20 novembro 2006

Deixem-nos ser crianças!

«Morrem 21 crianças pobres por minuto»
«São 11 milhões por ano, sete milhões das quais nem chegam ao ano de idade.»«Para lá da saúde, 17 anos depois de firmada a Convenção, a falta de respeito pelos direitos das crianças contínua a traduzir-se nos 130 milhões delas que não frequentam a escola, 246 milhões trabalham desde tenra idade, 72 milhões das quais antes dos dez anos, e 82 milhões de meninas são forçadas ao casamento precoce.»

Sinto cheiro nauseabundo de hipocrisia, nas leis que se baseiam em papeis assinados na Convenção que apelam aos nossos direitos de criança. Direitos esses, onde se assinam os milhões de mortes que perduram sobre a tirania dos mortais.
Temos direitos...de morrer à fome em silêncio sobre a ganância dos que usam o nosso nome nas estatísticas do poder, de usufruir do tormento que nos sacia a doença, da escravatura dos que nos humilham as lágrimas da dor, dos que calam o nosso genocídio.
“Perdoai-os Senhor eles não sabem o que fazem!”
São estas as palavras que nos restam como direito, ousarmos da inteligência suprema para que a nossa morte seja digna de compreensão, acima dos que nada compreendem, para além de supremacia.
Parabéns pelos 17 anos que nos são atribuídos de contínua miséria, estamos gratos pelos que ainda conseguem respirar por mais alguns dias...
Pensem somos 11 milhões a morrer por ano, neste mundo de adultos desregrados.
Não quero ser cínica, mas mata-se todos os anos um número excedente de crianças acima da média dos habitantes de Portugal.



Conceição Bernardino

Sem comentários:

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas