04 janeiro 2007

Apelo

Hoje sinto-me oca sem palavras, vazia e tudo me parece tenebroso!
Finjo escrever mas o altruísmo não me quer, deixar ver, estou perplexa, já tudo me dói: o olhar, o olfacto, o paladar...
Enfim, hoje não vos posso dar senão um pouco de mim, é tudo o que tenho mas não me peçam para falar, já não sei o que dizer...
Começo a estar ausente, deixem-me gritar, deixem-me ficar aqui!
Pelo menos estou presente...



Conceição Bernardino

4 comentários:

MRelvas disse...

Querida Conceição...
Já lhe pedi para aparecer...aqui nos nossos sitios.
Diga...sabe sim o que dizer.
Grite,chore,mas não engula!

Vá um BEIJINHO MUITO GRANDE repleto de amizade.Não a quero em solidão!

Perguntei-lhe pela sua mãe.Como está ela,minha amiga?

Beijo para ela também!

Abraços a todos os amigos da VOZ!


Mário Relvas

Mário Margaride disse...

Conceição, já sabes que quando quiseres, podes ligar-me. Tens o meu contacto. Poderás desabafar, chorar, gritar, dizer o que te incomoda, o que te doi...é para isso que servem os amigos.
Não te inibas! Liga-me. Eu por vezes também me sinto só. Sei muito bem o que isso é!

Ânimo!
Beijinhos
Mário.

Beezzblogger disse...

Amiga, aquilo que te diogé só isto:

GRITA, nem que seja nos meus ouvidos, mas GRITA, EXPULSA, REFILA...

Abraços do Beezz

Naty disse...

Querida amiga chorar gritar também faz bem a alma serve para aliviar mas pode e deve gritar connosco ao lado por favor não se isole estamos aqui para ajudar.Disponha sem acanhamento beijos da amiga ao dispor
Naty

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas