27 dezembro 2006

ASSASSINOS SEM JULGAMENTO

A Igreja da Natividade, sita no lugar em que se acredita ter nascido Jesus Cristo, decidiu proibir a entrada ao Presidente dos EUA George Bush; ao seu secretário da Defesa Donald Rumsfeld; ao primeiro-ministro britânico Tony Blair e ao seu secretário de Relações Exteriores Jack Straw. O privilégio de visitar um dos mais sagrados santuários da cristandade foi-lhes formalmente retirado.
Esta atitude da Igreja da Natividade foi adoptada como protesto pela "guerra agressiva que estes dirigentes têm travado contra o Iraque", afirmou o principal responsável da Igreja.
O Pai Paroquiano Panaritius (Church Parishioner Fahter Panaritius) tornou pública a decisão numa demonstração maciça de protesto organizada em 2 de Abril pelas instituições ortodoxas frente à Igreja da Natividade.
"Eles são criminosos de guerra e assassinos de crianças. Portanto a Igreja da Natividade decidiu banir-lhes o acesso ao interior do santuário sagrado", afirmou o responsável.
Se o Tribunal Internacional dos Direitos do Homem é um Tribunal de facto e não uma organização ao serviço de bandidos, porque espera para levar aqueles criminosos, mais Durão Barroso, Berluscone e outros... à barra dos tribunais?
Eu fico à espera.

David Santos

7 comentários:

Anónimo disse...

IDIOTA

Anónimo disse...

E o vilão da Coreia do Norte, e Fidel Castro e todos os outros que tais. Esses não? Estes esquerdistas da treta!

ANTONIO disse...

Não há dúvida que a cobardia é a arma dos mais incompetentes, dos que vivem à margem do Direito.
Estes dois comentários que me antecedem são disso exemplo. Talvez este anónimo viva do desemprego, mas trabalhe. Ande de baixa por doença, mas continue a trabalhar, para receber a dobrar ou, quem sabe, não seja um viúvo ou viúva a viver maritalmente com outro parceiro, mas não tenha denunciado a nova situação para contnuar a receber subsídio de viúvo ou de viúva? Ou será algum ladrão? Ou será algum criminoso. É que os comentários em questão, só por si, não são originários de anonimato. Embora fora do contexto a que o texto se refere, não seria necessário recorrer ao anonimato. É nisto que a internet e alguns sites perdem, em deixar que gente afastada do direito se divirta com coisas sérias. Pois o autor do texto tem, para além da foto, toda a sua identificação, porquê ter medo? Para mim o ter medo só está ao alcance de quem anda a viver à custa de algo menos correto, à margem do direito, mais nada.
Eu vivo em Faro, rua da lota nº 57, é só ir lá e ver.
É pena que homens como o autor do texto se veja confrontado com situações de anonimatos. Embora seja terrível, não é situação que o preocupe, mas para quem gosta de acompanhar os seus escritos, ainda que nem sempre concorde com eles, é desolador.
Enquanto a internet ou os seus rosponsáveis não conseguirem acabar com estes desmandos, já mais haverá uma internet 100% pedógica.
Os anonimatos não prestam. Não são homens nem mulheres. São coisas que vivem à margem do direito.

Beezzblogger disse...

Amigo David, eu li hoje este texto seu publicado no JN, e digo-lhe que gostei, embora eu seja suspeito por dizer o que vou dizer, perdoe-me a linguagem, que é o seguinte:

1- Os dois comentários anónimos, anteriores, são de gente que das duas uma; ou tem medo de assumir o que são; ou estão a defender-se de represálias, do TERRORISMO.

2- Aquilo que eu defendo há muito, é que numa sociedade civilizada, a opinião serve para educar, construir, ensinar e aprender, não serve para atirar-se uma pedra e se esconder a mão, só os cobardes o fazem, pois de outra forma sujeitariam-se a ser confrontados com o que dizem, não pela opinião mas pelos comentários feitos a denegrir e até ferir a dignidade do autor em questão.

3- Raios ma partam, se isto que aqui se verificou, hoje, com estes comentários não são comentários de CIA ou quiçá dum mandarete ao sabor dos TERRORISTAS ( George W. Bush, Donald Rumsfeld, Jack Straw, Dick Cheinny, etc.), só os anónimos o poderão dizer, caso tenham coragem, para o fazer.

PS: A minha identificação está aí, é só ver, A MIM NINGUÉM ME CALA, NEM QUE F**** DEZ VEZES!!!


Abraços do beezz

MRelvas disse...

Caro David,bem vindo amigo.Tem andado ausente,fruto da época ...

David,nós os dois batemo-nos pela liberdade do comentário livre!

Cada um fica com o que faz!Só engrandece a Voz do Povo!

Quem não tem argumentos dispara à balda,fracos de raciocínios.Podemos discordar, mas fazer valer ideias!...

Isto não se trata de esquerdismo ou direitismo,trata-se de opiniões e acho que foi uma opção bem tomada!

Combate-se em nome da Igreja...do Islão?CHEGA!Não são motivos reais,são os que os PODEROSOS do nada argumentam para os seus actos BÉLICOS!

Uma coisa é estar preparado para a guerra,outra é gostar de a fazer!Com a 2ª não concordo!


Somos livres de pensar e de escrever!Principalmente qd justificamos o que escrevemos e pensamos!

Sei que os nomes mencionados no comentário de cima não são do agrado do DAVID,pois um homem coerente e HUMANO como o David nunca poderia estar de acordo com aqueles nomes...

UM abraço FORTE amigo David


Mário Relvas

A. João Soares disse...

Porquè anónimos?
O David é bem vindo depois de alguma ausência e o seu texto é coerente com outros que tem aqui publicado.
Se a palavra terrorismo pode se considerada indevidamente utilizada, por se tratar de uma guerra às claras, existe, por outro lado o conceito recente de terrorismo de Estado. As mortes e destruições causados no Iraque são mais volumosos do que qualquer dos mais sangrentos actos de terrorismo.
É certo que, sendo a Justiça cega, não deve fazer discriminações e deve julgar da mesma forma todos aqueles que cometerem crimes semelhantes.
Mas o Poder representa muito e não há uma força imparcial que julgue os «terroristas» citados pelo David, como foram julgados Milosevic, Saddam e como poderão vir a ser julgados outros ditadores e autores de mortes de inocentes que eles pelo contrário tinham por dever defender e proteger.
O Mundo é gerido por humanos e «errar é humano»; logo, estamos sujeitos a erros, que são tanto mais monstruosos quando maior for o poder dos seus autores.
Oxalá 2007 seja melhor do que 2006.
A. João Soares

Mário Margaride disse...

Amigo David. De facto, quem se esconde atrás do anonimato, é covarde. Se não concordam, estão no seu direito de o fazerem. Estamos num país livre, por enquanto! Existem por esse mundo fora, muitos assassinos com a capa de democratas, isso é verdade. Serão muitos, muitos! Que nem toda a página da vozdopovo, chegaria para enumera-los.
Um abraço
Mário Margaride

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas