02 outubro 2008

Segredos da leucemia

Nós, portugueses, padecemos de muito pessimismo e falta de auto estima, pelo que se deve aproveitar todo o motivo de satisfação para levantar o moral dos descrentes nas possibilidades lusitanas.

Felizmente, têm surgido muitas notícias que evidenciam que os melhores portugueses em nada são inferiores aos estrangeiros. Há que publicitar os casos positivos para alimentar o orgulho nacional, como aqui tem sido feito em vários posts.

Hoje, a notícia «Portugueses descobrem segredos da leucemia» é motivo para festejar. Segundo ela, a proteína PTEN actua como supressora de tumores, sendo uma espécie de guarda costas, ou de bombeiro, do organismo. Mas quando o nível de outra proteína, a CK2, aumenta, a PTEN fica inactiva deixando o organismo indefeso, à mercê de qualquer célula maligna. Uma equipa de investigadores do Instituto de Medicina Molecular de Lisboa, liderada por João Taborda Barata, descobriu este fenómeno e concluiu pela necessidade do desenvolvimento de um inibidor da CK2, que evite o aumento do seu nível, o que pode curar a leucemia.

Actualmente, o tratamento já tem uma eficácia de 80% nas crianças. Quem desejar saber mais siga o link atrás indicado e não deixe de ler a revista Journal of Clinical Investigation, de Novembro onde este estudo virá publicado.

5 comentários:

Å®t Øf £övë disse...

João,
Esta descoberta pode vir a revelar-se daqui a uns tempos, um passo fundamental para a cura da leucemia. Esperemos que assim seja.
Abraço.

victor simoes disse...

Viva Caro João.
Esta, foi uma excelente notícia, para quem sofre da doença, e para todos nós em geral. É bom que a ciência avance, e é motivo de regozijo para nós portugueses, que os nossos conterrâneos, tenham sido bem sucedidos nos seus trabalhos de investigação.
Pena é, que a investigação aínda esteja relegada para 2º e 3º plano, pois temos bons técnicos e cientistas, que mereciam por mérito próprio, mais apoio.

Um abraço

A. João Soares disse...

Caro Victor,
As descobertas de soluções para muitos males vai surgindo a seu tempo, porque a ciência é fértil em recursos cerebrais.
O ponto principal deste post é o avanço dos nossos conterrâneos. Nem tudo é mau por cá. E tenho esperança de ainda assistir à restauração do prestígio de Portugal através da implantação da moralidade, de honradez, da seriedade na política, que tão carente está de valores morais.
Um abraço
João

Beezzblogger disse...

Ainda bem, que temos alguma coisa de bom no nosso Portugal, eu sei que existe bastante gente capaz, gente idónea, se assim não fosse estaríamos já noutra dimensão.

A cura de um dos muitos cancros, é por si só uma alegria e facto histórico, assim e se foi descoberto por portugueses a sua cura, ainda mais é facto devido aos escassos recursos e ao desinvestimento recíproco que se tem vindo a acentuar nos últimos anos desde que temos sido (des)governados pelos políticos do costume.

Abraços do Beezz

A. João Soares disse...

Caro Beezz,
Apesar da incapacidade dos políticos que origina a situação assim definida pelo PR nas cerimónias do 5 de Outubro:
«Não escondo que vivemos tempos difíceis. Os Portugueses sabem-no, porque vivem essas dificuldades no seu dia-a-dia.
Muitas famílias têm dificuldade em pagar os empréstimos que contraíram para comprar as suas casas.
Há idosos para quem a reforma mal chega para as despesas essenciais.
Há jovens que buscam ansiosamente o seu primeiro emprego.
Há homens e mulheres que perderam os seus postos de trabalho.
Nascem novas formas de pobreza e exclusão social e, em paralelo, emergem chocantes disparidades de rendimentos.»
Apesar disto, e do ensino estar mal organizado e mal avaliado, aprecem uns poucos portugueses que se distinguem de forma bem visível. É certo que o País pouco virá a beneficiar com eles, porque sem apoios, irão trabalhar para o estrangeiro, em busca de melhor realização profissional.
Não podemos cruzar os braços, temos que lutar sem esmorecimento para ajudar o povo a mentalizar-se para recuperar o prestígio de um País que já foi grande no saber e na ciência.
Abraço
João

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas