31 outubro 2006

CRIANÇA



Donzela doce criança
Sofres contida, tua dor
Porque te tratam assim
Não tens direito ao amor…!

Sofres dor que não querias
Grita quando ela te dói!
Grita sempre, não te cales!
A dor contida, corrói…


Este poema, é dedicado a todas as crianças, que são abandonadas quando nascem.

6 comentários:

Ludovicus Rex disse...

As crianças sempre em primeiro lugar.
É nelas que penso qundo defendo um Mundo melhor e mais Justo.
Um abraço

BlueShell disse...

adorei!

A. João Soares disse...

Parabéns a Mário Margaride pela sua sensibilidade face a crianças desprotegidas sujeitas à maldade dos adultos.
Mas estes não as respeitam; matam-nas antes de nascerem, como agora vemos no tema mais debatido da Comunicação Social - o aborto.

Muitas pessoas que defendem o sim ao referendo defendem também a Natureza, com acrisolado calor ecologista. Então não percebo a sua sinceridade ao defender dois contrários. Dispondo de imensos métodos de evitar a gravidez, inclusivamente a pílula do dia seguinte para as mulheres mais descuidadas que, antes dos momentos de prazer, não souberam ou não quiseram prevenir a gravidez, é anti-Natureza CONTRARIAR A EVOLUÇÃO NATURAL DA GESTAÇÃO.
Como conciliar este desprezo da Natureza quando se trata de um ser humano, e a defesa da Natureza quando se fala de arbustos ou animais. Seria muito lindo encontrar coerência entre as várias atitudes, para qualquer delas merecer credibilidade.
Há que ensinar esses palavrosos a raciocinar! Estou ao lado dos ecologistas e dos Verdes na defesa da Natureza, principalmente quando se trata de seres humanos indefesos e inocentes, quer sejam crianças ou fetos, sem voz para reclamarem.
Temos que lutar contra abusos lesivos da Natureza, em todos os seus vectores.
Cumprimentos
A. J. Soares
Cumprimentos

MRelvas disse...

Sou um defensor nato das crianças,da natureza,dos injustiçados!

Parabéns Margaride

Naty disse...

Parabens pelo tema que tanto marca a nossa sociedade,pois a dor do abandono (por mais carinho que tenhamos quando temos a sorte de encontrar alguém que de nos tome conta)permanece sempre como uma dor interminável.Bem haja a quem tem um coração sem dimensões de amor para para dar a alguém abandonado.
um beijo da amiga naty

david santos disse...

Parabéns, Mário. As crianças, mundo, as crianças!

Prémio

Prémio
Atribuído Pela nossa querida amiga e colaboradora deste espaço, a Marcela Isabel Silveira. Em meu nome, e dos nossos colaboradores, OBRIGADO.

Indicadores de Interesse

My Popularity (by popuri.us)

DESDE 11 DE JUNHO DE 2010

free counters

Twitter

eXTReMe Tracker

Etiquetas