26 fevereiro 2009

Mudar é preciso

Não podemos pretender que as coisas mudem, se continuamos a fazer sempre o mesmo.

Albert Einstein

NOTA: Muito certo!!! Por isso, não iremos sair da crise. Não existem ideias para fazer diferente! Todos os «sábios» continuam a resistir à mudança aplicando os raciocínios que aprenderam na escola, há mais de 20 anos . E foram essas receitas que deram origem à crise. É preciso inovar, aplicar novos remédios.

5 comentários:

Zé Povinho disse...

A crise está para ficar e aquilo que a causou (a especulação desenfreada) ainda não foi proibida ou confinada ao ambiente de casino, sem ligação ao tecido produtivo.
Mudar é para pessoas com coragem e inteligentes, mas quando se fala de dinheiro e de lucros, a inteligência costuma ficar lá bem no fundo, porque estamos no reino dos "espertos".
Abraço do Zé

A. João Soares disse...

Amigo Zé Povinho,
Na política faltam pessoas com inteligência, coragem e dedicação ao País, aos outros.
São precisas novas soluções, diferentes das que os manuais aconselham assentes na experiência do passado. Todo esse saber de catecismo já falhou, depois de ter gerado esta crise. Agora são precisas novas ideias, nova estrutura do sistema financeiro mundial e, para pôr um novo sistema a funcionar é preciso saber, inteligência e muita coragem para enfrentar as sanguessugas que arruinaram a vida do ser humano de todo o mundo.
Um abraço
João Soares

Beezzblogger disse...

É como diz, realmente falta inovação. O País e o mundo, precisam dela, como de pão para a boca.

Estamos numa pescadinha de rabo na boca, mas não faz mal, Haveremos de dar a volta por cima, poderá é ser tarde demais.

Abraços do Beezz

A. João Soares disse...

Caro Beezz, A mudança terá de ser agora, estimulada pela crise. Já começou com limitações aos exploradores ávidos de dinheiro. Não será fácil porque há muitos poderosos que terão de perder hábitos de exploração que lhes têm trazido benefícios injustos. A opinião pública não pode calar-se, terá de pressionar os Governos a agir a bem da moralidade de procedimentos do capitalismo selvagem.
Devemos lutar para que os nossos descendentes possam viver num mundo mais moral e justo.
O lucro louco não é tudo na vida e deixa atrás um rasto de pobreza. Há que combatê-lo
Abraço
João Soares

victor simoes disse...

o problema reside precisamente no conservadorismo, na manutenção das elites. O povo português, é agarrado à camisola e por isso resistente à mudança.
Afinal, quem é que permite que Portugal esteja a saque? " Os velhos do Restelo ".

Um abraço

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas