18 novembro 2006

TRINDADE INUNDADA!

Não sendo para mim nenhuma novidade, o facto de as Estações do Metro meter água. Pois é frequente as Estações estarem molhadas, devido a infiltrações de água. Não sei exactamente o motivo, mas concerteza será por deficiência de construção.
Como disse, não é novidade nenhuma para mim que ando todos os dias de Metro. Agora esta de chover na Estação da Trindade, é de bradar aos céus!

Mas para quem como eu, teve o “privilégio” de acompanhar as obras desde o seu início, principalmente o da linha amarela, sabe perfeitamente o porquê destas aberrações. Como sabemos, as obras públicas, são na sua maioria feitas à custa de imigrantes vindos principalmente do leste europeu e de Africa. Que são contratados pelas empresas concessionadas pela empresa mãe. Que neste caso do Metro, a NORMETRO, que foi quem ganhou o concurso público. Que por sua vez subcontrata outras empresas de construção civil, é assim que o sistema funciona.

Ora essas empresas, contratam os imigrantes que lhes fica muito mais barato que contratar portugueses qualificados na área da construção civil. Porque na construção civil, ao contrário do que se pensa, tem que se ser competente, e saber o que se está a fazer! Só que para contratar pessoas qualificadas e competentes custa dinheiro. E assim ao contratar os imigrantes sem estarem qualificados, e com natural vontade de trabalhar, e sem terem culpa de não terem aptidão para o trabalho em questão. Essas empresas poupam muito dinheiro. Pois como se sabe, esses imigrantes são explorados. Na maioria dos casos sem fazerem qualquer desconto para a Segurança Social, sem seguro, sem nada!

E os coitados, fazem o que podem e sabem! Eu assisti muitas vezes a episódios caricatos, onde o chefe queria comunicar com essas pessoas, e não conseguia. Às vezes só por gestos! Era o tapa aqui, destapa ali, torna a tapar torna a destapar! Era um corrupio de faz e desfaz! Porque o serviço estava a ser mal feito. Depois…o resultado está à vista. É asneira por todo o lado! Há que responsabilizar, quem está na origem desta bronca. Primeiro a NORMETRO, depois a empresa a quem foi adjudicada, as obras de cobertura da Estação da Trindade. Porque não nos esqueçamos, que é o nosso dinheiro que está e vai pagar, estas asneiras todas. Há que chamar à responsabilidade, quem é de facto responsável. Isto é inadmissível!

3 comentários:

Beezzblogger disse...

É o estado da nação, isto muito por culpa de quem?
São tantas mas tantas a s asneiras, que como o amigo diz é inadmissível...

Um Abraço Amigo Mário.

victor simoes disse...

Metem água as estações do metro, mesmo depois das derrapagens, vão derrapando muito mais! Fruto da incompetência e dos abutres do costume, que ensacam riqueza à custa das falcatruas, que a inoperância de um Estado com muitos rabos de palha lhes permite.
Quem pagará a factura?

A. João Soares disse...

Felicito o colega Mário Margaride e os comentadores anteriores.
Não podemos aceitar que o problema se deve aos trabalhadores. Ela cabe a quem faz parte das cúpulas das empresas envolvidas e ao dono da obra. Houve uma má organização dos trabalhos e um péssimo acompanhamento e controlo dos trabalhadores.
Há pouco tempo, em conversa com um emigrante nos EUA, fiquei a saber que uma empresa que precisa de trabalhadores não se preocupa com o grau de escolaridae destes, bastando que não sejam analfabetos. Conforme a função a que são destinados, recebem uma folha com a descrição das tarefas que lhes vão ser exigidas e é-lhes dada formação para o desempenho dessas tarefas. Isso é um contrato que compromete as duas partes. A partir daí, nem a empresa lhe exige mais, nem ele pode falhar no cumprimento das tarefas que se comprometeu ezecutar. É pelo seu desempenho que é avaliado e, se não cumpre com uma grau aceitável de eficiência, é despedido. Com este método, muito generalizado nos EUA, não pode haver chuva no Metro da Trindade!
Aqui passa-se aquilo que o Amigo Víctor disse com concisão e clareza. Só querem sacar dinheiro, sem ninguém pedir responsabilidade a ninguém. E, depois, neste país de bananas, o culpado é o mexilhão, o imigrante, que tem sido a salvação do País, sem o qual não haveria obras, porque os nossos compatriotas não querem trabalhar, só querem dinheiro fácil e não merecido, como a Trindade demonstra.
Um abraço
A João Soares

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas