10 abril 2007

GRITAR AOS OUVIDOS SURDOS



Hoje eu irei semear…
A semente da esperança
Vou abrir uma janela
Ver sorrir uma criança

Vou correr atrás do sonho
Gritar aos ouvidos surdos!
O que devemos mudar
Neste Mundo de absurdos

Fazer da fome fartura
Da miséria, prosperidade
Da guerra, paz e amor
E do ódio, amizade

Dar alegria, à tristeza
À fome…dar a fartura
Ao solitário, companhia
E aos carentes, ternura…

9 comentários:

A. João Soares disse...

Caro Mário Margaride,
É um sonho muito lindo. E é pena que se mantenha apenas sonho, sem se tornar realidade.
Realizá-lo deve ser objectivo de cada um, de cada ser humano, onde quer que se encontre. na África, na Coreia do Norte, em Cuba, ou nos EUA.
Agora, ao acordar deste belo sonho, temos que pensar na realidade e começar a construir os alicerces, tijolo a tijolo, com a perseverança própria das grandes obras que demoram séculos, talvez uma eternidade, porque, no fundo, nós humanos, somos muito imperfeitos.
Parabéns pela forma como materialízou esta sua boa intenção humanitária.
Um abraço
A. João Soares

Beezzblogger disse...

Está nas nossas mão, fazermos com que se torne realidade, comecemos já!

Muito bem amigo Mário, mais um poema e pêras.

Abraços do Beezz

samoramachel disse...

Hummm... a culpa é do Papa!!Da igreja católica, por isso irmão Mário Margaride, eu tornei-me como sugeriu em Testemunha de Geová.

Já não contribuimos para a igreja católica.. agora encontramo-nos em Valongo no nosso centro e não damos mais um cêntimo para os homens vestidos de saias, mas damos o que podemos e não podemos para a nossa obra da "worldtower"!


Bom poema este da Ana Zanati.

Viva o PCP!

Viva a Frelimo!!

JOSÉ FARIA disse...

É verdade Mário Margarida, é cada vez mais priciso DEMOCRATIZAÇÃO NA COMUNICAÇÃO, entre a sociedade civil, política, religiosa e Blogueira.

Ñão tem qualquer valor amigo p'ra cá, amigo p'ra lá, abraços p'rá li, abraços p'rá colá.. e muitos beijinhos, se logo a seguir a falta de Democratização da Comunicação é posta em causa, tantas vezes contr+aria à realidade social e humana do novo tempo que passa, e que já em muitos casos nos ultrapassa. Sopbretudo para os de juventude muito longa!

Abraços com laços de Democratização de Comunicação Construtiva entre o Povo e a Gente, de que fazemos parte!

Para o "samoramachel" acrescento que relativamente a religiões, não estou com nenhuma, estou com todas mas em lado nenhum. Gostaria de ser Também Testemunha, mas tenho pena: - Não vi o acidente!

JOSÉ FARIA disse...

Ãh! Espere amigo Mário Margaride.
Só queria acrescentar que a maioria dos surdos, dão lições de boa moral e bom comportamento à maioria dos bons ouvintes!
É curioso, não é!?

Foi bom este seu tema para despertar quem quer despertar!

Mário Margaride disse...

Tem razão amigo Faria. Realmente estes "surdos", ouvir...ouvem. Só que este "ruído", lhes fere os tímpanos!

Abraço

Mário Margaride

MRelvas disse...

OH "Senhor" Faria despertar quem??

Isto não passa de poemas da boca para fora.

Já há muito que vemos que a humanidade deste senhor só aparece nos poemas!!

Também só cá faltava era mais "engenheiros" de obras feitas...

Palavras leva-as o vento.Venham OBRAS!!

...

Educação?? Nunca a vi aqui por parte desse senhor.

Quanto aos abraços e beijinhos...tretas vieram de quem eu acreditei, mas me apelidaram de FASCISTA, por não ser concerteza COMUNISTA...

Estou farto da mesma conversa.

Estive consigo, pouco tempo, mas também você mudou desde que conversámos na Maia.Porque será?

A Humanidade não se mede entre direita, ou esquerda. Vem de dentro e sente-se quando se está com as pessoas -á distância!!

Saudações para si

Mário Relvas

MRelvas disse...

E sabe que mais "Senhor" Faria, a sua experiência, a sua sabedoria permite-lhe dar lições a todos... vou aproveitando, pois que seria de nós se não aparecesse aqui de vez em quando!

No entanto sou dos que acho que aprendemos todos uns com os outros.. desde que as pessoas tenham a humildade de se não acharem donos da verdade e de não pensarem como neste post anterior o seu autos escreveu que "ouvir ouvem"..."mas este ruído fere-lhes os témpanos"!!
Senhor Margaride, o que escreveu nem sequer li... pois não leio coisas que são puramente escritas parafraseando "olha para o que eu digo, não para o que eu faço".

A sua escrita reflete muita mágoa com a vida, mas porque será??

Olhe para o lado e pense que há bem piores que você que merecem ajuda.Ajuda real, não de copos de cerveja!!Ou de palavras Vãs...

Tenho pena... mas as frustrações dão em sérios problemas... Escrevam o que sentem, escrevam a verdade, não aquilo que parece bem...

O Margaride tem ódio no seu interior que dava para abastecer este blog durante um ano de textos azedos.

Alegrem-se os céus e a terra... o Margaride vai sorrir um dia destes com verdade e o amigo Faria continue a sua bela obra nas associações... e leia o seu JN, pois virão aí tempos nubelosos...

Caro Samora, ainda pensam que sou eu... identifique-se.Mas se pensarem, tou-me marimbando!!Já não há nada a fazer, a não ser ter paciência...o que acaba!!!

Sempre ao dispor

Mário Relvas

Lusófona disse...

Se houve respeito entre tudo e todos, todo o resto seria mais fácil, mas ameno...

Beijos :)

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas