20 fevereiro 2007

DALAI LAMA...

Perguntaram ao DALAI LAMA...

"O QUE MAIS TE SURPREENDE NA HUMANIDADE?"

E ele respondeu:

"Os homens... Porque perdem a saúde para juntar dinheiro, e depois perdem dinheiro para recuperar a saúde. E por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem o presente de tal forma que acabam por nem viver o presente nem o futuro. E vivem como se nunca fossem morrer...

... e Morrem como se nunca tivessem vivido..."

6 comentários:

A. João Soares disse...

Parabéns ao Amigo Beezz por nos trazer este lindo texto.

Os grande sábios conseguem dizer muito em poucas palavras e de forma perfeitamente compreensíveis. Esta lição é disso um exemplo.

Hoje muito se fala do valor das emoções e dos sentimentos. Mas a inteligência e a racionalidade são fundamentais na elaboração das pequenas decisões do dia-a-dia de que depende a nossa felicidade, a gestão da nossa vida, por forma a sermos felizes hoje, sem ambições exageradas nem competição e culto da imagem que apenas nos condicionam negativamente a vida destruindo-a sob o peso do stress.
Um abraço
A. João Soares

MRelvas disse...

Caro beezz, é das verdades mais bem ditas que conheço!

Belo.

Valeu Dalai Lama, com convicção!

Abraço

Mário Relvas

D.A. disse...

Caros
Infelizmente acho que é apenas uma meia verdade.
Dalai Lama segue o ensinamento da harmonia do universo e segundo a sua filosofia, Sheeva (salvo erro) com a sua dança, está encarregue de gerir o universo. Essa gestão supoe que tudo já esteja predefenido, algo que na Fisica se chama de Alfa e Omega ( o inicio e o fim). Logo independentemente do que faça-mos o nosso futuro já está traçado. Esquesito? Pensem bem nas vezes que tiveram que escolher! Será que foram voces que escolheram ou será que alguém já escolheu por vocês? Teremos realmente livre vontade?...
No meu ponto de vista tudo, mas tudo na vida se resume a um simples factor, chamem-lhe o que quiserem, eu chamo-lhe de sorte. Sem sorte nenhum homem á face da terra é capaz de tomar decisoes sobre o seu presente ou futuro. E sorte é tudo aquilo que nós procuramos! Destino é algo que até os tibetanos acreditam. E eles percebem que todo o destino é imutavel...
Comprimentos.
Domingos Araújo.

Anónimo disse...

ha dois a menos pois sera nasceu um a mais reflexao.

victor simoes disse...

Concordo com a visão do Dalai Lama, mas não concordo muito com a necessidade de sorte, como refere o nosso amigo Domingos Araújo. Considero que o factor sorte também será importante, mas não preponderante!

Abraço

pedro disse...

É muito oportuna a menção à forma de vida que Dalai Lama faz à sociedade ocidental contemporanea.
Shiva faz parte de uma diversidade de deuses da religião hinduísta.
Dalai Lama segue um principio de vida, ou uma filosofia chamada budismo tibetano.
É apenas uma achega à informação veiculada pelo Sr. Domingos Araújo, não de forma alguma uma crítica.
Cumprimentos,
Pedro Lapa

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas