26 fevereiro 2007

"AMIZADE NA DIFERENÇA"


A vida é feita de encontros e desencontros.
É feita de atitudes. Respeito a atitude de Manuel Bento, no post anterior, dizendo-lhe que nada na vida é irrevogável para lá da morte,motivo porque espero que nos dê o prazer de aqui connosco colaborar.
Enfim, tal como existe o copo de água meio cheio para um lado, para outro ele está meio vazio, mas ambos têm a mesma água.
Temos é que trocando ideias sem pré conceitos feitos sobre o(s) outro(s) consigamos levar as nossas mensagens, as nossas dúvidas, os nossos anseios aos outros sem cair na tentação da uniformidade, ou unanimismo.
A pluralidade de opiniões é salutar, aqui como na vida lá fora.
Também falho, é claro, não sou perfeito. Quem o é?
Este blog congrega uma disparidade de dialogantes, o que por si só antevê pareceres e vivências diferentes.
Acredito siceramente e com uma análise mais pensada e repensada, que continua a valer a pena, assim o acho e depois de pedir ao amigo ludivicus rex para voltar aqui a colaborar, o que aguardo para breve, esperemos que a crítica saudável, se reveja na amizade de meses aqui posta ao serviço de todos e por todos.
Por tal sou a convidar todos, sem excepção a postarem e comentarem com trocas de ideias, quando o desejarem, aumentando o contraditório, tão falado na justiça.
Quanto a mim, escreverei e comentarei com amizade e no sentido da dignidade do blog.
O orgulho não leva a lado algum, principalmente quando penso que lutamos todos pelo bem comum, de uma maneira ou de outra, tenhamos então capacidade para assumirmos as nossas opiniões, como a acharmos correcta, sem pressões. Tal como podemos dar a nossa opinião, sem forçar, apenas no sentido da discussão plural.
Como dizia o outro:
Desculpem qualquer coisinha e vamos a isto, com amizade por todos sem excepção!
"A consciência é o melhor livro de moral e aquele que menos se consulta."
(Pascal)

6 comentários:

Ludovicus Rex disse...

Agora só espero pela chave de acesso. Um abraço cordial

victor simoes disse...

MRelvas, obrigado pela análise aqui efectuada neste post.
Julgo que o amigo Ludo, responderá positivamente.
E um bom principio, saibamos cultivar a amizade, que nos une no espírito Blogger e podem ter a certeza, meus caros que os Blogues, vieram para ficar.
Como curiosidade, sabiam que nos Estados Unidos, a força dos bloggers, já se tornou um poderoso lobbie em vários capítulos?
Nós, aínda estamos no ínicio, mas não tenhamos dúvidas que a importância dos Blogues, aumentará exponencialmente à razão da qualidade e especificidade!

Um grande abraço

Ludovicus - aguardamos o próximo post.

victor simoes disse...

Ludo, o comentário foi simultâneo repare na hora de edição! Peço desculpa de não ter aberto o acesso em simultâneo, mas não sei o e-mail e tive de procurar. Mas já enviei, para o mail do gmail.

Por lapso, apaguei de participante o D.A., as minhas sinceras desculpas, enviarei o link de acesso novamente.

Um abraço

MRelvas disse...

Caro amigo Victor,

é essa aminha opinião.Já lhe disse meu amigo que aqui "muita gente" de Braga me visitou aqui e é cliente do blog!
Muitos me pediram para continuar,porque é salutar as diferenças.Outros disseram-me para abandonar, mas que era pena pois estavam já habituados a cá virem.E outros já são leitores do amigo Margaride com os seus poemas, do amigo João Soares,que apelidam de duro, mas calmo, o intempestivo, mas amigo beezz...Do amigo David,das nossas amigas Alexandra Caracol,Naty... de todos para não me esquecer de alguém em particular.

Convido aqui o amigo Faria a juntar-se na Voz.

Os blogs, com alguma credibiliade consegue-se fazer publicidade, sem aborrecer os leitores, consegue-se ser lido, ouvido e escutado no nosso Portugal e no mundo.Este blog pode ser como eu dizia nos primeiros meses, com rigor, ser a parte primária para com ele e os que cá participam se fazerem tertúlias culturais, a criação de um jornal mensal, pensar em livros...isto se for levado a sério, pode ser o princípio de um movimento cultural e cívico!

Bem hajam

Mário Relvas

A. João Soares disse...

Caro Relvas,
Essa de duro mas calmo merece reflexão. Considero que sou de uma meiguice, uma suavidade, um urbanismo de que até me admiro, pois pretendia apresentar-me como um rural, pastor isolado nos montes, em conversa comigo mesmo e com a Natureza acerca do que observo do cimo das fragas a que, usando a tal macieza, chamo Mirante ou Miradouro. Evito trazer para aqui os palavrões que por vezes dirijo às minhas cabras!
Nas com uma forma de expressão ou com outra, e atendendo às palavras doutrinais do Amigo Víctor Simões, alerto para que, ao escrever aqui, qualquer artigo ou opinião, devemos ter presente que vamos ser lidos pelo Mundo, por terras de todos os continentes e não devemos contrariar ou prejudicar as tácticas positivas da nossa diplomacia e a publicidade dos exportadores. Aos emigrantes digo que isto não é mau. Nós estamos cá e continuaremos, apesar das imperfeições que estamos a tentar melhorar. Cada um de nós é accionista desta empresa chamada Portugal e estamos interessados no seu desenvolvimento e tudo devemos fazer para isso, cada um com as suas capacidades, com calma e perseverança, e quando necessário, com alguma dureza.
Abraços
A. João Soares

Mário Relvas disse...

Vejo que textos meus continuam visiveis aqui na voz...

Feliz ano novo de 2008!!

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas