10 janeiro 2007

PT vai ser cortada em pedaços

Como se sabe, a PT vai ser cortada em pedaços como se faz a uma vaca
Uma empresa estratégica nas telecomunicações e processamento de informação
Imagine agora que se tratava do gigante espanhol Telefónica?
O governo espanhol inviabilizaria o negócio e borrifava-se para tudo mais
Imagine ainda que se tratava da France Telecom (a empresa que utiliza o sr.Azevedo como “testa de ferro” em Portugal)
O governo francês inviabilizaria também o negócio e pouco se importaria com quem estivesse contra
Então porque acontece isto em Portugal à PT, um grupo de empresas tão importante como a Telefónica e a France Telecom nos seus países?
Não, não é por sermos pequenos.
Há outros países pequenos como a Holanda, a Bélgica, etc, que também não autorizariam este negócio
Primeiro, porque se trata de um compromisso pré-eleitoral entre Sócrates e o sr.Azevedo
Acordo: Sócrates iria permitir o negócio, o sr. Azevedo e empresários apoiariam sob todas as formas a campanha eleitoral e o governo PS.
Basta ver as actuações dúbias, desencontradas, comprometidas e anti-PT dos organismos do Estado como AdC, CMVM e Anacom para se perceber que estão a servir de marionetas ao acordo pré-eleitoral Sócrates-Azevedo
Um bom “trabalho” prestado aos empresários amigos, deixa destes um bom “pé de meia” a quem prestou “serviços” nos governos
Porque os grandes empresários sempre agiram como parasitas do orçamento de estado e de previlégios com os nossos impostos
Veja-se o IRC para Bancos e outras grandes empresas (+-10%) comparado com as pequenas e médias empresas (25%)
Exemplo: Hospital Amadora-Sintra, 75 milhões de euros de prejuízo por serviços não prestados (pagar o que não foi feito mas foi metido nas contas) e que foram parar aos bolsos do grupo Mello (acto criminoso, mas que a nossa “justiça” perdoou)
Recuemos mais de 10 anos…
Em 1994 a PT foi avaliada em 1.200 milhões de contos por um consórcio internacional.
Depois entrou-se na fase de privatização e o governo PSD/Cavaco resolveu criar uma comissão de avaliação da PT
Dessa comissão fazia parte o BES e que avaliou a PT em 600 milhões de contos…cerca de 50% do seu valor…
Começada a privatização, verificou-se que o BES, além de avaliador era também comprador, o grupo privado mais interessado, o que segundo as regras do mercado de capitais, era irregularidade criminosa. Ninguém ligou…O Estado perdia 50% do valor real. Porque aceitou?
A resposta já está dada atrás. É a mesma do porquê o governo Sócrates autoriza a “morte” da PT. Eles não mudam porque “o deles” já está garantido pelos empresários…e pelos nossos impostos.
O desfazer a PT é um acto criminoso para a economia do País.
Castiga os seus autores:
Nas urnas
Nas ruas
Nas organizações de trabalhadores
Nas tuas conversas
E muito importante…
Não tenhas a memória curta!!!
É que eles quando precisarem de ti, virão com as habituais promessas…

6 comentários:

Anónimo disse...

Não é por nada , ou seja , é por tudo !!! Concordo plenamente com a indignação .

the_hammer disse...

Caríssimos;

Expressei no meu blogue apoio à Reunião de Solidariedade para com os militares processados disciplinarmente, levada hoje a cabo pela ANS.
A luta dos militares é a luta do Povo Português: contra o um Governo Censor, Impatriótico, que quer arruinar as forças armadas, desmoralizá-las, e impedir que se insurjam, através de uma vergonhosa Lei da Rolha.
Convido, pois, todos a expressarem o seu descontentamento com esta situação por todos os meios ao seu alcance: só com a ajuda de todos poderá a empresa dos militares chegar a bom porto.
Desde já agradeço.

MRelvas disse...

the_hammer,

caro amigo então não sabe que o governo pretende acabar com a maioria dos quartéis,deixar ficar maia dúzia de unidades e deixar a defesa entregue à GNR?

Onde anda o meu amigo?A nanar?Acredito que não,mas veja isto pelo lado sério!Para isso lá ficou o General Mourato Nunes que era um possível CEMGFA...

Quanto à postura do governo na privatização da PT,caro Tiago ainda não diz tudo...Mas vai no bom caminho!

Só lhe lembro que no discurso de tomada de posse o então empossado 1º ministro disse que a prioridade do governo era vender os medicamentos nas grandes superfícies,mais baratos!Mais baratos não o são,mas confesso que os "Modelo Continente" têm um espaço no interior e em lojas exteriores (espaço saúde) e adivinhe de quem são?Do tio Belmiro(os outros ainda estão a reformular a área veja como o Feira Nova/Carrefour foram apanhados de surpresa e está atrasado).Agora pode dominar um mercado que ainda não tinha acesso!Mais; caminha para o fecho da farmácia tradicional,tal como nos EUA,podendo dentro de pouco tempo,serem vendidos naqueles locais os medicamentos TODOS e mais alguns!Desde que tenham uma zona fechada (tipo cofre)!

Isto nunca foi tão evidente do que com Sócrates/Belmiro/autarcas!

Pobres Portugueses que andam a ver passar navios!

É capaz de ser culpa do Papa...
Desculpe a ironia amigo Rui!

Um abraço para todos

Mário Relvas

Göttlicher Teufel disse...

o senhor que quer comprar a PT...
Foi um senhor que apoiou o actual presidente da republica... que veio dar a cara dizendo para as pessoas votarem nele!


poucas semenas depois do senhor presidente da republica ganhar as eleições a sonae, lançou a opa à PT.

Teria que ter a avante do estado e assim o conseguiu

uma mão lavou outra!

Beezzblogger disse...

A tal pescadinha de rabo na boca destes senhores, mas a mim NINGUÉM ME CALA!!!

Mas há mais "A Voz do Povo" está a ficar incómoda, ainda não repararam?
A mim já me tentaram sabotar, ontem, fiquei sem net várias horas e o meu site não abria, porque será?

Mas eu lanço um repto a todos os leitores e colaboradores deste espaço:

A LUTA CONTINUA, PORQUE AO POVO NINGUÉM O CALA!!!!!

Abraços do beezz

Anónimo disse...

Não concordo com a argumentação do Post.
A concetração excessiva leva invariávelmente ao despotismo e isto serve tanto para a economia como para a política.
De resto a PT tem em seu poder demasiados exclusivos dos quais se serve para se "impor" a seu belo prazer e normalmente à custa dos clientes. Veja-se como as tarifas desceram quando apareceu a concorrência.

Veja-se o caso das multinacionais que devido ao seu poder largam os trabalhadores portuguses aos cães.

Tudo requer conta peso e medida.

Na política vai dar no mesmo. Como aparecem as ditaduras?
Concentração de poderes. É só.

Para quem irá, é outra conversa e essa sim, interessante

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas