17 outubro 2007

A VERGONHA DO PR...

Hoje, aquando duma visita a um bairro social, o Presidente da Republica, disse aos jornalistas sentir-se envergonhado com a pobreza em Portugal. (Ler aqui)

Mas o Sr. Presidente da Republica de Portugal, está assim tão perturbado com a pobreza, e diz a certa altura aos jornalistas, e passo a citar:

«Envergonho-me um pouco desta posição» falando acerca de Portugal estar na cauda da EUROPA, quanto aos países mais pobres da UNIÃO.

«Estou convencido que o Estado só por si não consegue resolver estes problemas»

E diz ainda:

«...que os cidadãos se organizem, trazendo ao de cima a sua consciência social...»

E então pergunto eu:

- Oh, Sr. Presidente da Republica Portuguesa, então o Sr., assim tão incomodado com os números da pobreza no nosso país, não poderia abdicar de uma das quatro pensões que recebe, em benefício do combate à pobreza, e assim dar o exemplo a outros milhares de políticos em Portugal, na mesma situação, exigindo destes a tal consciência social, ou é só para o trabalhador por conta de outrem, e para meia dúzia de empresários (pequenos e médios, que os grandes , tá quieto), será só para esses a consciência Social?

- E onde é que o Sr. estava, quando era primeiro ministro, estas situações já existiam, e o que é que o seu governo de então fez? Agora, que não tem poderes governativos é que o choca?

HAJA DECÊNCIA, HAJA HONESTIDADE E ACIMA DE TUDO, DEIXEM DE SER HIPÓCRITAS!!!

3 comentários:

avelaneiraflorida disse...

Vergonha?????????????

Enfim, não havia palavra mais a jeito na altura!!!!
Pois...
comtinuemos envergonhados ...o problema continua e nada se resolve!!!!
Decisão de mestre!!!!

A. João Soares disse...

Palavras pias. Estar envergonhado. Talvez fosse mais adequado dizer contrito, arrependido de nunca ter actuado eficazmente contra o empobrecimento disto em que vivemos, e contra o enriquecimento de uns tantos em que se inclui ele, à custa os dinheiros públicos de forma imoral. Um escândalo.
Divulgue-se as condições de remuneração os administradores do Banco de Portugal, as condições deles no momento da tomada de posse e as condições em que ficam se, uma hora depois de entrarem, se despedirem. E na GALP?
Porque é que um cidadão vulgar tem de trabalhar toda a vida para ter uma pequena pensão e os políticos podem chegar a meio da idade com três e quatro pensões todas elas avultadas?
E eles não mudarão esta imoralidade, porque não suicidas!!!
Ficam pela palavras bondosas, a vergonha... como se um político tivesse vergonha!! Eles não sabem o que isso é!!!
Abraço

david santos disse...

Ò Carlos! Então de onde veio essa (peça)? Isto é tudo bloco central: roubar, roubar e roubar, mas como não têm lágrimas de homem, "botam" de Crocodilo. Mas atenção! Porque o povo de quem ele faz escárnio, vota nele. Nele e no central.
Parabéns.

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas