14 março 2007

O teu aniversário – 14/03/2007

Eu queria ser como tu és
A mais bela,
A mais formosa das mulheres
A peregrina
Da fome e do jejum
Ajoelhada naquela pedra fria
Lavando roupa
Até ao escurecer do dia
Em troca de uns míseros trocados
Que enrolavas num lenço
Todo remendado
Alagado pelo teu suor
Para nos calares a fome
Que a tua boca renegava
Na palidez do teu rosto
Minha mãe,
Eu queria ser como tu és
A santa mais bela
De todas as orações
Hoje ajoelho-me
E beijo-te os pés
Como Madalena fez
Para sentires
A minha entrega o meu amor
Desde do dia em que nasci
Parabéns!
Minha querida
Pelos teus 72 anos
Por tudo o que fizeste
Por tudo que sempre
Foste e és...
A mais amorável das mulheres

Conceição Bernardino

7 comentários:

A. João Soares disse...

Querida Conceição,
Mesmo que não seja real, e apenas ficção de poetisa, gosto deste sentimento de filha, deste grande amor e apreço à mãe. Desejo à tua mãe um dia feliz, muito feliz, e votos de muitos mais anos de vida. Para mim, trata-se de uma jovem; sou um pouco mais idoso!
Aproveito também por te felicitar por esta colaboração na VOZ, num momento em que as pessoas parecem desinteressar-se por este espaço de trocas de opinião e debate. Ontem, para preencher o vazio previsível, coloquei aqui de repente, uns posts, que pretendem manter a fidelidade dos nossos visitantes, continuando um fluxo próximo do habitual. Espero que todos compreendam e colaborem activamente,
Beijinhos
João

Conceição Bernardino disse...

Este poema que eu dedico à minha mãe neste dia especial dos anos dela são reais ela passou muita fome para nos criar, hoje sou eu que olho por ela é doente de AVC e sempre a tratei com muito amor não só agora como sempre ela é a minha vida e tudo que sou o devo a ela, foi ela que me ensinou amar sem vergonha de lhe dizer o quanto a amo.
beijinhos João
e muito obrigada pelo carinho
eu estarei sempre aqui ao vosso lado.
das diferenças não me incomodam apenas temos que aceitar a opinião de cada um.

Lusófona disse...

Feliz de quem tem/sente o amor dentro de si.
Parabéns à mamãe da Conceição, não pela data de hoje, mas por ter feito valer a vida. Percebi através dos seus posts o quanto você ama a família, e para mim, isto é o princípio de tudo na nossa vida, sem o amor nada seríamos...

Um beijo doce

Mário Margaride disse...

Querida amiga,
Não há palavras para definir este belo e sentido amor, contido neste poema de homenagem à tua mãe. É de uma pureza e sinceridade tal...que apenas digo o seguinte.
Quando uma filha tem este amor, este carinho, esta ternura, esta entrega, à sua mãe...é porque esta mãe, também se entregou de alma e coração, à sua filha.

Parabéns às duas, por este momento de grande emoção, e ternura...

Um grande beijo

M.Margaride

Beezzblogger disse...

Mãe há só uma.

"Com três letrinhas apenas se escreve a palavra mãe, que das palavras maiores, que o mundo tem."

Parabéns á tua mãe, e que esta data se repita por muitos mais anos, mesmo nas dificuldades, na doença, pois é nestes momentos, qeu crescemos como homens e mulheres.

Saúde e paz, é o que te desejo, minha querida amiga Conceição...

Abraços do beezz

Tônio disse...

Lindo poema dona! As mães merecem tudo de bom mesmo. Adorei. Parabéns

MRelvas disse...

Parabéns à sua Mãe amiga São.

Ontem fez a Mãe do Ludovicus Rex!

Continua a sua luta pela vida, pela dignidade, pelos desfavorecidos, pelos mais velhos, pela TUA MÃE!

Beijinhos

MR

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas