03 maio 2007

PRECISA_SE AMIGO


Não precisa ser homem, basta ser humano, basta ter sentimentos, basta ter coração. Precisa saber falar e calar, sobretudo saber ouvir. Tem que gostar de poesia, de madrugada, de pássaro, de sol, da lua, do canto, dos ventos e das canções da brisa. Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir falta de não ter esse amor… Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo. Deve guardar segredo sem se sacrificar.

Não é preciso que seja de primeira-mão, nem é imprescindível que seja de segunda mão. Pode já ter sido enganado, pois todos os amigos são enganados. Não é preciso que seja puro, nem que seja todo impuro, mas não deve ser vulgar. Deve ter um ideal e medo de perdê-lo e, no caso de assim não ser, deve sentir o grande vácuo que isso deixa. Tem que ter ressonâncias humanas, seu principal objectivo deve ser o de amigo. Deve sentir pena das pessoas tristes e compreender o imenso vazio dos solitários. Deve gostar de crianças e lastimar as que não puderam nascer.

Procura-se um amigo para gostar dos mesmos gostos, que se comova, quando chamado de amigo. Que saiba conversar de coisas simples, de orvalhos, de grandes chuvas e das recordações de infância. Precisa-se de um amigo para não se enlouquecer, para contar o que se viu de belo e triste durante o dia, dos anseios e das realizações, dos sonhos e da realidade. Deve gostar de ruas desertas, de poças de água e de caminhos molhados, de beira de estrada, de mato depois da chuva, de se deitar no capim.
Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela, mas porque já se tem um amigo. Precisa-se de um amigo para se parar de chorar. Para não se viver debruçado no passado em busca de memórias perdidas. Que nos bata nos ombros sorrindo ou chorando, mas que nos chame de amigo, para ter-se a consciência de que ainda se vive.”

Vinicius de Moraes

5 comentários:

A. João Soares disse...

Caro Amigo Vinícius, preciso dele. Onde está?
Não estou a falar sério. Ele está ao nosso lado. É nosso leitor, visita mesmo que não deixe comentário. Mas não se manifesta se o a iniciativa não partir de nós. Para a amizade, temos de ser nós a dar o primeiro passo, porque se esperamos que seja o outro a avançar, ele poderá estar à nossa espera e nunca mais aparece o gesto denunciador do afecto. Temos que ser nós. Sou vosso amigo e espero a vossa retribuição, porque Amor com Amor se paga, como diz o povo.
À Amiga Naty, beijinhos de amizade
João

A.J.Faria disse...

Como é bom ter um amigo assim!
Excelente Post!
Um grande abraço!

david santos disse...

Tua e de todos os seres existentes em todos os planetas. Conta comigo.
Abraços.

Papagaio da Suica disse...

Estou aqui porque sera que ainda nao reparastes.

choro quando canto
rio quando leio
mas se pedes entretanto
dentro do teu ceio
responderei ao teu pranto.

com carinho e respeito do frio.

m.o

Beezzblogger disse...

Precisa-se, pura e simplesmente.

Ainda que não se note, mas o vazio está cá.

Abraços amiga naty, do beezz

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas