10 fevereiro 2007

GUINÉ-CONACRY: A QUESTÃO DA DESINFORMAÇÃO





Por: Fernando Casimiro (Didinho)
didinho@sapo.pt
10.02.2007

As manifestações e as mortes voltaram à ordem do dia na Guiné-Conacry.
Na verdade, o processo reivindicativo estava apenas suspenso por forma a dar oportunidade ao general ditador Lansana Conté de responder às propostas apresentadas pelos sindicatos e acordadas a 27 de Janeiro último. Ler mais em http://avozdopovo2.blogspot.com/

1 comentário:

victor simoes disse...

É uma pena, povos irmãos estarem de costas voltadas. Esse voltar de costas, serve perfeitamente o objectivo dos governos da Guiné-Conacri e da Guiné-Bissau, quanto maior a confusão instalada, mais argumentos para os respectivos regimes ditatoriais se agarrarem ao poder, mais motivos para justificarem as suas imposições, aínda que ilegítimas.
O Povo está farto de guerra, o povo quer é a Paz! Faço votos para que os povos irmãos se unam num objectivo de juntos acabarem com as respectivas ditaduras opressivas.

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas