25 novembro 2006

NUMENKLATURA EM FORMA

Avaliando as palavras de Luísa Mesquita e dando-lhe crédito, pois nisto de política, o que é hoje, amanhã pode não ser, temos os velhos executores do PCP a fazer das suas. Pelo menos as aparências não iludem, ainda que esteja a falar só de aparências.
Para quanto mais tempo, as "ratasanas" do (PCP) deixam de andar a minar a liberdade, mesmo dos seus próprios camaradas? O tempo do revisionismo já parecia estar ultrapassado. Puro engano. Estas "velhas serpentes" nunca mais ganham juízo. Andam pelos cantos, como quem olha, mas não vê, e zaz! Às tantas fazem das suas.
Este caso, ainda que haja muito por esclarecer, dá-me a sensação de que a "caduquice" do comité central, mais alguns desfasados do trabalho, há dezenas de anos, andem a tentar mostrar que servem para alguma coisa. Puro engano. Não servem para nada. Só minar, mais nada.
Este tratamento dado aos militantes agora nesta altura, só quer atingir uma de duas coisas: salvaguardar alguns interesses maquiavélicos ou denegrir a imagem de alguém. É que do ponto de vista ético, moral e sentimental, as "ratasanas" do (PCP), não tiveram um pinguinho, que fosse. Até a direita, já tem vergonha destes métodos.
Pouca vergonha!...

4 comentários:

MRelvas disse...

Caro David,mas o que podemos nós esperar de um PCP que não evoluiu?A esquerda fugirá cada vez mais para outros partidos,porque o PCP é o mesmo (sempre a mesma cassete) desde o início da sua fundação!...

Os tempos são outros e o PCP não se renova.

Que propõe o PCP para este país,para lá das greves e contra os patrões?Do anti-americanismo habitual?

Nós malhamos em todos,mesmo o Bush tem sido aqui um "mártire" nas nossas mãos,não precisamos que alguém nos diga o que fazer...aqui o PCP,com a evolução das tecnologias,de melhor entendimento político da população...fartos de promessas e nada concretizado,foge aos radicalismos de esquerda.

Até é simpático o nosso Jerónimo,mas falta ali qualquer coisa para ter algo de credível em matéria governamental...

Curios hoje celebram-se 31 anos da queda dos proeminentes detentores do verão quente,mas parece que começamos a reviver um outono/inverno gelado...porque a instrumentalização já chega às forças armadas,de segurança e outras.
Aqui digo que o GOV tem culpas no cartório,mas não é na praça pública que se deve lavar esta roupa suja,mas internamente e com coragem,com realidade e com exigências de parte a parte!

Os jornalistas agora vêm gritar pelo seu "sub-sistema" de saúde...mas gostei muito de ler hoje no nosso JN a crónica "PONTO DE VISTA",em que lá é dito o que eu tenho repetido sempre,devemos dentro das possibiliaddes tentar nivelar pelo melhor e não pelo mau...mas como os jornais replicaram em torno dos outros subsistemas em alabarda,não é justo que fiquem de fora do que aceitaram para os outros...

Desculpe lá este desabafo amigo David...

Um grande abraço

Por onde anda o "people"?

Mário Relvas

A. João Soares disse...

Amigos David e Mário.
Um dia tive um mestre que dsse que não há que recear o homem que lê muitos livros mas aquele que lê só um. Ver o mundo por um buraco muito estreito não permite ter uma visão abrangente, global, realista.
E aqui não se trata de um só livro mas também de uma só cassete.
Tenho aqui referido que é preciso analisar os problemas por todos os lados. Vê-los de um só lado impede que se compreenda o todo.
Enfim, com tanta fidelidade aos princípios, só mudam as moscas.
Um abraço
A. João Soares

Beezzblogger disse...

O PCP está arredio de comunas, sim de verdadeiros comunas, que com estas atitudes é que se vislumbra porque razão. O Manuel Alegre, dsitinto poeta, ele também um dia foi do PCP, e concordando com o que aqui já foi dito, derivado a uma abnegação total ao modernizar-se o PCP afasta se calhar, e digo se calhar, os bons elementos, mas é certo e sabido que os ratos são sempre os primeiros a abandonar os navios á mais pequena ameaça de naufrágio. Eu gostava que o PCP fosse um pouco mais aberto, mas...

Abraços

Mário Margaride disse...

Boa noite amigo David. Pois não é novidade nenhuma este comportamento do PCP. São iguais a si próprios, não mudam...! Nem que o mundo dê uma volta de 180 graus, eles mudam!...
Um abraço
M.Margaride

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas