07 agosto 2006

Pimenta no... dos outros para mim é refresco!

Nunca vou a um SAP nem nunca irei!

Correia Campos (ministro da saúde)

E esta hem?
Na minha região, os utentes do serviço nacional de saúde são obrigados a passar primeiro pelo SAP, e só depois caso os serviços não dêm conta do recado, é que se é enviado para as urgências do Hospital, mas neste caso e segundo o sr. ministro da saúde, ele próprio não cumpre com o determinado... e vá-se lá saber porquê! Quem o diz e explica é o próprio.
"Se estiver a retemperar na sua terra natal e tiver um problema de saúde de noite vai ao Serviço de Atendimento Permanente do centro de saúde mais próximo ou aguenta até à manhã seguinte?"
"Vou directo à urgência do hospital ou a uma urgência qualificada como tal. Nunca vou a SAP, nem nunca irei!A nenhum? Porquê?Porque não têm condições de qualidade. Têm um médico e um enfermeiro e conferem uma falsa sensação de segurança. Nenhum deles devia funcionar assim!"
( Excerto de entrevista de Inacio Rosa / LUSA ao sr. ministro da saúde in Jornal Notícias de 06-08-2006)

4 comentários:

A. João Soares disse...

A afirmação do Ministro ao dizer que não vai ao SAP mas a uma urgência qualificada não estranha na sua essência. O PM quando torceu um tornozelo na Suiça foi de imediato tratado no Hospital da Força Aérea e não foi a um SAP ! Agora o ministro da Saúde confessa que nunca irá a um SAP, porque ele sabe que não tem dado condições a estes órgãos para funcionarem com eficiência. Os políticos, principalmente quando estão no Poder, vivem num paraíso. As leis são para os outros. O aperto do cinto é apenas para o Zé povinho. Para eles nada falta e estão protegidos por leis especiais, como as das acumulações de reformas milionárias. A crise é para os desgraçados que pagam os impostos e nada recebem. Ao lado da pobreza cada vez mais acentuada, há os lucros dos bancos em mais de 30,3% e o aumento de riqueza dos mais ricos em mais de 13%.
Quem terá de pôr mão nisto? Quem terá de fazer cumprir os objectivos de Abril?
Para onde vai Portugal, o tal de que se dizia que «não é um País pequeno»? Com políticos ambiciosos para o interesse pessoal e que se estão nas tintas para a qualidade de vida do povo, não se pode ir longe.

Mário de Sá Peliteiro disse...

O homem é Ministro da Saúde em que país? Angola? Brasil?

Zé do Pau disse...

O Homem é mesmo ministro da saúde em Portugal... só pode né? Noutro país já lhe tinham traçado o destino, em Portugal, deixar o ministério, ao abrigo do decreto de garantia dos "JOBS FOR THE BOYS", já tem o futuro garantido.

Planeta Internet Gifs disse...

Olá,
Gostei do seu blog será q vc poderia me linkar, eu tbm posso te linkar em meu site

Por favor responde pra eu manter seu button lá

Esse é meu código do button:

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas