02 abril 2007

A dita (dura) da vergonha


“Os grandes Portugueses”

Fico perplexa, neste país que se esconde atrás do paraíso dos dissabores. Onde reinam as mentalidades narcotizadas de um passado em sobressalto, onde as marcas ainda perduram no atraso evolucionista de 50 anos.
Que vamos fazer aos livros da história de Portugal, que vamos responder às nossas crianças?
Quando surgiram as perguntas sobre os Grandes Portugueses...
Afinal quem foi Salazar o herói do povo português, o ditador que oferecia a igualdade, a soberania ou o que nos silenciou, torturou, assassinou a voz da liberdade temerária.
Quando falam em respeito, fico indignada como confundem tal palavra com medo, o medo que a tortura limpava as mãos nos panos sujos da PIDE.
Quando iremos acordar!
Desculpem o termo “passamos a vida a cuspir no prato em que comemos”.
Não admira que os nossos jovens se tornem violentos, quando o mérito é entregue aos que açoitam sem enternecimento, os que cogitam de forma desigual.
Porque não fazem agora, uma eleição televisiva “Os Grandes Portugueses mais torturados pela ditadura”?
Será que agora em vez de se comemorar o 25 de Abril – o dia da Liberdade - se vai comemorar o dia da ditadura?
Já mais nada me espanta, mas por favor digam-me que estou a sonhar...
A minha liberdade acaba onde começa a tua, assim é, e assim será!



Conceição Bernardino

11 comentários:

Anónimo disse...

Está muito azeda, hoje. Isso só lhe vai causar mais rugas. Deixe lá o homem em paz e viva, agora, am sua própria vida!!!

Ludovicus Rex disse...

Abril e Liberdade, Sempre!

Beezzblogger disse...

pois claro amiga, este concurso foi uma farsa, será sempre uma farsa, assim como os anónimos que comentam, e continuam a comentar os post, também eles uma farsa.

Abraços, e viva a liberdade, ditaduras, safa!!!

Abraços do Beezz

JOSÉ FARIA disse...

Amiga conceição, já comentei sobre este tema, mas acredite que não me admiro nada, que venha já por aí abaixo atarefados a dizerem que são só mentiras e que Catarina Eufémia não existiu nem estava grávida quando foi morta pelo regime fascista, só porque lutava pela liberdade do povo.

E atenção, neste comentário não há política partidária mas sim a verdade dos factos do que aconteceu à filha do cantoneiro de Baleizão!

Beijos

david santos disse...

Aos anómimos nunca devemos temer nem esconder nada. Eles não metem medo, porque são medrosos. Devemos mostrar-lhes sempre a cara que temos e não outra. Nós só devemos ter uma cara, apesar de eles terem muitas...
De que têm medo? Já sei. Têm medo do medo! Não tenham medo. Apareçam e discutam! Será que não têm mesmo razão em nada? Bem, se assim é, é infelicidade a mais...

Mário Margaride disse...

Descansa Conceição, que eles comerão o seu próprio veneno. Sim eles, os anónimos! Covardes! Que se escondem atrás do anonimato, sem coragem para dar a cara.
No fundo...não passam de coitados.

Beijinhos

Mário

MRelvas disse...

Que fanatismo doentio...

Dá arrepios que se digam democratas alguns comentadores que aqui escrevem...

Não desmistifico a imagem da Catarina Eufémia, nem a Nossa Senhora de Fátima.

Cada um acredita e louva o que aprecia.

Gostava que tentasssem dizer algumas coisas boas daquela altura, parece que só apareceram coisas boas no PREC!...

Tais como -Assassínios, ocupações selvagens, expropriações, deportações,saneamentos, censura...nunca mais acabava de enumerar ... tão bons atributos professados pelos uecs e pcps de tão "saudável memória", para estes tendenciosos comentadores de cabecinha vermelha...

Os comentadores anónimos, devem ser os mesmos que me provocam do outro lado, porque vos dói a alma?...

Quando eu aqui fui atacado ninguém se importou!...

Pois lamento, que tenham confundido textos meus, apenas cívicos aos jornais, como alguma tendência política!..E ainda por cima daquela que combato no dia a dia democrático -os totalitários do COMUNISMO!

Já eram...

Medo?...

Até sempre

LIVRE, INDEPENDENTE, PELA VERDADE!
POR PORTUGAL - SEMPRE!!!

Mário Relvas

Conceição Bernardino disse...

Boa tarde a todos, sempre respeitei todos os intervenientes do site.
Nunca ofendi ninguém para mim, cada um tem a sua própria opinião mas quero dizer que não sou agregada a nenhum partido coloquei essa foto como poderia colocar outra qualquer que fosse uma vítima da PIDE mas de bom desses tempos apesar de ser muito nova nunca vi nada de bom que fosse feito. Os meus pais e não só eles passaram miséria...
Os que se identificam como anónimos são os cobardes que não dão a cara.
Quanto ao texto é o que eu penso para mim ditadura de direita ou esquerda é a mesma bosta.
É com as pedras que os meus inimigos me atiram que construo o meu castelo e aos meus amigos ofereço flores.
Conceição Bernardino
Até sempre

MRelvas disse...

Cara São, respeito a sua opinião.Fui claro quando falei em certos comentadores!

Não refero o post, a não ser na analogia Catarina Eufémia e Nossa Senhora de Fátima.

Nunca a desrespeitei, nem o faria de forma alguma cara São!

Também escrevi aqui que nem tudo oi mau antes do 25 de Abril, nem tudo foi bom depois do 25 de Abril!

Volto a referir que a isenção dos ditos "SEM AMARRAS" devia fazer uma analogia isenta, dos bons e dos maus tempos, em todos os ciclos da nossa história!

Sou incapaz de fingir, sou incxapaz de trair!

Dou valor à amizade, mas amizade não é isto,a tendência pura e simples, de que o que nós escrevemos ser o correcto, o que outros escrevem é o errado!

Bolas para tanta democracia...

Xau São e cumprimentos
Humildemente...
Mário Relvas

Beezzblogger disse...

Quero aqui referir, não era para o fazer, mas dado a que sou, à paz, apraz-me dizer o seguinte:

Meu caro amigo Relvas, a liberdade e amizade, esta no saber entender os outros e as suas ideias, assim me foi dada a educação ao longo da minha vida, portanto, eu sou amigo de muita gente com ideias diferentes das minhas, mesmo até no campo político, eu respeito-os, assim como eles me respeitam, e só assim haverá amizade, o resto, o resto é tema de discussão que é para isso que cá estamos, para discutirmos as nossas ideias e aprender-mos.

Não interprete mal as minhas palavras, não quero atingilo a si ou a qualquer outro deste espaço, limito-me a dizer o que sinto, e peço-lhe mais uma vez, para ter paciência e para saber entender melhor os outros.

Abraços, amiga Conceição, e amigo Relvas, uma santa Páscoa para todos, são os votos do beezz.

ana maria costa disse...

Cara Conceiçao Bernardino a sua opinião é de louvar e respeitar.
independentemente do assunto do seu texto que gostei de ler porque o encontro bem escrito e ilucidativo.
fique bem e abraços

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas