15 novembro 2006

A UTOPIA DA REALIDADE

Quando somos confrontados diariamente com o fantasma da crise

E simultaneamente se anuncia, o aumento do Salário Mínimo.

Eu pergunto: Será realmente “real”, este anúncio?

Ou tudo não passa de uma mera utopia

Dentro da realidade de crise económica

Em que nos encontramos...!?

4 comentários:

A. João Soares disse...

Ah! Como o Mundo é complicado!
Amigo Mário Relvas, estamos num País de fantasia, de ficção, de «faz de conta».
Se olharmos para uns aspectos vemos que estamos numa crise profunda sem motivos para esperança.
Mas se olharmos para outras faces do poliedro, ficamos orgulhosos do País rico e cheio de potencialidades em que temos a bênção de viver. Repare que temos a árvore de Natal mais alta da Europa, temos as ruas muito iluminadas durante mais de um mês, temos a ponte mais comprida da Europa, Temos mais estádios de futebol do que clubes de categoria internacional. Vamos ter um novo aeroporto a quase dez léguas da capital e que fica sem capacidade para se desenvolver no futuro. Vamos ter o TGV, para não ficarmos atrás de países como a Alemanha, a França e a Espanha (três grandes do continente Europeu, Temos mais telemóveis per capita do que outro país da Europa, temos um invejável índice de quantidade de carros de luxo (topo de gama).
Afinal o que se passa connosco???
Estaremos em crise moral e de senso? Estaremos a raciocinar certo sobre as nossas vidas? Está a ser feito algo para distribuir mais justamente a riqueza nacional?
Estará o ensino a prepapar as crianças para serem adultos esclarecidos e responsáveis?
Afinal o seu pequeno texto levantou-me tantas dúvidas sobre o nosso País que começo a temer que se me aplique alguma das alíneas que indiciam a inclinação para o suicídio, como dizia a nossa amiga Soledade.
Um abraço
A. João Soares

MRelvas disse...

Amigo A. João Soares,penso que se derige ao nosso amigo MMargaride,neste caso particular!

Eu digo que não é um aumento,mas uma menor perca...

Abraços amigos
MR

A. João Soares disse...

De facto enganei-me. É um inconveniente de haver dois Mários (ou três? O Colega David Santos refere-se ao Mário Soares, o que é um mistério porque ainda não vi nada assinado por ele)!
Peço desculpa aos dois Mários pelo meu engano, mas creio não ter nada a modificar a não ser o apelido do Mário Margaride.
Um abraço
A. João Soares

Mário Margaride disse...

Amigo João Soares. O que me levou a escrever este pequeno texto. É o facto de constantemente, tanto pelos partidos políticos, todos sem excepção. Os empresários, os economistas de renome, como Silva Lopes por exemplo. Comentadores, e toda a classe política em geral, apregoar a crise económica que o país atravessa. E de repente...! Como um toque de magia. Anúncia-se este aumento do salário mínimo! Quem o irá pagar? As empresas dizem que não podem! O Governo, não será concerteza! Pois aos seus empregados (função pública), como se sabe, está a retirar-lhe algumas regalias, Porque diz o Governo que o país está em crise, há racionalizar as despesas públicas. Por isso eu digo. Que isto não passa de uma visão utópica do Governo! Com esta crise real, em que estamos mergulhados. Não consigo descortinar quem irá pagar este embora justo, aumento do salário mínimo nacional!
Não faço a mínima ideia! Irá o Governo aumentar mais impostos?
Um abraço
Mário Margaride.

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas