19 abril 2007

ANJOS SEM ASAS

Os ventos, pianinhos, do Mar,
são tão pianinhos, que quase me enlouquecem,
com aquela brisa, como que um pianinho, ao teclar,
mostram-me a linda terra que as àguas humedecem
Tão doce! Tão suave! Tão lindo e bom!
Ondas, amor, saudade, que os ventos vagamente sopram,
com o som do pianinho a ajudar, tudo de bom nos entra no coração;
mas é assim, que as coisas mais salutares que cá dentro temos, de nós brotam
Ah, pianinho do Mar, que com a leveza da brisa, o teu som a espalhar,
fico sem saber onde a minha boa loucura irá terminar.
Que serenidade! Que bondade! Que suavidade! Que lindeza!
Ah, Mar, mais parece um pianinho tocando com toda a sua beleza,
os ventos leves, a darem-te maior grandeza
e o som do pianinho, dando-me alento, afastando-me da rudeza
Texto: david santos
http://sverdades.blogspot.com/
O blog mais lido e comentado que já vi. Parabéns David
O Prémio recebido por David Santos - The Thinking Blogger Award



David Santos
David is a poet and writer. When he visited my blog, I was pleasantly surprised. When I returned his visit, I was amazed at his network. I am so intrigued with his immense interest and energy to get to know and connect internationally with people going beyond borders and boundaries (that goes for race, creed and religion). He is the epitomy of love and unity. He makes us think that if we were to aim for peace, mean it and write about it and spread the good news as how he does it with fervour! Now that is food for thought especially when we see his comment box filled with hellos from all over the world between 100-400 for every entry! Lovely David
Ruby Ahmad - Professora da Universidade da Palavra da Malásia, que forma poetas.
Posted by Anjos Sem Asas

5 comentários:

Ludovicus Rex disse...

Parabéns Amigo David.
Ah, Mar... Tão doce, tão suave, tão lindo e bom...
Um Abraço

Tiago Carneiro disse...

Parabéns David.

És de facto um grande poeta.

Abraço
Tiago

A. João Soares disse...

E por se tratar de poesia, recebi esta há pouco por e-mail:

PRÉMIO POESIA DO ANO

"O SOCAS” um poema dedicado ao nosso PM

O Churchil não tinha canudo
O John Major também não.
O Jerónimo de Sousa é metalúrgico
O Zé Socas é aldrabão.


Se queres fazer uma casa
Um arquitecto deves procurar
Se queres construir um palheiro
Com o Socas podes tratar


Queixava-se o povo do Santana
Achava-o maluco e incompetente
Agora apanhamos o Socas
Que "tirou o curso" na Independente


Anda um gajo a queimar as pestanas
Anos a fio no ensino estatal
O Zé Socas que é um gajo ocupado
Fez tudo numa manhã dominical...

Os poetas são uns maldizentes terríveis, por vezes...

david santos disse...

Por vezes!?? Isso é favor...
Abraços.

Beezzblogger disse...

Quero aqui deixar um grande abraço, e dizer que tenho o previlégio de conhecer este grande amigo, e grande escritor, parabéns DAVID!!!

Abraços do Beezz

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas