21 outubro 2006

Meu sonho

Gosto do gosto dos teus lábios
Molhados, sensuais
Adoro o teu corpo, esbelto
Que estremece, quando toco

Gosto das tuas ancas
Finas, e sedutoras
Adoro o teu cheiro
A rosas, perfumadas

Gosto quando sorris
Teu rosto se ilumina
E o teu olhar…me enfeitiça
Penetrante, mas terno

Gosto das tuas mãos
Brancas, e finas
Que sabem acariciar
Deslizando, suavemente

Pelo meu corpo...

Toda tu, és o meu sonho
Que um dia, que um dia
Se tornará realidade
Numa qualquer…dimensão.

7 comentários:

Rosa Santos disse...

Mario Margaride... gosto de poesia e tem poemas lindos, admiro e adoro ler e conhecer poetas populares. Mas, agora só coloca poemas? Eram mais interessantes os seus postes aqui na Voz do Povo! Lá um poema para desanuviar as águas de vez enquando tudo bem. Este não me parece um blogue poético.

Mário Margaride disse...

Minha cara Rosa Santos...veja em baixo os posts! E verá que lá estão posts, sem ser poesia. Se calhar a senhora não viu bem.
Visite-nos sempre. Será sempre bem-vinda.
Um abraço.
Mário Margaride.

MRelvas disse...

Caro margaride os poemas que nos traz cada vez são mais belos.
O meu amigo também tem poemas publicados?

Um abraço!
MRelvas

Mário Margaride disse...

Não amigo Relvas. Ainda não aconteceu essa oportunidade. Pode ser que um dia qualquer aconteça!
Não é fácil publicar poesia. E para mais poetas amadores como eu, é muito complicado.
Ainda a nove de Setembro nos reunimos em Coimbra, Alguns dos que publicamos no "Recanto das letras", e abordamos essa questão da publicação.
Porque a maioria que consegue publicar algum livro, tem sempre que pagar todas as despesas. E como pode entender não é nada fácil!
Talvez um dia consiga juntar alguns poetas amadores, e fazermos uma coletânia. A ver vamos.
Um abraço.
M.Margaride.

david santos disse...

Caro Mário, muito obrigado por esta dimensão, adorei. Só que a nossa querida amiga Rosa Santos, não está lá muito vocacionada para poesia. E eu que vinha cheio de vontade em apresentar alguns poemas, feitos por mim, claro, em crioulo com uma mistura de francês. É melhor deixar para mais tarde. Ufa! Não vá a nossa querida Rosa... fazer das dela... é uma (santa), não é amigo Mário?
Até sempre: david santos

JOSÉ FARIA disse...

Viva amigo Mário Margaride!
(E todos os poetas e escritores que por questões finaceiras, têm dificuldade de publicar as suas obras)
Amigo Mário Margaride, eu resolvi o meu problema aqui no Porto, depois de bater a inúmeras portas "autárquicas" para me orientarem e apoiarem na publicação de um livro que embora fale de mim, relata pedaços de uma vivência histórica da minha freguesia e concelho, desde os tempos de criança. Não fúi tão recebido como gostaria,apesar de já ter sido autarca de Assembleia da minha Freguesia, durante dois mandatos. Embora à posterior, depois de forçar a barra já com o livro publicado, viesse a ter a colaboração de duas freguesias e da Cãmara Municipal, ao adquirirem vários exemplares que desafogou a minha responsabilidade de os ver serem adquiridos.
Vá ao meu Site e mande-me um E-mail para falarmos sobre o assunto e promover a divulgação de obras literárias escondidas do público por falta de meios dos autores.
Vá em frente. Fico a aguardar.
Um abraço, com amizade!
José Faria

Mário Margaride disse...

Amigos David e Faria. David, quanto ao livro, se consegiur arranja-lo, óptimo! Senão não há problema, está tudo bem! Não se preocupe com isso, ok? Amigo Faria. Vou mandar-lhe um email já a seguir, para falarmos sobre esse assunto, certo?
Agradeço aos dois. Um abraço.
Mário Margaride.

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas