29 dezembro 2006

AMIZADE... apesar das diferenças!












Ainda não vai à muito tempo, e nós, os amigos deste blog, e "contributors", realiza-mos um encontro, onde nos conhecemos, debatemos ideias, diferenças. É assim nos seres normais, civilizados, é assim em liberdade. Ao ver certos comentários, a uma "postagem" neste blog, onde ANÓNIMOS, deixam opiniões, muitas vezes de cariz insultuoso, é de facto, do mais baixo nível que possa existir. Embora eu, como cidadão livre, não concorde com o que está numa "postagem", identifico-me, e discordo com o dito expondo o meu ponto de vista, e todos os que aqui vêem, assim o tem feito.

NÃO SERÁ DESSA FORMA QUE ESTES ANÓNIMOS, SENDO ELES QUEM FOREM, NOS AMORDAÇAM, A LIBERDADE DE EXPRESSÃO, AQUI É LIVRE E TOTAL, QUER SEJA-MOS CONTRA OU A FAVOR DO QUE AQUI SE ESCREVE.

Quando nada há a temer, há que mostrar a cara, e dar o corpo ao manifesto, nunca fui nem serei de voltar as costas à luta, serei isso sim, um ser sempre FRONTAL, JUSTO E IMPARCIAL, tão imparcial, que deixo aos ANÓNIMOS, que fizeram os comentários a OPORTUNIDADE de se redimirem, e darem a CARA duma vez por todas!

Quero também realçar, que serve este post, para que esta família cresça, pois já em Janeiro, haverá novos encontros, com a Malta.

Beezzbloger

5 comentários:

Mário Margaride disse...

Amigo beezz, de facto quem não deve não teme! E nós ao darmos a cara, ao expormo-nos. Provamos que não nos escondemos atrás do anonimato, quando aqui neste espaço, expressamos as nossas opiniões.
Há que saber viver e conviver, em Democracia.
Que venha lá esse novo convívio!

Um abraço

Mário Margaride

Bendix2006 disse...

Aqui fica um trecho da canção da Liberdade!

Autor: Zéca Afonso


Grândola vila morena

Terra da fraternidade

O povo é quem mais ordena

Dentro de ti ó cidade

(...)

Em cada esquina um amigo

Em cada rosto igualdade

Grândola vila morena

Terra da fraternidade

(...)

À sombra duma azinheira

Que já não sabia a idade

Jurei ter por companheira

Grândola a tua vontade.

Esta foi a senha para o 25 de Abril, foi o desatar de amarras a um povo, amordaçado! Mordaças, nunca mais!
Viva a Liberdade,
Viva Portugal!

MRelvas disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
MRelvas disse...

Nunca me vi tão amordaçado como agora!O país nunca esteve tão roto,tão corrupto,tão estúpido como agora,só no verão quente/75!

Não acredito em liberdades demagógicas!Acredito num PORTUGAL sério,sem aldrabões.Todos os dias conheço mais aldrabões,mais lambe botas,mais treta!

Nunca a população foi tão controlada como agora.Neste preciso momento em que escrevo estas palavras alguém as lê para CONTROLAR!

Pobre povo,que ignorância trespassa teus corações?Tua cabecinha está manipulada pelos senhores de sempre.Pelos opurtunistas,pelos que dizem uma coisa e fazem outra!

Porque não vêm o óbvio?

A. João Soares disse...

Amigo Beezz, MMargaride, Bendiz e MRelvas,
Será mesmo que não vêm o óbvio?
Parece que por detrás de todo o medo, a cobardia, a subserviência, está uma lógica muito clara, Nada acontece por acaso. Perdeu-se o sentido da honra, da ética da verticalidade, dos objectivos válidos a longo prazo. A publicidade que nos é atirada aos olhos é toda ela orientada para os interesses e os prazeres de momento, voláteis. O materialismo, o interesse, a ganância numa sociedade sem civismo, sem cultura sem saber matemática, vai atrás das soluções que se apresentam fáceis, as vigarices, as aldrabices, a corrupção, o desejo de não desagradar aos que lhes poderão ser úteis em qualquer negociata. Vende-se a alma ao diabo, capitalízando sabujices, simpatias, conivências, conluios, subserviências, etc.
Creio que estas reflexões ajudam a compreender a cobardia dos comentadores anónimos, para lançarem lama em análises que procuram ser sérias.
Mas não desanimaemos.
Como dizia o primeiro ministro Pinheiro de Azevedo no Terreiro do Paço: «O Povo é Sereno; é só Fumaça»
Desejo BOM ANO para as pessoas de boa vontade e recta intenção.
Abraços
A. João Soares

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas