26 novembro 2006

DO INFANTÁRIO À FACULDADE


Esta é uma escola de Pedrouços - Maia

  • Conforme noticiou o J. N. de domingo, 26/11, a Câmara Municipal da Maia arrancou no Castelo da Maia, com um novo e importante modelo de como podem e devem funcionar os estabelecimentos de ensino no país, capazes de promover um maior equilibrio e progresso escolar, que começa precisamente no Jardim de Infância e só termina quando surgir o “salto” para a faculdade.
  • E todo este percurso sem que os alunos sofram os incovenientes de ter que andar a saltar de escola em escola.
    Tendo em conta não só o quanto é favorável para todos quantos dão vida e aprendem a vida sempre no mesmo espaço físico, a estabilidade e o progresso educativo dos alunos dos 3 aos 18 anos. A ganhar saem também professores e os páis dos alunos.
    Como referiu o presidente da Câmara, António Bragança Fernandes, “As crianças entram aos três anos para o Jardim-de-infância e fazem toda a escolaridade no mesmo local, até saírem para a universidade, aos 17 ou 18 anos."

  • Penso que é mais um exemplo a ser aproveitado para ser implementado por quem gere a pasta da educação.

    José Faria

4 comentários:

MRelvas disse...

Caro Faria bom regresso!

Amigo acho muito bem que a escola assim trabalhe,mas não é só essa,todas têm que cumprir tal desiderato!

Agora o senão...as associações e ATLs vão fechar por falta de alunos,mais gente para o desemprego,associações que fecham...

Ainda mais amigo Faria,não sei se sabe,mas os infantários e creches também estão condenados...o governo decidiu que estas passarão para a alçada das juntas de freguesia e terão que criar os infantários/creches...

Há associações que fechrão porque o estado cortará as verbas...sim,verbas sem retorno na vida social,serão revistas as de verdadeira utilidade pública e de IPSS!

Há muitas que comem os dinheiros e não se vê nada.Por um lado estou de acordo,mas que se salvaguarde sempre os interesses públicos.

Fala-se que o estado poderá vir a deixar de subsidiar directamente pela segurança social instituições de apoio à deficiência e dar directamente o valor da conparticipação que dá às associações,aos pais que depois escolherão o destino dos seus filhos pondo o restante dos seus bolsos (já acontece).Perante isto mais uma crise em algumas instituições que gastavam e abusavam dos dinheiros estatais...

A Segurança Social deve ter em conta a contenção de custos e a melhoria do apoio aos utentes!

Abraços
Mário Relvas

Fecharão os existentes?...

Para reflexão!

Abraços
Mário relvas

JOSÉ FARIA disse...

Viva amigo Relvas.

Na verdade aponto um exemplo implementado pela Cãmara Municipal da Maia, que afirmou ter investido nesse modelo de escola no Castelo da Maia, 300 mil euros.
E entendo esse modelo é exemplar para todos, inclusive para os pais que vão ter os filhos na mesma escola desde o infantário até terminar a escolaridade obrigatória.
E realmente aponto esse exemplo do meu ponto de vista muito importante e positivo para a área educativa.
Entendo no entanto que as instituições e associações que já prestam serviços de apoio e assistência se devem manter subsidiadas e apoiadas nas condições em que se desenvolvem e no seu profissionalismo.
E compete ao Governo, que recebe dos cidadãos contribuintes mais e cada vez mais, assegurar as condições de segurança social e da assistência a quem dela necessita.

Eu sei que isso não está a acontecer porque a actual política governativa insiste numa política económica, economicista e não numa política social.

Um abraço
José Faria

david santos disse...

Olá, Amigo Faria.
Um bom exemplo. Obrigado.
Ah, mas nós não nos temos encontrado! Que tem sido feito do meu Amigo?
Eu estou a brincar! Sei que tem estado às voltas com o seu "MAIATO".
JÁ LÁ FUI, SABIA?
O livro do meu Amigo é agora a minha companhia. Sempre que saio de casa, tenho que levar um livro comigo. Agora é o do Faria a minha companhia. Já não sei quantas vezes o li. A sua poesia é linda e prática. Não é (pesada) como a minha. Mas cada um escreve com a condução do espírito e este é quem nos leva para determinados alinhamentos.
Convido-o a ler e a ouvir o meu "PIANINHO DO MAR". Parabéns.
Até sempre.

JOSÉ FARIA disse...

Obrigado amigos Mário Relvas e David Santos, Procurarei vir cá meter a minha colherada mais vezes,
pois só assim nos encontramos no cruzamento de ideias, valores e conhecimentos.
Aquele abraço!

José Faria

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas