16 novembro 2008

DIVULGUEM

Professores e familiares - leiam que é grave!
O nosso país não sabe e não se apercebe, mas a grande maioria dos professores que estão no terreno já sabe que 30 anos após o 25 de Abril, estamos a assistir à destruição do sistema de ensino em Portugal.

Os motivos?....fácil:
Poupar nos profissionais (professores) para continuar a embolsar para diminuir o défice e encher os bolsos dos amigos que mamam à grande no Estado, desde administradores a gestores e passando pelos privados que recebem favores cada vez mais inconcebíveis! Até vão poupar nos profissionais que lidam com crianças deficientes (incluindo deficiências profundas, surdos, mudos, cegos, etc...) fechando os estabelecimentos apropriados a estes casos, colocando-as todas inseridas em turmas comuns numa escola normal!!!

Para fazer o quê?
Apenas porque o professor tem o dever de dar aulas? Não !!!!!- É para descredibilizar a Escola Pública e abrir caminho para os negócios privados da Educação que aí vêm! O último grande negócio que lhes faltava! Criar um país de absolutos ignorantes com um papel passado de frequência da escola que será obrigatória como depósito de pessoas, até ao 12º ano. Nunca terão emprego capaz! Não terão capacidade nem conhecimentos para protestar e deitar abaixo uma minoria de ditadorzinhos e exploradores que se alimentará e viverá em extrema riqueza à custa de todos!

Já Salazar sabia o perigo do povo ter instrução:
" A CULTURA LIBERTA!!! O burro aceita o cabresto!!!"

Aparentar na Europa que temos perto de 100% de alfabetização e frequência da escola até ao 12º ano. Uma colossal mentira!

Para isto, atacam todos os dias os professores, como se fossem os culpados de tudo o que não corre bem no ensino, pelo caminho os pais (4 milhões de votos...) são promovidos a santos e descartados de toda a responsabilidade na educação dos seus filhos (até aplaudem que no 5º e 6º anos os alunos passem a estar 11 horas por dia na escola!!! não querem filhos? Para que os tiveram?) e os alunos são promovidos a semi-deuses, podendo faltar às aulas a gosto, não trabalhando, não tendo disciplina, obrigações nem educação perante outras pessoas e estando garantida a sua passagem seja como for, e se ele não sabe nada, a culpa é do professor, claro! De repente, todos os professores que formaram milhões de Portugueses em 30 anos são incompetentes e maus profissionais, segundo este governo! Talvez devam começar a pensar que toda a base da nossa sociedade começa na educação e formação do nosso povo, senão seriam todos uns pobres labregos a trabalhar por uma Côdea de pão, e são os professores os agentes dessa formação! A base do nosso estilo de vida e da nossa sociedade!

Abram os olhos e digam a outros, pois a campanha de intoxicação das televisões por conta do governo tem impedido que as pessoas fora das Escolas saibam do que se passa!

PASSEM A PALAVRA, POIS ISTO É AINDA MUITO MAIS GRAVE DO QUE PARECE!

A avaliação do desempenho de professores, a divisão da carreira, as quotas, etc., etc., são patranhas para escamotear mais uma poupança para combater o défice!

3 comentários:

david santos disse...

Olá, Naty!
Sempre tive muita estima por ti. És uma MULHER de convicções. Fazes muito bem. Neste aspecto estarei sempre contigo. Pessoas com convicções são, ainda que não sejam para muitos, as que mais admiro e por quem mais tenho consideração.
Quanto aos professores, como te disse um destes dias, já sabes como eu ando: “baralhado”.
Mas como te disse há dias, a coisa está a ficar “preta”! Por acaso, os meus receios de “futurologista”, basta ler o Jornal de Notícias de ontem e de hoje, na página “O Preto no Branco”, para se perceber que eles se estão a justificar. Eu não plagiei nada. Como sabes, os meus receios foram mostrados antes de aquele Jornal sair para a praça pública.
Peço para que tudo acabe bem, mas... os professores estão a ter apoios pouco dignificantes. UMA SALGALHADA QUE NÃO DÁ PARA ENTENDER. Ou será que o PSD e não só... têm idoneidade para defender convicções?
Naty, tu conta com o meu apoio às tuas convicções. Quanto ao resto; hum! “Estou a ouvir um porco a berrar no salgueiro”. Isto é um adágio popular que frequentemente se diz na minha terra quando se tem dúvida em relação a alguma coisa. Se entenderes estar certa, não pares.
Abraços, minha querida amiga, Naty.

David Santos

Beezzblogger disse...

Esta avaliação, é uma desgraça, este governo desgraça é, os sindicatos são engraçados, e a opinião Pública não anda a achar piada nenhuma.

Beijos do Beezz

david santos disse...

Olá, Carlos!
É isso aí! Em poucas palavras disse tudo. Tenho a mesma opinião.
Contudo, eu penso um dia destes encontrar-me com alguém dos dois lados da "barricada" para ficar ou mais esclarecido ou mais confuso.
Abraços.

David Santos

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas