21 janeiro 2007

É CASO PARA PENSAR... E VOTAR!

O meu aplauso ao senhor patriarca de Lisboa

José Pacheco*, in Público, 2007-01-19

Eu, agnóstico de confissão, tenho de aplaudir o patriarca de Lisboa, D. José Policarpo, quando, a propósito de considerar desnecessário alterar a actual lei sobre a interrupção voluntária da gravidez, assim o entendeu porque " o cruzamento dos métodos anticoncepcionais com os métodos abortivos e as soluções químicas para a interrupção da gravidez fizeram diminuir a realidade do aborto de vão de escada ".
E aplaudo porque, numa síntese fabulosa, conseguiu clarificar que a Igreja passou a tolerar a utilização de todos os métodos anticoncepcionais e até os "métodos abortivos". Fiquei surpreso, ainda que admita estar mal informado, porque julgava que a Igreja só aceitava os métodos "naturais" (o velho calendário, o prático coito interrompido e o sofisticado método das temperaturas).
Registo, pois, com agrado, este passo de gigante dado pela Igreja, que a partir de agora tolera o uso do preservativo, da pílula e até da pílula do dia seguinte. Foi isso que depreendi das palavras do senhor patriarca de Lisboa, que, estou disso certo, na sua sabedoria e temperança, nunca as teria dito como mero expediente argumentativo de ocasião referendária, onde as emoções mais primárias andam à solta.
E fiquei ainda satisfeito por verificar que não agrada ao senhor patriarca "a realidade do aborto de vão de escada". Não tivessem eles diminuído e, depreendo das suas palavras, estaria de acordo que a lei sobre a interrupção voluntária da gravidez fosse alterada.
Concedo que, nas últimas décadas, com a febre imobiliária que grassou no país, o aborto passou do "vão de escada" para o "apartamento de subúrbio", mas, infelizmente, isso não alterou a natureza clandestina da intervenção.
E, de facto, é por isso que só votando "sim" em 11 de Fevereiro se pode pôr fim a essa triste realidade que, na metáfora do senhor patriarca, é o "aborto de vão de escada". Estou certo de que, nesse dia, muitos católicos irão votar "sim" e creio que as suas palavras de tolerância são seguramente importantes para que votem em consciência e tendo em consideração a liberdade e a dignidade das mulheres e dos homens deste país.

* Sexólogo clínico

17 comentários:

Anónimo disse...

Este sexólogo é algum travesti tipo Dra Rute da revista Maria?

É interessante; o homem é "agnóstco"...não bebe bebidas alcoólicas?

Vão de escada e apartamentos de subúrbio..."uhm"...está muito familiarizado com linguagem de prostituta...claro,só podia.Se calhar numa daquelas noites de "agnóstico",bebeu uns copitos a mais e enfiou-se numa linda...engravidou uma brasileira que estava ilegal em Portugal, debaixo de um vão de escada num apartamento do suburbio...e apelou ao Cardeal para que rezasse a Deus para não o deixar cair em tentação de novo e lhe desse cabeça para usar preservativos... e se possível para deixar de ser agnóstico e beber um pouquito menos!Pois tem dois filhos em casa e mais outro é que não; e se a mulher souber?E depois a maquia mensal que teria que pagar para sustentar o filho que resultou da sua noite agnóstica??...queria o aborto-ele,mas a brasileira não!!

Afinal um texto de fácil interpretação.

Obrigado amigo Ludo

Mário Relvas

Jásabemquemsoupelosimàvida disse...

Entre o aborto fútil e o responsável
bruno simões castanheira

Opção da mulher dividiu os participantes no colóquio do PSD


"Por que é que nós protegemos os ninhos de cegonhas, os ovos das espécies em extinção, por que é que é crime fazer download de músicas da internet e não protegemos aquilo que há de mais vital em nós?" A pergunta foi lançada ontem pela psiquiatra Margarida Neto no colóquio promovido pelo PSD, no Centro Cultural de Belém, e acabou por ser abordada por outros intervenientes.

A psiquiatra, defensora do "Não" à despenalização, sustentou que a resposta "Sim" ao referendo "legitima o aborto fútil" e que "não há nenhum prazer na criminalização". "Não há nenhuma mulher presa em Portugal porque abortou", defendeu.

O professor de Direito Tiago Duarte , membro do movimento "Independentes Pelo Não" apontou a contradição "entre o que anda a sair na comunicação social, que refere 17 arguidas em Portugal por casos de aborto, e a resposta que lhe foi dada por escrito pelo ministro da Justiça de que 'em nenhum ano houve mais de sete arguidas'".

Mais tarde, o bastonário da Ordem dos Advogados, Rogério Alves, pelo "Não", falando a título pessoal sustentou que "se ganhar o 'Sim', o único critério para o aborto será a opção da mulher". "A visão legal passará a ser a de que aquela conduta não é crime, apesar de ser socialmente rejeitada por todos. Será um crime sem castigo". Na sua opinião trata-se até de uma violação da Constituição, que diz no seu artigo 24º que "a vida humana é inviolável".

Defendendo que "a vida humana começa com a fecundação", o ex-director do SIS, Rui Pereira sustentou que "se o 'Sim' ganhar a última palavra é da mulher, mas isso é compatível com um sistema de aconselhamento obrigatório em que o aborto pode ser diferido". Para o vice-presidente do PSD Manuel Lancastre a proposta não é suficiente "A sociedade tem de ser mais criativa na busca de soluções contra o aborto num quadro de vida e não de morte". ITM

o alquimista disse...

A luz inundou o dia, no resto do vago que resta da noite, sons de melodia dolente que ecoaram por toda a lagoa...

Feiticeiro domingo

Doce beijo

CARNESOLIVEIRAc disse...

AMIGO RELVAS DESCULPE MAS NAO COMPREEDEU O TEXTO POIS JA NAO E APRTAMENTOS NEM VAOS DE ESCADA SAO CLINICAS LUXUOSAS QUE ALIMENTAO SE
DA CLANDESTINIDADE PARA VIVEREM DE RECEITAS LUXUOSAS SE PENSARMOS QUE TODOS JA TIVEMOS UM PROBLEMA QUE FOI PRECISSO UMA SOLUCAO POIS SENAO NUNCATINHA PASSADO DO VAO DA ESCADA LIVERDADE DE ESCOLHA DENTRO DA LEI NAO E CRIME MAS E SEMPRE FEITA FORA DA LEI SE O NAO PERSSESTIR. NAO A IPOCRISSIA POIS QUEM TEM TELHADOS DE VIDRO QUE ATIRE A PRIMEIRA PEDRA. ABRACO .M.O

Anónimo disse...

Concordo. O que está em questão é a despenalização de uma opção de consciência e privada. Em condições de segurança. Não me parece que as opções religiosas ou políticas devam interferir aqui. É saudável que em qualquer corrente de pensamento se manifestem livremente as opiniões, desde que coerentes e respeitadoras do ser humano. Parece-me muito bem escolhido o texto e o comentário. Preconceitos geram preconceitos, diálogo gera diálogo. Tendamos, cada vez mais, para o respeito e a abertura de espírito, não há etiquetas, há pessoas.

david santos disse...

Foge, David, foge que parece haver tenda cá para estes lados...
Foje! És pequeno demais... para andar metido nestas andanças!

Mário Margaride disse...

É melhor David, é melhor...se não fica chamuscado.

Ludovico! Esperemos que esta vergonha nacional, em pleno Século XXI, acabe de uma vez por todas.
Deixemo que sejam as pessoas, as mulheres, os casais a decidir a sua opção. Sendo essa opção, a de interromper a gravidez, não seja criminalizada.

Votemos pois, SIM! No próximo referendo.

Abraço

Mário

Ludovicus Rex disse...

Votemos Sim, Pela Mulher.
Deixemo-nos de falsas morais...

MRelvas disse...

carnesoliveira,olá...compreendi o texto, com ironia,mas compreendi-o.Os amigos é que não compreendem que não são senhores da razão, muito menos da verdade!...Verão no final deste ABORTO de REFERENDO teleguiado por irónicos defensores das MULHERES...os homens são os que mais defendem esta treta!Porque será?Politiquices...mas dizia eu que no final iremos ver o que estes movimentos, o país - PORTUGAL gastou com esta conversa da treta.
Portugal precisa de ANDAR para a frente,não precisa de partidos a valerem-se da IGNORÂNCIA DO POVO..!!..!!

Não cahmei para aqui a IGREJA (é de pedra,por conseguinte pesada)mas os senhores afinal não são defensores de NADA, são SIM contra a IGREJA!

Ah Saramago, és uma "anjinho" ao pé destes HOMENS tão preocupados com as mulheres...mas são os homens os primeiros a pedirem às mulheres para ABORTAREM para nao terem responsabilidades.
Mais queca,menos queca, mais criança menos criança...agora sustentar e ter trabalho não-menina aborta!!Eu pago!!

HIPOCRIZIA!

"EU VOTO NÃO A ESTE REFERENDO" E SE CALHAR NEM VOU VOTAR,mas estão a estimular-me!
Gastem lá o resto do dinheirito dos portugueses...eles até nem se importam!!

VIVA O MINISTRO DA SAÚDE...

Devemos lutar pela melhoria das crianças, das mães e sua integração na sociedade.Não fazer aquilo que é anticonstitucional-Atentar contra a vida!

Eu já disse que estou farto deste tema,mas não me calo,porque sei o que se passa.Espero que haja uma investigação aos dinheiros dos movimentos TODOS- do SIM e do NÃO!

Sim que o dinheiro é nosso.Já agora investiguem também os partidos e os dinheiros que disponibilizaram e como para esta malvada discussão entre a vida e a morte.

Só tenho pena que o ABORTO não estivesse em vigor quando nasceram...evitavam estas tristes discussões!

Um abraço pela vida e com paciência,alguma tolerância,pois já cansa sempre o mesmo, a mesma cassete...

Ludovicus Rex disse...

Meu caro Relvas, veja o ppt que está no rodapé do post.
Um abraço, a divergência é salutar

MRelvas disse...

Em primeiro lugar quero saudar o amigo Manuel Oliveira e dar-lhe os parabéns pelas Carnes Oliveira.Está em Francês e o site está em contruçaõ.O meu amigo está em França?Ou exporta para lá carne?

Se está em França diga-nos um pouco do que lá se passa sobre o tema da IVG (aborto).


Amigo Ludo, não faço transferencia de ficheiros sem saber o que é...

Alguma apresentação?

ABRAÇOS SOLIDAMENTE PELO AMOR À VIDA!Não sou contra as mulheres,verão!A pergunta está mal feita,isto é um entretém para esquecerem o país.

Isto faz-se em acção psicológica e nos serviços de informações...é desinformação e distracção.Fazer os portugueses em momentos de crise discutirem balelas fá-los sentirem-se alguém (os portugueses) e assim não chateiam!

Está nos livros,eu sei-o muito bem!

Abraços
MR

Ludovicus Rex disse...

Mas Meu Amigo, acha de facto que a lei actual está bem?
Criminalizar a Mulher que tem a infelicidade de ter que fazer um aborto?

MRelvas disse...

Mas alguém é criminalizado por cumprir a lei que estipula o aborto???


Mas quem não CUMPRIR uma lei qualquer deverá fazer um refrendo para se descriminalizar esses crimes...roubar para comer,para se drogar...enfim só demagogia da mais fraca que há.Por isso Portugal foi para o lugar que merece e continuará a cair!

VIVA A CORRUPÇÃO.VIVA O CARNEIRISMO DO POVO!
VIVA SAMORA MOISÉS MACHEL!

A LUTA CONTUNUA!

VIVA FIDEL!

VIVA HUGO CHAVEZ!

VIVA O EDUARDO DOS SANTOS!

.......

Ludovicus Rex disse...

Meu Amigo, não se revolte tanto.
A discussão é séria. Deste referendo dependem vidas de mulheres. E eu vou lá votar sim, para de uma vez por todas mudemos este estado de coisas. Pela Mulher Sim e reafirmo, Sim.
Só penso na vida e na proteção delas. E fico-me por aqui...
Um abraço

Anónimo disse...

Não sei quem se faz passar por si amigo,ou é mesmo o Ludo,pois tem o seu profile a negro,sem ligação ao blog e falta-lhe a sua "enorme" cenoura!

Não estou revoltado...retribuo demagogias.
Dizem que é sério..mas só é sério o que dizem!

ABRAÇOS e até amanhâ!

Vou estar menos tempo por aqui,pois tenho que fazer!

Mas cá virei uma vez por dia,se puder!

abraços de Braga a Évora!

OLIVEIRA disse...

AMIGO RELVAS SOU MANUEL TOU NA SUICA E MENTALIDADES RETROGADAS TOU EU FARTO SAUDO TODO VOS QUE POR OS VOSSO BLOGS CONSEGUEM DAR A NOS IMIGRANTRES A ESPERANCA DE VOLTAR AO NOSSO PAIS POIS SEM O VOSSO TRABALHO NEM NOS TINHA MOS DIREITO A DAR OPINIAO E RARO VER QUE ALGUEM QUE DEVE TAR TAO LIGADO A IGREJA NAO RECONHECER QUE E IPOCRISIA VOTAR NAO POIS SE SOMOS TODO LIVRES E INDEPENDENTES POIS FOI POR ISSO QUE VOS LUTASTES PARA QUE OS VOSSOS FILHOS FOSSEM LIVRES E INDEPENDENTES NAO VENHAO AGORA COM OS FANSTASMA DA IGREJA A DICTADURA JA ACABOU E A IGREJA FOI UMA DAS ORGANISACOEE QUE MAIS BENIFICIOU COM A MESMA POIS COM VINHO E CRENCAS ABSURDAS O POVO ANDAVA ADORMECIDO E ANALFABETO POIS A CUéLTURA DO VINHO ERA SUPERIOR A DALIVERDADE DE EXPRECAO E REFLECAO POIS SEVIVES ACOMODADO E BEBADO NEM NOTAS QUE TRABALHAS PARA NADA POIS O NADA E O TEU FUTURO.MAS ISSO JA LA VAI LUTAI POR CAUSAS REAIS E NAO DEIXEM CAIR O PAIS NOUTRA POLITICA DO VINHO PARA A FRENTE E QUE E O CAMINHO SE SOMOS CRENTES NAO DEVEMOS COMANDAR A VONTADE DE CADA UM .CADA QUAL E RESPONSAVEL POR SI MESMO POR4 ISSO VOS LUTASTEIS. AMIGO DIFERENTES OPINIOES FAZEM A VONTADE DE UM POVO
VAMOS DAR UMA AJUDA AO JUIZ .ABRACO M. O.

MRelvas disse...

O amigo Oliveira,mas eu não comando nada...nem sou da igreja,nem agnóstico,nem PSD,muito menos PC...sou eu Mário relvas e compreenda que o que me entristece é que uma netira dita muitas vezes parece verdade,mas eu não sou PADRE,nem vou à missa...mas porque não me sinto apelado a tal.

Agora alguém me apelida de tudo e mais alguma coisa e acha que eu sou um rectrógado?pois bem,assim seja eu sou um retrógado e este blog é adiantado de mais para mim,que defendo só a vida dos que não falam.As mães e os papás podem defender-se...eu não!

E olhe podia pedir a alguns camaradas para virem aqui colocar comentários demagogos e mal criados ou pura e simplesmenete a meu favor.Mas até o meu irmão aqui vem e não comenta.Querem melhor isenção?Também não comenta no meu blog.Dá-me opinões quando falamos pessoalmente!Sem constrangimentos.

Não sou preso a nada, mas defendo os ideais que tenho com severidade,mas com seriedade e quem não concorda deverá dizer poquê e não simlesmente que estou prso à igreja ou que sou salazarista...

Então eu digo os que me acusam disso são COMUNAS e ATEUS!
Talvez até terroristas da AL QAEDA!Vê como isto é estúpido...misturar alhos com bogalhos?!

Um abraço para FRANÇA,para os Portugueses espaçhados no mundo!

Mário Relvas

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas