28 setembro 2008

O Desmoronar do capitalismo

Mais uma preocupação, para a Europa e para o Mundo em geral. A Economia dos Estados Unidos, está de rastos. Com ela, outras se arrastarão. Este é só o resultado de uma política " neo-liberal", que muitos apoiam e defendem como a melhor. Pois bem, caiu o muro de Berlim, desfez-se a URSS ( União das Repúblicas Socialistas Sovieticas ), e propalou-se a falência do sistema comunista. Agora assistismos à queda do sistema capitalista, o que vem demonstrar que nem um modelo, nem o outro é bom.
"Mesmo que o plano salvamento dos US$700 mil milhões passe no Congresso dos EUA isso não significa o fim dos problemas. Quem diz isso não é nenhuma publicação da esquerda e sim a muita conservadora revista The Economist . A actual fúria de venda de activos, por parte das instituições financeiras, apenas agrava os seus problemas, forçando a venda de mais activos e assim por diante. Por sua vez, as dificuldades dos bancos de investimento dos EUA afectam os seus hedge funds – os quais dependem dos bancos comerciais. Por outro lado, a dívida total dos Estados Unidos já ultrapassa 300 por cento do PIB – um rácio muito superior ao máximo atingido durante a Grande Depressão (ver gráfico). Há ainda o perigo de um efeito "segunda volta" provocado por novos problemas na área financeira: as hipotecas são o problema actual, mas no próximo ano a preocupação poderá ser com cartões de crédito, financiamento de carros e dívida corporativa. " in resistir.info/
"Com o salvamento governamental de US$85 mil milhões da AIG, a gigante dos seguros, a Reserva Federal e o Departamento do Tesouro fizeram outra tentativa desesperada para sustentar uma estrutura financeira global em processo de colapso. Esta última tentativa de resgatar uma enorme firma financeira vem a seguir ao salvamento de US$200 mil milhões dos dois maiores bancos hipotecários do mundo, a Fannie Mae e o Freddie Mac, há apenas 10 dias.
O presidente do Federal Reserve Bank of New York, Timothy Geithner e o secretário do Tesouro Henry Paulson têm estado assoberbados em reuniões ininterruptas, carpinteirando acordos. Isto tem sido efectuado em segredo, por trás das costas dos trabalhadores e das camadas médias, as quais será remetida a conta. Eles têm estado a desenvolver estes acordos com os mesmos tubarões dos empréstimos da alta finança cujas orgias de especulação, jogo e fraude na busca do lucro levaram à crise. A farra especulativa da Wall Street levou a uma crise mundial realmente formidável. Segundo, Fred Goldstein, no seu artigo
" Capitalist Meltdown
Para quem está atento, seria previsivel, nós por cá neste cantinho do nosso Portugal, temos tendência a emitar os outros e como tal, os nossos capitalistas apostam também na especulação financeira dos mercados de capital!Claro a riqueza que se cria é artificial, e serve apenas para enriquecer os já muito ricos. Não se produz nada de palpável, a bem da sociedade em geral. As empresas, mesmo as que obtem muitos lucros, só pretendem mesmo é satisfazer a ansia de ganhar dinheiro, dos especuladores que são accionistas.Desta forma os trabalhadores, são os mais prejudicados e daí, o país estar como está! Claro com a conivência dos governos que temos tido, e que tudo permitem sempre a pensarem no emprego, pós saída do governo ou da política. Este resultado da falência do capitalismo de repercussões aínda por determinar, deverá servir para os nossos "aprendizes de politiqueiros", dados às modas americanas, para abrirem os olhos e mudarem de rumo.
Que sirva pelo menos para nos abrir a todos nós portugueses, em relação a todos estes neo-liberais, que apregoam o melhor e melhores dias, e incutem esperança no Povo. Na verdade, só querem é olhar por si mesmos.
"Os adoradores do deus mercado, os adeptos do neoliberalismo, os entusiastas do capitalismo high tech, os analistas económicos que debitam vulgaridades nos media "de referência", todos eles estão agora confrontados com uma realidade brutal: a ruína do capitalismo, pelo menos da forma em que o conhecemos."
PS: Leitura sugerida, ( eu ando agora a ler e podem crer, é muito bom ) Em português, "A Revolução da Riqueza"; excelente livro, de um excelente autor, Alvin e Heidi Toffler, que nos proporciona uma visão sobre as transformações do mundo, e contribui para a melhor percepção dos tempos modernos .

Sem comentários:

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas