04 dezembro 2006

SILÊNCIO DOS INOCENTES

Silenciam as palavras que não dizem
Gritam um grito de silêncio mudo
Sofrem calados a dor que não choram
Soltam lágrimas que falam de dor
Contidas em gritos silenciados, doridos…
Remetidos ao túmulo da indiferença
Da dor, da fome, da morte, do abandono…
Pobres inocentes…!
Que sofrem em silêncio…

1 comentário:

david santos disse...

Nós não deixamos que este silêncio perdure. Temos que estar constantemente a alertar as boas, mas sobretudo, as más almas. Estas, porque são a causa de tanto sofrer.
Um abraço.

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas