01 fevereiro 2007

AINDA SOBRE O POST "UMA VERGONHA"

“Isto” não podia ser inserido como comentário, acerca da “palhaçada” de eleição de figuras!

Se ficarmos calados, se não postarmos nem comentarmos de vez em quando, opiniões, ideias e valores uns com os outros, com os nossos amigos, o diálogo não existe.
Logo, ficamos e continuamos a falar p’ró “umbigo, porque ninguém liga.
Embora hajam assuntos, que sinceramente (!) o melhor é ignorar!
Mesmo assim lá vou aparecendo de acordo com a minha disponibilidade de tempo para a leitura e escrita nos blogges, e lá vou interferindo no bom e salutar sentido e da importância do diálogo.
Por isso decidi postar em vez de comentar a questão da votação sobre FIGURAS DO PASSADO E DO PRESENTE, tema que sinceramente, para mim acho uma autêntica caca! – Quem a inventou, para além de entretenimento e interesse em audiências, teve também interesse em ressuscitar cenas de horror do passado, que em nada beneficia a sociedade do presente.
Com tantos temas interessantes e necessários da actualidade para serem ventilados, discutidos e aprofundados e andamos a mexer na sepultura do ditador (nem escrevo o nome, que me arrepio só de pensar no passado!)
Este post até lhe vai parecer uma carta aberta ao nosso amigo Mário Relvas, e se assim quiser entender, melhor ainda.
Pois sempre a considerá-lo como um cidadão com grande poder de intervenção e tenacidade (a que eu nem chego aos calcanhares!) face à sua luta constante e persistente na defesa dos seus princípios, ideias e valores e de justiça social, com grande abrangência sobre a política e a sociedade em todos os seus vectores, fora e dentro do país.
No entanto penso e é verdade que vivemos outro tempo que em nada se coaduna com o passado do antes de 1974, pelo que os exemplos que desse tempo podemos tirar são os de afirmação: Esse tempo, esse sistema político, Nunca Mais!
A evolução das sociedades, das comunidades humanas, dos países, não param nem podem parar!
Muito menos regredir. Mas deixam-nos aqui tantas vezes ideias tão “saudosistas” desse tempo de ditadura e obscurantismo, sem qualquer interesse e nada salutar(!?)
Pois é inegável!
Não podemos esconder a verdade dos factos!
Não podemos pegar fogo à história criada durante quarenta e tal anos de “tiranos”!
É perda de tempo tentar negar os factos reais da história.
Podemos pegar o fogo aos papeis, aos livros: Não adianta!
Esses factos, esse regime é memória da história colectiva, do passado, do presente e será do futuro por muitos e longos anos.
Serão sempre recordados, mesmo para além, se calhar, de vários séculos após a nossa partida desta vida!
Acho que não vale a pena perdermos tempo com isso!
Olhemos em frente!
Negar que a Revolução de Abril de 1974, acabou com a ditadura fascista de quase cinquenta anos de obscurantismo, não passa pela cabeça de ninguém.
Isso tolera-se aos jovens que não se interessam pela história e nem viveram o antes, o durante e o depois, mas a nós!?
Não me vão dizer que a PID - D.G.G., não existiu(!?)
Nem que é falso que muitos dos nossos concidadãos e concidadãs, foram presos (as) e torturados (as) até à morte só por levantarem a vós contra o Estado, contra o Governo da Nação (!?)
Ou que foram presos e levados à chapada, ao pontapé e bastonada para os calabouços, só porque estavam em grupo a conversar na via pública e não obedeceram às ordens dos Pides: - “Dispersar, dispersar...”
Terá tudo isto sido uma mentira!
Quantos de nós viveu situações semelhantes no antes desse Abril libertador?
Eu sei!
À nova geração nem lhes passa pela cabeça que tal tenha acontecido, mas para os mais perspicazes, se forem bons estudiosos dessa história, são-lhes perceptíveis as atrocidades (e muitas estão escritas!) que se cometiam em defesa da ordem pública. Muitos ainda têm essas chagas na família, de pais e avós que sofreram as consequências desse ostracismo violento, do encarceramento, tortura e morte. E quantos não eram comunistas, nem socialistas, nem coisa nenhuma. Pois bastaria que um qualquer desgraçado com mais um copito no tasco da esquina, dissesse mal do governo, do estado, ou falasse no nome do ditador (evitei de novo escrever esse nome!!), para que um qualquer bufo escroque telefonasse para a PIDE, para o desgraçado levar um arraial de porrada, ser levado e encarcerado e até desaparecer.
Pois tudo isto é mentira!?
Não conhecemos a censura, nem os militares que viam a sua correspondência sempre confiscada e cesurada.
Será que algum de nós poderia estar para aqui a “cagar” leis, opiniões e criticas, se o fantasma de Santa Comba Dão ressuscitasse e voltasse a ser o Deus e senhor do País,
e tivesse como grande muleta de defesa da ordem pública e defesa do Estado, a PIDE – D.G.S. com a colaboração dos “bufos”??
Essas questões já nem se colocam tendo em conta a nova forma de ser dos cidadãos, da sociedade e do mundo, e do avanço das tecnologias.

Acreditem que até me sinto no papel de retrógrada ao deixar-me envolver nesta questão. – Mas há sempre uma vez!?
Vamos opinar sobre o que é mais importante no presente com olhos no futuro.
Deixemos os cemitérios que o dia dos finados é só uma vez por ano e para alguns nunca mais deveria ser!
A vida é para os vivos, para os que ainda podem dar e receber!!!


Um abraço

José Faria

20 comentários:

Beezzblogger disse...

Amigo Zé Faria, Boa noite, eu antes de mais quero agradecer-lhe por ter aqui colocado esta questão de um a forma tão resumida e tão sumarenta. pois eu quando se deu o 25 de Abril de 1974, eu tinha apenas 2 anos de idade, não vivi muitas dessas coisas antes, mas tenho na família quem sofreu muito com isso sem ser comunista socialista o o que quer que fosse, pois se não era pelo de Santa comba Dão, era contra ele, esse era o pensamento do estado.

PIDE DGS, NUNCA MAIS, PRA FRENTE É QUE É CAMINHO!!!

Abraços do Beezz

Beezzblogger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
david santos disse...

Olá!
Existiu tudo isso e muito mais. Coisas ainda mais terríveis. Contudo, por tão terríveis que foram, não querendo afastá-las dos pensamentos de quem passou por elas nem querendo fazer com que os mais jovens não as conheçam, pois delas devem ter conhecimento, tudo deve ser dito ou explicado, em tom suave, pedagógico, a que ninguém incuta no espírito ódio ou vingança.
Faz parte do nosso passado mais negro, mas não vamos embarcar e incutir o ódio em nós, qye era apanágio dele e dos que o rodeavam.
Infelizmente, ele tinha muitos bajuladores em seu redor. Embora ele fosse o maior torcionário, pois era o mestre da (banda), tinha toda uma banda de (música) a quem instruía para o mal. Mas nós não podemos ser como ele foi. Se houver Céu e inferno, vamos-lhe desejar o Céu.
Nada do que ele fez pode servir para nossa orientação. A não ser que estejamos desejosos de vingança e do mal. Ele era isto. Nós temos o dever de ser melhores.
Vinganças e ódios, não.
Não somos da estirpe dele.
A não ser, que para provarmos alguns conhecimentos que temos, tenhamos que copiar as coisas que ele mais (bem) soube fazer: maldades.

Ludovicus Rex disse...

Muito menos regredir... 25 de Abril Sempre.
Dá-me autorização que poste parte do seu post no meu Blog?
O meu endereço é ludovicus.rex@gmail.com

Um abraço Fraterno

Abssinto disse...

Quer dizer que só houve coisas más no tempo do "velho senhor" e só coisas boas de 25/04/1974 a esta parte... Nunca na história houve sistemas imaculados, sempre ouvi dizer que casa onde todos querem mandar todos ralham ninguém tem razão.

Abraço

Mário Margaride disse...

Amigo Faria...já valeu a pena ter postado, esses posts que refere no seu texto.
Pois foi graças a eles, que o amigo aqui colocou este. Sem os outros...não havia este! Nós os da velha guarda. Já levamos que com Salazares e Caetanos que chegasse! Como diz, estão mortos e enterrados. Mas não esqueça amigo Faria! Há muitos saudosistas, a querer ressuscita-los.
Para mim! Mais vale uma democracia corrupta, do que uma ditadura séria.

Abraços

Mário Margaride

Ludovicus Rex disse...

Sr. Abssinto, o "velho Senhor" está Morto e Enterrado...
Os seu defensores, na nossaDemocracia devem ser perseguido e julgados...
Eu estudo tb esta área e hei-de encontrar alguns mais dos que já encontrei. Viva a República. Viva o Echelon Português

JOSÉ FARIA disse...

Ora viva meus amigos!
Obrigado pelos comentários!
Amigo Beezblogger, eu tinha 19 anos quando chegou essa madrugada de Primavera que trouxe o sol e a alegria ao nosso país que vivera quase meio séclo no ostracismo duma ditadura.

Amigo David Santos, é a história, é a verdade e muito fica por dizer. São factos reais e divulgá-los também é educação, é cultura e conhecimento sobre o passado.

Amigo Ludovicus rex, será um prazer que este texto ou parte dele conste no seu Blogger ou de qualquer outro amigo. Obrigado

Amigo Abssinto.
Houve de tudo, menos liberdade. Progresso não houve com certeza a não ser o encher os cofres do Estado à custa da fome do povo.
Mas acredito que tudo seria diferente e tomaria um novo rumo, para bem de todos e do país, se a PIDE a mando do Estado (Salazar) não tivessem assassinado em Badajoz o General Humberto Delgado, só porque era candidato do povo.

Pronto!
Agora já só fico à espera que o amigo Mário Relvas me mande um encharcado!
Só espero que não venha muito fria.

Abraços!

José Faria

Ludovicus Rex disse...

obrigado Amigo Zé, vou passar já à acção..

JOSÉ FARIA disse...

Ó amigo Mário Margaride, se pensarmos na existência de um só Partido Político, julgo que estamos a aceitar uma ditadura. Seja ele de Centristas ou Comunistas.
A liberdade constroi-se com a intervenção de todos e todos os Partidos Políticos são precisos, por ventura, se calhar uns mais do que outros, mas é assim.
Já viu se só houvesse um Blogueiro p'ráqui a escrever sozinho!?

Beezzblogger disse...

Caminha-mos amplamente para uma outra forma de ditadura, atentem no que lhes digo, pois, sem opressão, a DEMOCRACIA, esta que nós Vivemos, Dá para os dois lados...

Abraços do Beezz

Ludovicus Rex disse...

Amigo Beezz, não não caminhamos para outra Ditadura, agora temos novas armas á mão. E este blog é um exemplo disso e muitas mais formas temos.

Beezzblogger disse...

A ver vamos, amigo Ludo, a ver vamos... Oxalá que não, mas...

Abraços do beezz

Ludovicus Rex disse...

Esta arma da palavra que temos não nos poderá jamais ser barrada.
esta é a nossa grande arma, hoje estamos aqui...amanhã estamos noutro lugar... A arma é a palavra que temos, e que antes não podiamos... conjugando esforços estamos sempre aí...
Alguns na vida pessoal me apelidam de Haker, juntando a que tem voz mais as informações tecnologicas...
Veja bem... o que poderemos fazer...

Beezzblogger disse...

É certo que sim, mas quando me referia a uma nova ditadura, foi claro, numa óptica de censura encapotada, daquela a que já fui alvo, e se olhar para o cabeçalho do meu blog, entende que eu estou aqui para o que der e vier, disso nunca se esqueça.

Abraços amigo, do beezz

MRelvas disse...

Caro Faria,espero que tenha lido o meu texto de ontem no JN!...

Não podemos se como os "BURROS" ter palas comunas nos olhos,Para ser-mos livres temos que ponderar os prós e os contras!

Este regime é virtuoso e há a qui quem diga que prefira uma "democracia corrupta a uma ditadura séria"...ficamos em quê? O que é uma ditadura?

Eu defendo os valores nacionais,mas se me obrigama escolher eu digo bem alto que prefirouma Pátria com valores.E nem pensem que sou salazarista,mas sou corerente.Neste programa sou-o claramente contra CUNHAL,outro "grande português! que aqui todos lavam,quaze todos,mas eu não!

E agradecia que os que aqui dizem que passaram muito que digam o que lhes aconteceu no tempo da "DITADURA"?Pois se o fizerem eu direi alguns que passei nesta "DEMOCRACIA",principalmente no pós 25 de Abril!!

Amigo Faria pode continuar com isto...os senhores têem o direito de defender os mais estúpidos pol´´iticos a bem da "libredade"...qual liberdade?

Todos aqui somos mais controlados que nos tempos "pidescos" de que muitos falam mas nada sabem...

Pidesco é querer impor UNANINISMO em torno de um comunismo utópico,da palavra "camarada" que foi roubado o seu verdadeiro sentido ao ponto de em algumas unidades militares no tempo "gonçalvista" quando se utilizava a palavra "camarada acrescentava-se sem K"!

Foi neste glorioso tempo de democracia que OTELO mandava prender quem queria e não queria...tinha os mandados de captura assinados e depois ia da bebedeira que o "camarada " de serviçotinha mandando prender quem queria...

GANDA DEMOCRACIA!...Falem que levam mais verdades se necessário for.

Mas isto não é o meu cavalo de batalha...

LEMBRAR PORTUGAL,falar no que tinha de bom é ser-se isento,mas vocês obrigam-me a escrever isto,pois o facciosismo e a perfeição da esquerda,leva a pelidá-los de comunas sem futuro,pois "matam os vindouros com a liberalização do aborto".

Os mais novos daqui a uns tempos dirão o que é esta democracia tal como vocês falam (muitos sem dados) da terrível ditadura do Salazar que : "mais vale sós que mal acompanhados".Agora dizemos todos ao molho e FÉ em Deus...upa;... palavra proíbida também aqui!Para alguns...assim é a democracia aqui reinante!

Conceição Bernardino disse...

Eu cá por mim teria escolhido a LiLI Caneças, desculpem mas só me apetece ser ironica com as escolhas deste país as pessoas têm memória fraca...
beijinhos
ConceiçãoB

JOSÉ FARIA disse...

Amigo Relvas!
Como vio num destes comentários, onde me dirigi ao amigo Mário Margaride, é minha obrigação respeitar as pessoas, os meus conterrãneos, os portugueses. Isto é, se gostar como gosto e muito, da minha terra e do meu país, da minha Pátria.
Agora entenda, não têm que aceitar(!):
Eu ficar aqui a escrever sozinho, acabo por fazer e desfazer a meu bel prazer!
Logo, se tivermos um só Partido político no país (seja C.D.S., Comunista, APU, CDU e Cª. Lda, ou Socialista, Bloquista, Verdes e de qualquer outra cor)esse (único) também irá fazer e desfazer a seu bel prazer!
É o meu ponto de vista, é no que eu, acredito!
Estou como se dizia e diz na Maia: PRIMEIRO AS PESSOAS! (Atenção: apartidário!)
As coisa poderão vir a mudar, o que não acredito. Pois seria muito mau os cidadãos ficarem privados das suas ideias e opiniões, e de criar as suas organizações de reivindicação ou defesa dos seus interesses.
Ficariamos de novo caladinhos e obedientes!

Um abraço com amizade!

(Desculpe o atraso, mas tropecei na Lili que a Conceição deixou no caminho!)

José Faria

MRelvas disse...

Pensar é livre,ofenderé crime,ainda hoje,mas já ninguém liga porque o estado da Nação é esse!Ofensas entre a realidade e a inverdade!

Temos que separar o trigo do joio com a panerira,muito atentos...

Aceito as opiniões,mas não aceito que me digam-Se não é connosco é porque é assim ou é hipócrita ou é isto ou aquilo?Quem fala em perca de democarcia,falo é em colocá-la no sítio de onde anda arredada.

Chega de papagaios e partamos para a verdade!Só há uma verdade,há depois vários prismas de interpretação!...

Sabe que lhe digo mais...não acredito em algum dos democratas que aqui falam tão alto...não sou só eu,os que de foram passam e nada dizem...sabem-no também!

So podemos discutir quando não rotulamos os outros disto e daquilo, sem provas é claro,porque o feitiço volta-se para o FEITICEIRO.

CUMPRIMENTOS

oliveira disse...

Parem assim desilunden-me vos todos os que postao teede continuar nao podemos fazer nada para apagar o passadomas como obeez diz eo ludo ecrsve ninguem vos cala para a frente portugal viver dos expl do passado e erro tirar licoes dos mesmos e levar para frente o navio assim deve ser juntos vos nao deixao que os mesmos erros acontencao unidos ganhais mais.mais democracia. liverdade.pois ninguem vos cala.abraco M.O ch

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas