11 março 2007

MUNDO REAL


"Rapariga autista morta pelo pai"

"A Polícia Judiciária está a investigar as circunstâncias em que uma adolescente de 12 anos, que sofria de autismo, foi morta por estrangulamento pelo próprio pai, de 42 anos, em Angra de Heroísmo, nos Açores. Segundo a Lusa, o homem , que recebia tratamento psiquiátrico há algum tempo, terá cometido o acto na sua residência, na ilha Terceira, tendo telefonado para as autoridades policiais a alertar para o sucedido cerca das 10 horas de ontem. Foi ouvido por um juiz no mesmo dia. "
"in JN"

Não julgo o pai, antes de saber as ajudas que teve ou não do Estado, das entidades sociais deste pseudo país!É fácil condenar o pai, mas temos que saber quem mais é responsável por esta tragédia.
Não é fácil ser pai de um autista, mas as pessoas queixam-se de tudo e mais alguma coisa antes de olharem para o lado.
Se o pai andava em tratamento psiquiátrico, que fizeram os serviços para ajudar aquele pai desesperado e a menina que sendo autista, não tinha culpa das desgraças estúpidas deste mundo de pessoas de tantas certezas?Da esquerda e da direita, sim para uns isso é que interessa, conotar as pessoas com algo, assim encontram "justificações" para a sua pala nos olhos, como os burros, sem ofensa a este belo animal que caminha para a extinção!!

3 comentários:

Beezzblogger disse...

O meu caro amigo Relvas, olhe que sem dúvida é um problema, toda a gente se concentra em crucificar já o pai, eu por outro lado, entendo que tem razão o Mário Relvas quando diz, e as ajudas a este pai? Será que foram dadas?, terá o estado aqui actuado da melhor forma? Parece-me mais uma vez que não, parece-me que é mais um caso para dizer BASTA.

Abraços do beezz

Mário Relvas disse...

Efectivamente que estes casos se poderão dar devido à falta de apoio que na realidade é quase nulo para não dizer que é mesmo inexistente para lá do horário de secretaria que resolvem atribuir aos autistas no apoio a eles e às suas famílias. Para os que têm local de frequência semanal... Há quem nem isso tenha... Espero que o governo leve avante a proposta de apoio aos pais!!

Saudações e um sorriso

Mário Relvas disse...

Dei com esta postagem e reafirmo o meu pensamento na postagem. Os apoios aos autistas são quase nulos, regra geral, para lá de quem tem um CAO e uma pensão de cerca de 200€ dos quais para o referido CAO vai metade. O resto são os pais que têm de ter dinheiro para gastar na vida de um autista, homem, cidadão deste país, que não tem a possibilidade de exercer um emprego protegido e receber mais umas códeas e sentir-se alguém. E os pais, dedicados e cansados, pagam com amor. Enquanto puderem... Depois logo se verá. E são os pais contribuintes de todos os impostos e mais alguns que nos aplicam e estão sem vida pessoal ou a dois. O que vale, repito, é que aprendemos a contarmos apenas e só connosco nesta "prova de choque" que embalamos em amor!

Um abraço

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas