13 outubro 2006

Apenas, atordoado

Num exíguo e curto espaço
Há tempo suficiente
Para perceber num instante
Que há gente boa…e má gente

É fácil não custa nada
É só prestar atenção
Basta olhar à nossa volta
Para tirar, a conclusão

Vemos gente bem-falante
Mas miolos...têm poucos
Mas é lá nos gabinetes
Que jogam a vida, dos outros…

Senhores de tudo, e de todos
Cuidado com o que fazeis…
Porque o país treme, não morre
Apenas, anda aos papeis

Vocês lá no vosso trono
Não penseis que o povo dorme…
Apenas, atordoado
Do torpor, que o consome.

3 comentários:

JOSÉ FARIA disse...

Boa Amigo Mário Margaride.
É verdade, o povo não dorme, deixa-se embalar em promessas e fantasias, em diversões e desvio constante de atenções nas ofertas duma sociedade consumista sem freio.
O povo, mais ou menos distraído por aqueles que assim o quer, e embora se vá deixando embalar, vai despertando aqui e ali. E pode muito bem despertar em força de um momento para o outro.
Presentemente já vai dando sinais e mostrando que não está nada a gostar das “cócegas” dos políticos que estiveram com ele ou pelo menos se serviram dele, estejam agora a roubá-lo descaradamente com a frontalidade e prepotência.
Muito bem amigo Mário, bem concebidos os seus versos de “APENAS ATORDOADO”.

Eu até penso que os poderosos empoleirados nos seus palanques, apregoando ou não o Social (ismo) andam a brincar com o fogo.

Um abraço amigo

José Faria

MRelvas disse...

Ó Faria "Amor é fogo que arde sem se ver".Será isso?
Gostei Mário Margaride.


Cumprimentos caro Mário e Faria!

JOSÉ FARIA disse...

É isso mesmo amigo MRelvas. Sem se ver, ou vái-se vendo aos poucos. Vái moendo, moendo como o algodáo ou sarrim, e de um momento para o outro pode com uma pequenina brisa... Braaa..aa..aa! Lavareda infernal!
Mas fóra desta questão, deixe-me dizer-lhe: Tenho-me fartado de rir com o amigo David Santos, que parece estar ausente neste momento.
Sobretudo quando ele termina os comentários com aquelas tiradas: Âh, se há quem neste Blog ande a 1000 à hora, o amigo Mário Relvas anda a 2000. - E acrecenta: "Por falar nisso, ele já deve ter outro(texto) à porta, vou já a correr pra lá!
Isto também faz parte da nossa comunicação e diálogo. Faz-nos bem de vez enquando estas tiradas de humor.
Mas o amigo Mário Relvas tem muito mais tática e perspicácia para nos por a pensar, como esta do "Amor é fogo que arde sem se ver...". A sua pontaria é tal que até pasmei e ri, ri e até chorei de tanto rir, com aquele tão simples e tão imenso comentário que fez com meia dúzia de palavras, aos versos do "Espelho".
Quando me lembro, até pareço um tolinho na rua ou nos transportes públicos a rir sozinho.
É que nunca tinha ouvido essa, e muito menos associada ao contexto: - "Levem-me os aneis mas deixem-me ficar os ossos!".(Daaa...a!)
É humor com verdade, frontalidade e um teste à cultura.
É demais!
Já estou como o David, deixe espaço, senão onde vamos postar e comentar?
Obrigado amigo Mário Relvas, estou a gostar e a aprender.
Mas preciso de tempo.
Cheguei agora de ter ido assistir à actuação dos amigos do ambiente. Cantoneiros à semana, artistas por conta própria ao fim de semana. E a promover o respeito pelo ambiente e o município onde são trabalhadores, sem quaisquer reconhecimento por esta dedicação artistica aos fins de semana, apenas ignora esta dedicação voluntária e artística às comunidades locais.
Um abraço!

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas