12 outubro 2006

ANTI DEPRESSIVOS - UM MAU INDICADOR

Já chegamos ao segundo lugar europeu no Ranking dos maiores consumidores de anti depressivos.
Apesar de ser um dos melhores (piores!) indicadores de definição do estado de saúde mental dos portugueses, pouco ou nada é feito para o fazer regredir. É mais um problema político e social a sobrecarregar os serviços e as despesas do Ministério da Saúde, as empreas e a qualidade de vida das famílias.
No entanto, parece-me que o país continua a ser governado de costas voltadas para este indicador, agravando cada vez mais esta situação, ao ter em conta somente o equilibrio das finanças públicas a todo o custo, em detrimento do equilibrio moral e social, do bem estar, da segurança e confiança dos cidadãos.
Quando se mede comparativamente com outros países, os factores sociais que estão na origem deste excessivo consumo de anti depressivos, nem sempre é tido em linha de conta que este mau e péssimo indicador, para um país tão pequeno como o nosso à beira mar plantado, cresce com o desemprego, com os males da (des)educação, com a insegurança, com a precaridade no trabalho e na subsistência das famílias.
Não é por acaso que cada vez mais se ouvem os portugueses a desabafarem com seriedade: - "Quero lá saber passarmos a ser espanhóis, russos ou ingleses. Eu quero é trabalho, estabilidade e qualidade de vida.
José Faria

2 comentários:

MRelvas disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
MRelvas disse...

Caro Zé Faria,viva meu amigo.

O povo,basta passar aí pela baixa,pela outrora verdejante e reluzente Boavista,no Porto e Vêm-se as caras das pessoas.Já verifico isto à anos,pois tenho uma natural queda para visualizar estes pormenores,mesmo quando ninguém quer ver.As caras tristes,mais idosas,falha o objectivo.Carregadas,rotunda vazia,comércio fechado,o Brasília prepara-se para dar o estouro.Tudo isto traz preocupação e lucros para as farmaceuticas.Não é à toa que as farmaceuticas que mais cresceram foram justamente as que vendem antidepressivos e ansioliticos,ou tranquilizantes.Um problema sério,pois isto traz habituação,e custos para a economia e ainda nada resolve se não se for ao âmago da questão do problema.

Os senhores que governam não passeiam pelas ruas,não vão ao Brasilia,pois foi o 1º Shoping da Peninsula Ibérica,mas vão aos modernos complexos com os cartões de crédito dourado traduzido por amigalhaços...

Sim estão de costas para o povo,mas se isto continuar assim ficarão de costas para eles próprios porque o mundo está em queda e mudança muito acelarada,o que historicamnte indica uma guerra mundial ou várias guerras para despertar depois a economia de novo.Está na fase de destruição e parece que todos querem.Só quem não conhece a guerra...anseia por ela!

O país caminha drogado absorto em remédios que não levam a lado algum.

Abraços
Mário relvas

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas