro meus amigos! A Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa gastou 5.806,08 € em 9072 rolos de papel higiénico !
Ora, uma pesquisa rápida pela net revelou-me que no Jumbo facilmente encontro rolos de papel higiénico (de folha dupla, pois claro! - pois não queremos tratar indignamente os rabos dos nossos futuros doutores) por cerca de 0,16 Euros a unidade…
Mas na Faculdade de Letras, aparentemente isso não é suficiente, e o melhor que conseguiram foi um preço de 0,64 Euros a unidade!
É “apenas” quatro vezes mais do que qualquer consumidor consegue comprar - e sem sequer pensarmos no factor de “descontos” para tais quantidades industriais.


Num País minimamente decente, eu deveria poder exigir que me devolvessem o valor pago em excesso, não? Mandava o link para a Faculdade de Letras de Lisboa, e exigia que me devolvessem os 4.000 e tal euros pagos a mais. (Se comprassem no Jumbo, teriam pago apenas 1.451 euros pelo mesmo número de rolos de papel higiénico.)

Ó MEUS AMIGOS…. como é que é possível justificarem estas situações? Que, como se pode imaginar, não são as únicas. Se continuasse a pesquisar nunca mais parava - como por exemplo, os mais de 650 mil euros gastos em vinho tinto e branco em Loures. Leitores de Loures, não têm por aí nada onde estes 650 mil euros fossem melhor empregues???

É preciso ser doutor, ou engenheiro, ou ministro, ou criar uma comissão de inquérito, para perceber como o dinheiro dos nossos impostos anda a ser desperdiçado? Isto até me deixa doente… é mesmo deitar o dinheiro pela retrete abaixo (literalmente, no caso da Faculdade de Letras de Lisboa!)

Querem mais? Divirtam-se no Portal da transparência

11 comentários:

Beezzblogger disse...

.|. Seguirei atentamente aqui os comentários dos intervenientes...

MaF_Ram disse...

Isto põe-me doente!

victor simoes disse...

Caro amigo Beez, parabéns pelo excelente post, que revela aos nossos leitores, como é desbaratado o erário público! É de facto uma pouca vergonha, isto são roubos à descarada... ninguém é preso, ninguém é questionado, nada é averiguado, enfim um escândalo.

Um abraço

Pc Alves disse...

É realmente de deixar um contribuinte doente. Numa altura em que só se fala em crise económica e desemprego, ver tanto dinheiro mal gasto ou pior ainda... faz-nos pensar se os nossos políticos andam de olhos vendados. E se andam de olhos vendados será que é porque assim o querem?
É incrível, mas isto é matéria de primeira página de jornal.
Só me resta dizer PARABÉNS pelo post.

Ana Martins disse...

Caro Beezz,
A mim parece-me que o nosso País alem de ser de grandes tradições e brandos costumes é também de fenómenos!!!!!!!!!
Rouba-se à descarada e não se investiga, e quando se investiga dá sempre em nada!

Beijinhos,
Ana Martins

Portaria ILEGAL disse...

Eu bem martelo mas a casca é dura

Mário Margaride disse...

De facto amigo Carlos isto, é de bradar aos céus. Tanto dinheirinho desbaratado, e passam a vida a dizer que o país anda de tanga...!

Excelente post!

Bom fim de semana.

Mário

A. João Soares disse...

Caro Beezz,
Olhando apenas para isto é de apavorar: «3 computadores e mais uns acessórios custam 380.666,00 €». Cada computador custa mais do que um automóvel de luxo. Possivelmente, veio acompanhado desse automóvel mas não poude subir as escadas para a Câmara!!!
O que considero muito grave é ninguém deitar os olhos à forma como os dinheiros públicos está a ser gastos. Não há verificação das contas? Não supervisão? Será por falta de pessoal? Então o que faz tanta gente nas autarquias e nos gabinetes do Estado?
É curioso como não aparece um comentário de um alto funcionário a explicar como isto é possível.
Mas um dia aparecerá a dizer, como é costume, que tudo está dentro da legalidade e não foi cometido qualquer erro.
Abraço
João Soares

Beezzblogger disse...

De facto meus caros amigos, é de levar as mãos à cara com vergonha... sim, eu sinto vergonha de ser Português, e sabem porquê? É que lá fora, quando se fala em Portugal, fala-se na maior parte das vezes destas coisas, e identifica-se como país do "laxismo e deixa andar", e isto entristece-me profundamente, e pior do que isso, envergonha-me.

Como estes casos referidos no post, há vários, e pesquisar é o que devemos fazer, até para escarrapachar esta bostada toda. Os links estão lá, eu não inventei nada, mas tenho o dever enquanto cidadão inconformado de o expor.

Agradeço a todos os meus comentadores antecedentes, e um óptimo fim de semana.

Beezz, A mim Ninguém me CALA!!!!

Odele Souza disse...

E os "gatunos"fazem vista grossa. O povo vê a roubalheira,se apercebe, mostra indignação só eles é que fingem não ver. É de se pensar se isto um dia terá fim. Sei que não é consolo algum, mas por aqui também as coisas não são muito diferentes.Infelizmente.

Abraços.

Carla Silva e Cunha disse...

gostei do que vi e li
parabens pelo trabalho
boa semana
beijinhos
Carla

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas