08 novembro 2006

SOLIDARIEDADE PURA

- Ando tão trisre!
- Por quê? - perguntou o rafeiro ao peluche.
- Meus donos vão de férias.
- Melhor! - desabafa o rafeiro - vais conhecer outras terras e quem sabe, outros amigos...
- Não estás a perceber, rafeiro. - Vão-me abandonar!
- Oh, diabo! exclamou o rafeiro: - Isto cá fora custa! Ah, se custa! Sinceramente, não gostava nada de te ver ter as minhas experiências. São terríveis...
- Já sei - disse o peluche - agora é que vou saber o que é a vida de cão.
Ao vê-lo meio triste, para o animar, o rafeiro volta-se para ele e diz-lhe: - Ás vezes nem é má, de todo, mas quase sempre é muito ruim. Tens de te habituar - aconselhou o rafeiro: há muitos humanos, nomeadamente, crianças, desempregados e muitos mais, que não passam de abandonados. Por isso, não te preocupes. Andas comigo. Pedrada não te vai faltar...
- O quê, rafeiro! Pedrada!?
- Pois! Se ficar só por isso, nem é muito mau.
- Para que me quiseram os meus donos, então?
- Para dizeram que havia cão, mas eles não.
- Que eram de outra espécie, outra raça?
- Tal e qual. Eles são tudo o que são, mais o que os outros têm de mau, no coração.
- Grandes bestas eram os meus donos de então...

david-santos

4 comentários:

MRelvas disse...

Quem não gosta de animais não tem sensibiliade!

Abraço
David
MR

Beezzblogger disse...

Cobardes, infelizmente, cobardes, o melhor amigo do homem, leva cada chuto, arre, que até mete dó.

Bem haja pelo post
Um Abraço
beezz

Mário Margaride disse...

Até os cães que são cães, se queixam!
Agora imagine-se em seres humanos!
Um abraço
Mário.

Alexandra Caracol disse...

Caro David

O que escreveu infelizmente relata a situação de abandono não só em relação aos animais.

Nas entrelinhas pude sentir uma chamada de atenção ao abandono que existe entre seres humanos.

A crueldade é muita a todos os níveis e isso magoa imenso a quem é sensível.

Às vezes os amigos em tom de brincadeira ou até lhes sinto um bocadinho um tom zombeteiro dizem-me: “Como consegues estar sempre a tentar ver o lado bom das coisas? És uma idealista, uma sonhadora, não vês que não consegues mudar o mundo? Nem tu és perfeita nas áreas que queres impingir aos outros, quem te julgas ser para dares os conselhos que dás?”

Eu entendo-os, sim entendo-os mais do que pensam.

Hoje eu escrevo sobre injustiças, mas sempre tentando transmitir algo de bom mesmo estando nós rodeados de coisas que não nos orgulham como seres humanos, ou não deveriam orgulhar.

Levei anos a entender isto, mas hoje sinto-me no direito de ser assim e de transmitir aos outros o meu positivismo e passo a explicar um pouco porquê.

Entre outras coisas fui vítima de pedofilia durante vários anos e tive que calar por razões que não vêm ao caso, tive que suportar e calar, depois vieram os maus-tratos e outras situações que me tornaram num lixo e me levaram quase à morte.

Sobrevivi a todos esses momentos, em grande parte porque passei a sonhar, sem que os outros soubessem. Nos momentos de sofrimento atroz sonhava que ia vencer e que o mundo não podia ser todo igual àquilo, nem podia ser tão cruel.

A todos que me criticam porque sou uma sonhadora e quero acreditar ainda no lado bom das pessoas e num mundo melhor, peço que me perdoem e entendam que se eu não tivesse sido assim desde criança não podia estar hoje aqui a escrever estas linhas e com razoável sanidade mental.

Que me perdoem os que me criticam, mas hoje, depois de ter deixado de ser o lixo humano que me senti ser no passado, porque me trataram como tal, tenho a ousadia de me sentir no direito de sonhar e de gostar de ter uma palavra de ânimo para dar aos que me rodeiam.

Obrigada pela coragem de ter descrito de uma forma tão real o que escreveu. Com frequência se esquece a realidade dos animais, mas eles são mais fieis e sensíveis do que muitas pessoas.

Com amizade

Alexandra Caracol

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas