06 março 2008

PARA MEDITAR

Entrei apressado e com muita fome no restaurante. Escolhi uma mesa
bem
afastada do movimento, porque queria aproveitar os poucos minutos
que
dispunha naquele dia, para comer e acertar alguns bugs de
programação num
sistema que estava a desenvolver, além de planear a minha viagem
de férias,
coisa que há tempos que não sei o que são.


Pedi um filete de salmão com alcaparras em manteiga, uma salada e
um sumo
de
laranja, afinal de contas fome é fome, mas regime é regime não é?


Abri o meu portátil e apanhei um susto com aquela voz baixinha
atrás de mim:


- Senhor, não tem umas moedinhas?


- Não tenho, menino.


- Só uma moedinha para comprar um pão.


- Está bem, eu compro um.


Para variar, a minha caixa de entrada está cheia de e-mail.

Fico distraído a ver poesias, as formatações lindas, rindo com as

piadas
malucas.

Ah! Essa música leva-me até Londres e às boas lembranças de tempos
áureos.


- Senhor, peça para colocar margarina e queijo.


Percebo nessa altura que o menino tinha ficado ali.


- Ok. Vou pedir, mas depois deixas-me trabalhar, estou muito
ocupado, está
bem?


Chega a minha refeição e com ela o meu mal-estar. Faço o pedido do
menino, e
o empregado pergunta-me se quero que mande o menino ir embora.


O peso na consciência, impedem-me
de o dizer.

Digo que está tudo bem. Deixe-o ficar. Que traga o pão e, mais uma
refeição
decente para ele.


Então sentou-se à minha frente e perguntou:


- Senhor o que está fazer?


- Estou a ler uns e-mail.


- O que são e-mail?


- São mensagens electrónicas mandadas por pessoas via Internet
(sabia que
ele não ia entender nada, mas, a título de livrar-me de

questionários desses):


- É como se fosse uma
carta, só que via Internet.


- Senhor você tem Internet?


- Tenho sim, essencial no mundo de hoje.


- O que é Internet ?


- É um local no computador, onde podemos ver e ouvir muitas
coisas,
notícias, músicas, conhecer pessoas, ler, escrever, sonhar,
trabalhar,
aprender. Tem de tudo no mundo virtual.


- E o que é virtual?


Resolvo dar uma explicação simplificada, sabendo com certeza que
ele pouco
vai entender e deixar-me-ia almoçar,
sem culpas.


- Virtual é um local que imaginamos, algo que não podemos tocar,
apanhar,
pegar... é lá que criamos um monte de coisas que gostaríamos de
fazer.
Criamos as nossas fantasias, transformamos o mundo em quase como
queríamos
que fosse.


- Que bom isso. Gostei!


- Menino, entendeste o significado da palavra virtual?


- Sim, também vivo neste mundo virtual.


- Tens computador?! - Exclamo eu!!!


- Não, mas o meu mundo também é
vivido dessa maneira...Virtual.

A minha mãe fica todo dia fora, chega muito tarde, quase não a
vejo,
enquanto eu fico a cuidar do meu irmão pequeno que vive a chorar
de fome e
eu dou-lhe água para ele pensar que é sopa, a minha irmã mais
velha sai todo
dia também, diz que vai vender o corpo, mas não entendo, porque
ela volta
sempre com o corpo, o meu pai está na cadeia há muito tempo, mas
imagino
sempre a nossa família toda junta em casa, muita comida, muitos
brinquedos
de natal e eu a estudar na escola para vir a ser um médico um dia.

Isto é virtual não é senhor???


Fechei o
portátil, mas não fui a tempo de impedir que as lágrimas
caíssem
sobre o teclado.


Esperei que o menino acabasse de literalmente 'devorar' o prato
dele,
paguei, e dei-lhe o troco, que me retribuiu com um dos mais belos
e sinceros
sorrisos que já recebi na vida e com um


'Brigado senhor, você é muito simpático!'.


Ali, naquele instante, tive a maior prova do virtualismo
insensato em que
vivemos todos os dias, enquanto a realidade cruel nos rodeia de
verdade e
fazemos de conta que não
percebemos!


Agora, tem duas escolhas...


1. Enviar esta mensagem aos amigos e amigas ou


2. Apagá-la, fingindo que não foste tocado por ela!!!

Como podes ver, escolhi a nº1

AUTOR:ROSA PENA

11 comentários:

O Guardião disse...

A realidade é muitas vezes virtual, porque há sempre coisas piores do que aquelas, verdadeiramente más, que já conhecemos.
Cumps

Miguel Lomelino disse...

“In my quiet moments, I think of the future with all of its wonderful possibilities and with all of its terrible temptations. I wonder what will happen to you in the next 10 years. Where will you be? What will you be doing? That will depend on the choices you make, some of which may seem unimportant at the time but which will have tremendous consequences.”

Gordon B. Hinckley, “Stay on the High Road,” Ensign, May 2004, 112-113

revolta disse...

MUNDO DE MERDA, TUDO DE MERDA

Neste Mundo de ganância, onde os ricos e poderosos mandam a seu belo prazer, a nós, comuns dos mortais, só nos resta uma coisa, REVOLTA.

Naty disse...

Amigo João Soares antes demais os meus cumprimentos compreendo perfeitamente a sua revolta e é de lamentar mas eu não posso apagar os comentários só o victor o poderá fazer pois é ele o dono do blog.
um bjs da amiga naty

Beezzblogger disse...

Querida Naty, vc pode apagar sim, se foi vc que postou, pode.
Eu Já fiz isso, mande-me um e-mail e eu explico-lhe como.

Mas referindo-me ao texto, ele foi escrito por Rosa Pena, coloque lá essa referência, pois eu a conheço e também cometi o mesmo erro de postar sem dar o crédito.

Beijos do Beezz

Mário Relvas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mário Relvas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
A. João Soares disse...

Cara Naty e caro Beezzblogger,
Porque será que Mário Relvas se sentiu mal e eliminou os dois comentários que tinha aqui colocado?
Ninguém o pode impedir de os eliminar. Mas porque os colocou e depois se arrependeu?
Já não é a primeira vez que nos mostra a sua instabilidade.
Abraços
A. João Soares

Mário Relvas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mário Relvas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Sr João Soares,

é tempo de perceber aquele ditado português:"não faças aos outros o que não gostas que te façam a ti"!
Como diz um "senhor" que "conhece muito bem":

"Ninguém sabe o suficiente para chamar os outros de ignorante"!

cumprimentos

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas