15 novembro 2006

Noutra dimensão

Este poema da autoria da minha amiga Goreti Dias
É dedicado a todos vós.


Na areia da praia,
Sinto a chuva penetrar-me a alma,
Lavar-me a saudade e o corpo...
Deixo cair as minhas roupas
E assim desnuda
Deixo o frio gelar-me o corpo...
Dormente, sinto as pequenas gotas!
Calam-me o desânimo,
E levam-me pela mão eternidade fora
Numa dimensão que desconheço,
Num tempo só nosso!
Esperas-me,
Recolhes-me na queda,
Para lá da linha indivisível da dor,
Abraças-me,
Inanimada e sublime na paixão
Que carrego no meu peito!
Em cada segundo que o tempo faz girar
Recebo mil milhões de beijos
Que a minha ausência fez nascer em ti!
Inalo o ar que os teus pulmões me sopram
E hidrato-me na tua boca...
Trago-te para dentro de mim
Em cada inspiração,
Emoção e sentimento,
Corpo e alma
Em palavras finalmente sussurradas
[no meu ouvido!


(Maria Goreti Carneiro Dias)

Sem comentários:

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas