23 janeiro 2007

DEPENDENTE










DEPENDENTE

Meu companheiro e amigo,
De mente manipulada,
Nunca me zango contigo,
Mas teu caminho não sigo,
Tua vós por outro fala.

Dão-te veneno a beber,
E tu fazes-lhes a vontade,
Esqueces que o saber,
A razão tem que exercer,
P’ra construir a verdade.

Mesmo assim sou teu amigo,
Como ages eu lamento.
Entender-me mais contigo,
Quando a verdade te digo,
Recusas entendimento.

Não sabes ser o que queres,
Nem seres tu, estares contigo:
Pois aquilo que fizeres,
E tudo quanto disseres,
É servir teu inimigo.



José Faria

6 comentários:

victor simoes disse...

Amigo Faria, bem vindo aqui aos posts. Com mais um poema, e a alma de poeta sempre presente.
Este poema ao amigo, embora de ideias e se calhar ideais diferentes, é a afirmação da amizade, o respeito pela diferença, no modo de pensar, ser e estar. Muito bem, vem na sequência do de aqui se tem escrito, em relação ao tema.

Um grande abraço, Zé Faria.

Anónimo disse...

Caro Faria é com alguma nostalgia que o vejo por aqui.Nostalgia que como sabe é positivo.

Regresse mais vezes.

Um abraço

MRelvas

david santos disse...

Olá!
Viva a diferença!
Parabéns.

Mário Margaride disse...

Que bem que fala amigo Faria! Não poderia estar mais de acordo. Libertem-se essas mentes, das amarras...

Um abraço

M.Margaride

JOSÉ FARIA disse...

Foi com a vossa ajuda e com o convite do amigo Victor Simões, que vim aprender mais a liberdade na Voz do Povo e sobretudo a INDEPENDÊNCIA. Pois tantos tenho lido a dizerem que não têem Partido Nem religião, e que por isso são mais independentes e livres, que acabei por aprender e cair (e ainda bem!) nessa grandeza.
Pois já consigo ver muito mais longe.
Obrigado

José Faria

Alexandra Caracol disse...

Que lindo poema meu amigo.

Esta é uma das suas facetas que deve sempre cultivar.

Na verdade gostariamos todos de não ter que ver ninguém a auto-destruir-se, mas não podemos mandar na vontade alheia. O que não quer dizer que não nos sintamos tristes por ver as escolhas erradas que são feitas levando à destruíção.

Beijinho com amizade

Alexandra Caracol

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas