03 julho 2007

PROFESSOR MORREU A TRABALHAR (+ 1)

"Foi considerado apto para leccionar apesar de ter cancro na traqueia e uma operação o ter deixado mudo. Era professor de Filosofia e tinha mais de trinta anos de serviço quando adoeceu. Artur Silva morreu no passado dia 9 de Janeiro, aos 60 anos, depois de a Caixa Geral de Aposentações lhe ter recusado a reforma e uma Junta Médica, que não o convocou, o ter considerado apto para dar aulas."

Ler mais aqui

4 comentários:

Zé Tomes disse...

Vivas amigo.

Fazes alguma ideia do contacto de Miguel Soares, o professor que denunciou a triste história?

Tenho em vista:

Obter-se a cópia da cartas que Artur Silva entregou ao director da CGA.

(só consigo cerrar os dentes)

Se souberes de algo manda-me um toque

abraço

mairim disse...

é triste como os nossos serviços só dão reforma e subsídios a quem não precisa....
lamentos muito estas situações....

Joana disse...

É uma vergonha, cada vez sinto-me menos portuguesa da maneira que isto vai! Parabéns pelo seu blog, gostei.

victor simoes disse...

É para o que está, e está muito mau este Portugal de esperança de Abril, que se esfuma. Com um governo socialista, que de socialista nada tem. É de lamentar, mas estamos a voltar aos tempos do passado. Com novos ditadores disfarçados de democratas.
Um abraço, amigo Beez

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas