05 novembro 2006

Vontade de virar o Mundo ao contrário

Vontade de virar o Mundo ao contrário


Tivesse eu o dom da profecia
Os proventos de vidente
Usaria de minha mestria
E tudo sería diferente

Virava o Mundo ao contrário
Distorcia o poder
Faria o balanço diário
Do Povo que estava a sofrer

Se eu pudesse adivinhar
Que havia fome,pobreza,guerra
Poria o Sol a queimar
O sofrimento da Terra

A predição do futuro
Por inspiração Divina
Ajudava-me a entender o Mundo
E as lições que Deus ensina.

MºSoledade Alves

4 comentários:

david santos disse...

Um abraço, Amiga, Soledade. Está muito bem este seu poema. Diz da nossa incapacidade, mas não devemos parar. Embora pareça mentira, nós, com o nosso "atrevimento" de pessoas "despeitadas" temos barrado alguns caminhos aos maldosos. Vamos continuar a fazê-lo.
Um grande abraço.
até sempre: david santos

A. João Soares disse...

Se eu pudesse...
Amiga Soledade, a Amiga pode. Pode mais do que julga. Só temos a noção real do nosso poder, quando estamos em situações extremas. Podemos muito, mas não temos conciência plena disso.
Como diz o Amigo David Santos, podemos travar a marcha aos maldosos. O clamor, mesmo que muito discrecto, daqueles que usam o raciocínio e o poder de observação e se manifestam contra os que abusam do poder contra os desprotegidos, há-de vencer. Não esqueçamos o ditado «água mole em pedra dura, tanto bate até que fura».
Amiga Soledade, continue a bater. Nós havemos de ajudar a que se faça luz nos espíritos mais opacos dos «poderosos». Há poucas horas, escrevi um comentário a expor esta ideia por outras palavras a propósito da fome no terceiro mundo.
O poder reside em cadaum, todos , nós. Sejamos sensatos, esclarecidos e persistentes, para vencermos.
Um abraço de amizade
A. João Soares

MRelvas disse...

Teimando na tormenta teimosia da teimosa melancolia que teima em teimar com teimosia sempre teimando nos teimosos que teimam em
Teimosamente teimar na justiça da injustiça dos injustiçados!


Abraços no momento amiga Soledade

Mário Relvas

Conceição Bernardino disse...

Olá amiga Soledade é isso mesmo se o poder estivesse na mão de alguém que pensasse mais nos outros talvez isso fosse possível
beijinho

Conceição Bernardino

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas