01 junho 2007

A greve geral e o fosso governantes-povo

Sob o ponto de vista anarquista, a greve geral de quarta-feira, 30 de Maio, foi um sucesso total. Tenho exprimido neste blogue, por várias vezes, a importância que têm as movimentações sociais contestatárias para a alteração do actual estado das coisas. Este sistema neoliberal capitalista em que vivemos só cairá se as pessoas - o povo, no seu todo - o desejarem e se derem a conhecer publicamente o seu descontentamento. Ora, foi isso que aconteceu ontem.

Terminado o dia de greve, seria de esperar a típica guerra de números entre governo e sindicatos. No entanto, inteligentemente, a CGTP, pela voz do seu secretário-geral, Carvalho da Silva, disse claramente “não entramos em guerras de números”. Foi desta forma que este dirigente sindical desmentiu a versão do governo de que a greve tinha sido apenas parcial e com efeitos limitados, ao mesmo tempo que deu exemplos de muitos sectores que pararam completamente ou funcionaram a meio gás. Sugiro que leiam esta notícia que publiquei no meu Contracorrente a este propósito.

Quando toda uma massa significativa de trabalhadores adere a uma greve geral, algo vai muito mal no governo do país. E os governantes, em vez de rebater com números e percentagens, deveriam tomar em linha de conta o que há de errado na sua política económica e laboral. Contudo, conhecendo a arrogância desta ditadura da maioria imposta pelo actual governo Sócrates-PS, o inverso é que seria de esperar e foi o que aconteceu: o poder nega cegamente o impacto da greve geral. Desta forma, mais uma vez se cava o fosso que separa os governantes do povo. De forma dramática.

(Publicado originalmente n'O Anarquista a 31 de Maio de 2007)

3 comentários:

egoistaki disse...

Today, we will disturb you!

Thousands of Greeks have been flooding the Greek Ministry of Health, Medical Associations, the Parliament and the Media with messages of protest, in memory of young Amalia Kalyvinou, who died last week after fighting cancer on one hand and the corruption of the Greek National Health System on the other.

The biggest electronic protest that has ever taken place in Greece, is already in motion today, June the 1st, 2007, with thousands of citizens participating. They demand efficient doctors and optimum healthcare – without bribing and bureaucracy.

This day was chosen as it coincides with the completion of 1 week since Amalia died, while she was already documenting her personal agony in her own blog http://fakellaki.blogspot.com/
Her aim was to awaken as many people and consciences as possible, trying to show that there are ways to resist the self-regulation and authority of dishonest and heartless doctors, and also the bureaucrats of the Greek National Health System.

The movement of protest begun early in the morning and will continue until midnight. It is only the first reaction, since thousands of Greeks bloggers from every corner of the country and abroad, join in the internet and promise to keep on protesting until things change for real.


For more information http://giatinamalia-blog.blogspot.com

Beezzblogger disse...

Meu caro Sovanarola, eu como parte integrante desse povo, pois a minha condição de trabalhador dependente assim o exige, congratulo-me com a posição por este levada a cabo, sob a égide da CGTP-IN.

Longe vão os tempos, é certo, em que os trabalhadores Portugueses, tinham muita força, mas com a precaridade no emprego, de hoje, essa força tem-se desvanecido. Será mesmo esse, entre outros, o facto destes Governos Neoliberais e mandaretes do capitalismo, negarem a dentes cerrados, um facto, verdadeiro e incontestável, que foi a adesão à greve do dia 30/05/2007.


O Governo, põe e dispõe, leis decretos, dá poder ao patronato, para fazer dos trabalhadores meros peões em tabuleiros de xadrez. E qual é a forma, e única, dos trabalhadores mostrarem a estes INCOMPETENTES, a sua angústia e descontentamento, senão por via da GREVE?

Desengane-se, aquele que pensa, que isto está para melhorar, e eu não sou de todo pessimista, apenas sou realista.

Parabéns por este post, pois o nosso país precisa de um grande abanão, e quiça mesmo um empurrão.

Abraços do Beezz

Arrebenta disse...

Falta aqui o "Braganza Mothers"

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas