29 julho 2007

IDOSOS E A SOLIDAO

AA Solidão
(publicado no blog A Voz do Povo» em 03Nov2006)


Um tema que merece muita atenção, a começar por aqueles que estão a sofrer desta situação dolorosa.



Para evitar a solidão, a solução mais eficiente é sair ao encontro dos outros. Fechar-se na sua redoma é asfixiar. Não se pode ficar no tugúrio a contar que os outros aparecem a dar apoio e companhia.



Conheci por dentro três «academias» para a terceira idade. Muita gente estava inscrita não para aprender novos conhecimentos científicos, mas apenas para se sentir no meio dos colegas e, quando possível, dizer e ouvir umas palavras em conversa sincopada sobre tudo e nada.



O calor humano é muito importante. Há dias recebi um e-mail com uma história enternecedora: Um miúdo pedia esmola para ele e os irmãos mais novos que tinham fome lá na barraca. Uma senhora começou a informar-se das condições familiares, como viviam onde moravam, de que se sustentavam e o miúdo foi conversando com naturalidade e abertura. Iam a aproximar-se da casa da senhora que disse ir dar-lhe coisas para comer e umas roupas. Ele respondeu: Não precisa de dar nada, a senhora já conversou!



Mais do que esmola ele deu mais valor ao calor humano, à conversa amiga, à oportunidade de falar de si e dos seus a alguém que se interessou por ele.



Mas repito, o combate à solidão começa pelas medidas preventivas, evitando o afastamento dos outros, perder o receio de ser mal visto, aproximar-se, nem que seja juntar-se num banco de jardim a outro solitários.



Fazem falta mais textos como este para as pessoas serem estimuladas a pensar nas condições reais da vida nesta sociedade global.




Informar os possíveis interessados que a inscrição no CVS - Clube Virtual de Seniores, dos «Sempre Jovens», é feita enviando um e-mail para
Ajoaosoares@gmail.com

e indicar o nome, data de nascimento, e-mail, blogs ou sites na Internet e área da residência.

Logo a seguir receberão o número de inscrito e a lista de todos os inscritos

5 comentários:

avelaneiraflorida disse...

Naty,

Vim retribuir a visita ao meu cantinho!!!

E encontrei logo um tema que me é muito caro! Tenho a minha mãe semi acamada desde anos atrás e sei como é importante o espaço dela, as coisas dela, o sentir-se rodeada de gente, de afecto!!!!
Voltarei!!!

Entretanto, UM BO DOMINGO!!!!
BJKS

toca do túlio disse...

parabéns pela abordagem deste tema...

C Valente disse...

A solidão não é só um mal dos velhos, da terceira ou quarta idad
de, a solidão é um mal da sociedades de consumo, das correrias do stress
Gostei muito, principalmete da resposta do jovem
saudações

Maria disse...

É preciso coragem para falar de nós mesmos. Os caminhos mais ou menos longos levam a um estádio de solidão e abandono na sociedade ocidental. Não é regra, felizmente. É preciso lutar pela ideologia da valorização da experiência, da ternura, da aprendizagem conquistada, do trabalho e da construção, todas as heranças que merecem respeito. Actuar, com a emoção e a presença, abraçar os que nos construíram o mundo. Porque pela mão deles trabalhámos a nossa identidade. Sim, um bom apelo: pensar, não no passado, mas no futuro, dos mais experientes e sábios de nós.

Jorge Borges disse...

A solidão é um dos grandes males deste sistema neoliberal que se instalou nas nossas sociedades. Temos que juntar vontades para a combater, através do associativismo, de iniciativas que aproximem as pessoas umas das outras.
Não somos máquinas, somos humanos!

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas